Espanha, Polónia, Ucrânia e Irlanda bem lançadas

Espanha e Polónia prolongaram os arranques perfeitos na qualificação, enquanto a Ucrânia aumentou a vantagem no topo do grupo de Portugal.

Sergio Ramos comemora depois de marcar por Espanha no estádio do seu clube
©Getty Images
  • Espanha bate Suécia e fica com vantagem de cinco pontos na liderança
  • Lewandowski marca e Polónia segue só com vitórias 
  • Ucrânia e Irlanda aumentam vantagens na liderança 
  • República Checa mais perto da Inglaterra
  • Classificações; qualificação continua em Setembro

GRUPO A

República Checa 3-0 Montenegro
Os checos conseguiram o segundo triunfo consecutivo em casa com uma exibição dominadora frente a Montenegro, que continua sem vitórias. Um cruzamento longo de Pavel Kadeřábek foi correspondido por um belo remate de primeira de Jakub Jankto na primeira parte. Após o intervalo, Patrik Schick mostrou toda a sua técnica com um cruzamento que forçou Boris Kopitović a fazer um auto-golo. Houve ainda tempo para Schick converter uma grande penalidade que deixou a sua equipa na liderança do grupo em igualdade pontual com a Inglaterra, que tem menos um jogo disputado.  

Bulgária 2-3 Kosovo
Elba Rashani marcou um golo de cabeça no final do período de compensação que deu a primeira vitória ao Kosovo em jogos oficiais. Os kosovares foram os primeiros a marcar, com Milot Rashica a tirar partido da defesa búlgara não ter conseguido afastar um cruzamento. Pouco antes do intervalo, Ivelin Popov empatou com um disparo de fora da área. Kristian Dimitrov, que fez a estreia pela Bulgária na sexta-feira, entrou ao intervalo e, dez minutos depois, marcou o primeiro golo pela selecção, mas Vedat Muriqi empatou de novo na conclusão de uma boa jogada. O suplente Rashani marcou o golo da vitória que deixou o Kosovo com cinco pontos, e sem derrotas há 14 jogos. 

GRUPO B

Ucrânia 1-0 Luxemburgo
A Ucrânia deu sequência à excelente vitória sobre a Sérvia com um triunfo tangencial sobre a aguerrida selecção do Luxemburgo. Ruslan Malinovskyi fez um cruzamento tenso aos seis minutos, que Roman Yaremchuk cabeceou para a baliza. Um golo suficiente para deixar a equipa de Andriy Shevchenko com seis pontos de vantagem na liderança.

©Getty Images

Sérvia 4-1 Lituânia
A Sérvia conquistou a primeira vitória no grupo em grande estilo, com três golos marcados em apenas 16 minutos na primeira parte. Aleksandar Mitrović apontou os dois primeiros, antes de Luka Jović fazer o 3-0 com um remate soberbo de pé esquerdo. Arvydas Novikovas ainda reduziu a desvantagem da Lituânia, mas a última palavra pertenceu ao avançado Adem Ljajić, que deixou a Sérvia em igualdade com o Luxemburgo no segundo lugar. 

GRUPO D

República da Irlanda 2-0 Gibraltar
A Irlanda conseguiu a segunda vitória apertada sobre Gibraltar, mas aumentou a vantagem no comando do grupo para cinco pontos. Um auto-golo de Joseph Chipolina fez a diferença entre as equipas até ao período de compensação, quando James McClean cruzou para um cabeceamento certeiro de Robbie Brady que terminou com a ansiedade irlandesa.

PHOTO src="2609891" size="mediumLandscape" align="Right" caption=" " ]

Dinamarca 5-1 Geórgia
A Dinamarca conquistou a primeira vitória no Grupo D à terceira tentativa, tendo marcado cinco golos, e subiu ao segundo lugar, a cinco pontos da Irlanda. Kasper Dolberg abriu a contagem e uma grande penalidade de Christian Eriksen voltou a dar a liderança à equipa da casa depois de Saba Lobzhanidze ter empatado aos 25 minutos. Dolberg, Yussuf Poulsen e Martin Braithwaite deram motivos para o público da casa festejar na última meia-hora.  

GRUPO F

Espanha 3-0 Suécia
A Espanha somou a quarta vitória em quatro jogos ao bater a Suécia no Santiago Bernabéu, apesar de uma exibição soberba do guarda-redes Robin Olsen. Sergio Ramos e Álvaro Morata converteram duas grandes penalidades no segundo tempo, antes do suplente Mikel Oyarzabal se estrear a marcar pelo seu país, com um excelente remate parto do final. 

©Domenic Aquilina

Malta 0-4 Roménia
A Roménia igualou a Suécia em sete pontos depois de marcar cedo em Malta já que, apesar do remate ter ficado preso sob o pé George Pușcaș, a bola saltou e passou por Henry Bonello. Pușcaș acertou na trave, antes de apontar o segundo, pouco antes de Alexandru Chipciu fazer o 3-0 perto do intervalo com um disparo de fora da área. Chipciu foi expulso perto do final, mas Dennis Man aumentou para 4-0 aos 90 minutos.

Ilhas Faroé 0-2 Noruega
Dois cabeceamentos certeiros de Bjorn Johnsen mantiveram o registo perfeito da Noruega frente às Ilhas Faroe mas, mais importante ainda, valeram a primeira vitória desta campanha. O atacante do AZ Alkmaar correspondeu a um cruzamento de Ole Selnæs logo após o reinício e bisou na sequência de um passe do flanco direito de Omar Elabdellaoui. A Noruega fica a dois pontos da Suécia e da Roménia.  

GRUPO G

©Getty Images

Polónia 4-0 Israel
A Polónia fez uma exibição implacável e somou a quarta vitória em quatro jogos, ficando com uma vantagem de cinco pontos sobre Israel, que ainda não tinha perdido. Krzysztof Piątek fez o primeiro golo aos 35 minutos com um remate ao primeiro poste. Na segunda parte, Robert Lewandowski converteu uma grande penalidade no jogo em que igualou o recorde de 106 internacionalizações pela Polónia de Jakub Błaszczykowski, antes de Kamil Grosicki e o suplente Damian Kądzior também marcarem. 

Macedónia do Norte 1-4 Áustria
A Áustria conseguiu uma sensacional reviravolta e subiu ao terceiro lugar por troca com os anfitriões. Martin Hinteregger fez um auto-golo que deu vantagem à equipa da casa, mas o jogo virou quando Konrad Laimer cruzou para um remate de primeira de Valentino Lazaro aos 39 minutos. Os visitantes arrancaram para a vitória após o intervalo, com Marko Arnautović a converter um penalty e a fazer o terceiro golo de cabeça. O resultado final ficou estabelecido quando um rápido contra-ataque terminou com um auto-golo de Egzon Bejtulai.<span class="EOP SCXW29850959 BCX0" style="font-size: 12px;" data-ccp-props="{" 201341983":0,"335559739":160,"335559740":259}"=""> 

Letónia 5-0 Eslovénia
A Eslovénia marcou pela primeira vez cinco golos fora de casa num jogo oficial, com Domen Črnigoj a apontar os primeiros golos pela selecção e Josip Iličić a também bisar na primeira parte. Miha Zajc fez o 5-0 logo após o intervalo e a Eslovénia ficou a dois pontos do segundo lugar de Israel.  

Topo