Grécia vencedora invicta do grupo

Geórgia 1-2 Grécia
Golos de Giorgos Fotakis e Angelos Charisteas asseguraram o apuramento invicto da Grécia de Fernando Santos como vencedora do Grupo F.

Angelos Charisteas (à direita) festeja o seu golo com Kyriakos Papadopoulos
Angelos Charisteas (à direita) festeja o seu golo com Kyriakos Papadopoulos ©Getty Images

A Grécia chegou a perder ao intervalo do seu encontro na Geórgia, na última jornada do Grupo F, mas golos de Giorgos Fotakis e Angelos Charisteas asseguraram a presença dos comandados de Fernando Santos na fase final do UEFA EURO 2012 como vencedores da sua "poule".

David Targamadze adiantou a Geórgia no marcador aos 19 minutos, mas a sua equipa viu-se reduzida a dez elementos quando este deixou o relvado aos 70 minutos devido a lesão, depois de Temuri Ketsbaia já ter usado as suas três substituições. Depois, um remate de Fotakis, que tabelou num jogador antes de entrar, deu aos comandados do português Fernando Santos o ponto de que necessitavam para assegurar o triunfo no grupo e, a cinco minutos do final, o tento de Charisteas significou que os helénicos terminariam a "poule" com mais dois pontos que a segunda classificada, a Croácia.

Com o médio Levan Kobiashvili a ser distinguido pela UEFA pela sua 100ª internacionalização, a Geórgia apresentou-se alegre e positiva e, apesar de a Grécia ter controlado o encontro nos primeiros minutos, foram os georgianos que chegaram à vantagem logo na sua primeira ocasião de perigo, com o cruzamento de Targamadze a iludir tanto os seus companheiros de equipa, como o guarda-redes Alexandros Tzorvas, e a entrar nas redes helénicas.

A Geórgia manteve a sua boa sorte, com o guarda-redes Nukri Revishvili a sacudir um livre de Konstantinos Katsouranis antes de Fanis Gekas rematar por cima. Targamadze dispôs de uma ocasião para duplicar a vantagem da Geórgia pouco antes do intervalo, mas Tzorvas defendeu bem.

Essa viria a ser uma defesa decisiva e, quando Targamadze teve de sair, a Grécia soube tirar partido da vantagem numérica. Os helénicos combinaram bem antes de Fotakis ultrapassar o guarda-redes e, depois, Katsouranis serviu Charisteas – de regresso à equipa após um ano de ausência –, para sentenciar a partida e assegurar o apuramento.

Conteúdos relacionados