O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

França falha missão impossível

A derrota contra a Espanha não foi nenhuma desgraça para os jogadores franceses, com o capitão Hugo Lloris a dizer que a sua equipa "teve de tentar o impossível" para eliminar a campeã em Donetsk.

Franck Ribéry abandona o relvado depois da derrota frente à Espanha
Franck Ribéry abandona o relvado depois da derrota frente à Espanha ©AFP/Getty Images

Um derrota por 2-0 ante a Espanha encerrou a campanha da França no UEFA EURO 2012, mas ao mesmo tempo que Hugo Lloris, Karim Benzema e Adil Rami não esconderam a sua desilusão, o trio acordou que a campeã mundial e europeia tornou a sua missão em Donetsk virtualmente impossível.

Hugo Lloris, guarda-redes da França
Atingimos o nosso primeiro objectivo ao ultrapassarmos a fase de grupos, mas depois tivemos de defrontar a Espanha, apenas a melhor equipa do Mundo. Tivemos de tentar o impossível. Não o conseguimos, mas não devemos estar envergonhados. Fizemos o nosso melhor e estivemos muito perto. Temos de aprender com esta competição para a fase de qualificação do Campeonato do Mundo. Vamos voltar a jogar contra a Espanha e, porque temos uma equipa nova, devemos aprender com isto.

Karim Benzema, avançado da França
Estou triste porque foi um jogo muito difícil e depois de termos perdido temos de dizer adeus ao EURO e ir para casa. A Espanha tem uma excelente equipa e hoje mostraram que são os grandes favoritos à vitória final. O Xabi Alonso mostrou que é um grande jogador e que a Espanha precisa dele.

Adil Rami, defesa da França
Do meu ponto de vista, jogámos muito bem defensivamente. É verdade que sentimos algumas dificuldades ao longo do jogo, mas já esperávamos isso. Devo dizer que jogámos contra a melhor equipa do Mundo e que a Espanha não teve assim tantas oportunidades, mas quando tiveram uma não a desperdiçaram, sendo que isso fez a diferença.