Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Itália garante vaga e afasta França

França 0-2 Itália
Os campeões do Mundo seguem em frente para os quartos-de-final, onde vão defrontar a Espanha.

Andrea Pirlo marcou o primeiro golo do jogo
Andrea Pirlo marcou o primeiro golo do jogo ©Getty Images

A Itália apurou-se para os quartos-de-final do UEFA EURO 2008, depois de ter vencido o derradeiro jogo do Grupo C, diante da selecção francesa, por 2-0. No outro jogo da noite, a Holanda bateu a Roménia também por 2-0, resultado que acabou por favorecer os italianos, que irão medir forças com a Espanha.

A italianos e franceses só a vitória interessava, tendo em vista o apuramento para os quartos-de-final, e ambas as selecções entraram no jogo decididas em marcar cedo. Os gauleses entraram melhor no jogo e dominaram os primeiros instantes, contudo, a primeira ocasião de golo pertenceu aos transalpinos, aos três minutos. Eric Abidal facilitou em zona proibida e Luca Toni enquadrou-se com a baliza e disparou de pronto, Ainda assim, o remate do avançado do FC Bayern München saiu ligeiramente ao lado.

EURO 2008: Tudo o que precisa saber

Aos sete minutos, a selecção francesa sofreu um duro revés, já que Franck Ribéry foi forçado a abandonar a partida, depois de se ter lesionado, tendo sido rendido por Samir Nasri. Aos dez minutos, a turma comandada por Roberto Donadoni desperdiçou nova ocasião de golo, após cabeceamento de Christian Panucci. Valeu aos franceses Claude Makelele, que em cima da linha de golo evitou o primeiro tento da partida.

Resumo: Os melhores golos do EURO 2008
Resumo: Os melhores golos do EURO 2008

Apesar de terem ficado sem uma das suas referências no ataque, os franceses não baixaram os braços e continuaram à procura do golo. Os italianos encaravam a partida com mais calculismo, mas cada vez que se aproximavam da baliza de Grégory Coupet criavam perigo. Foi o que aconteceu aos 23 minutos, quando Abidal carregou Toni dentro da grande área, quando o atacante se preparava para visar a baliza. O defesa gaulês foi expulso e Andrea Pirlo, chamado a converter a grande penalidade, fez o 1-0.

A equipa gaulesa acusou bastante o golo dos italianos e, aos 27 minutos, Toni voltou a falhar o golo, com um remate a passar a centímetros do poste da baliza francesa. O ponta-de-lança viria ainda a falhar duas oportunidades nos minutos seguintes, numa fase de total desacerto dos franceses. Ainda assim, aos 33 minutos, Thierry Henry esteve perto do empate, com um remate descaído sob o lado direito, que passou muito perto do poste da baliza de Buffon. A dois minutos do descanso, a Itália poderia ter chegado ao 2-0, após livre de Fabio Grosso, que embateu com estrondo no poste, após defesa magnífica de Coupet.

Grandes defesas do EURO 2008: Casillas, Buffon e mais
Grandes defesas do EURO 2008: Casillas, Buffon e mais

Na segunda metade, os “azzurri” entraram decididos em controlar a partida, tentando aproveitar a superioridade numérica para trocar a bola entre os seus jogadores. Aos 49 minutos, Benzema tentou a sorte à entrada da área, com um remate de primeira, mas o esférico saiu por cima, num claro sinal de que os franceses não estavam conformados com o resultado.

Ainda assim, aos 61 minutos, a formação italiana, chegou ao 2-0, após a conversão de um livre apontado por Daniele De Rossi. O remate foi desviado por Henry, num lance em que Coupet acabou por ser traído. Aos 73 minutos, Buffon negou o golo a Benzema, com uma defesa extraordinária, após remate colocado do atacante do Olympique Lyonnais. Até ao final da partida, a Itália dominou os acontecimentos e segurou a importante vitória. Gattuso e Pirlo viram cartões amarelos na partida diante dos franceses e vão falhar os quartos-de-final.

EURO 2008: Equipa do Torneio

"Onzes"

Itália alinhada em Zurique
Itália alinhada em ZuriqueBongarts/Getty Images

França: Coupet; Evra, Abidal, Gallas, Clerc; Ribéry (Nasri 10, Boumsong 26), Makelele, Toulalan, Govou (Anelka 66); Henry (c), Benzema
Suplentes: Mandanda, Frey, Vieira, Malouda, Thuram, Squillaci, Gomis, Sagnol, Diarra
Seleccionador: Raymond Domenech

Itália: Buffon (c); Grosso, Chiellini, Panucci, Zambrotta; Gattuso (Aquilani 82), De Rossi, Perrotta (Camoranesi 64), Pirlo (Ambrosini 55); Cassano, Toni
Suplentes: Amelia, De Sanctis, Gamberini, Barzagli, Del Piero, Di Natale, Borriello, Quagliarella, Materazzi
Seleccionador: Roberto Donadoni

Árbitro: Ľuboš Micheľ (Eslováquia)

Melhor em Campo: Daniele De Rossi (Itália)

Conteúdos relacionados

Topo