O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Bale fala do momento e de ocasião única para Gales

Com o entusiasmo a crescer no lado do País de Gales, o seu principal jogador, Gareth Bale, fala sobre a Bélgica, das espectativas existentes e do apoio à sua selecção.

Gareth Bale está pronto para desfrutar dos quartos-de-final frente à Bélgica
Gareth Bale está pronto para desfrutar dos quartos-de-final frente à Bélgica ©Panoramic

A Bélgica tem algumas grandes estrelas como Eden Hazard e Kevin De Bruyne. Dada a altura da prova em que se vão defrontar, como é que vê o jogo contra uma equipa como aquela?

É uma experiência fantástica. Sabemos que a Bélgica é uma equipa muito boa, com muitos bons jogadores e sim, estamos muito entusiasmados com tudo isto. É uma oportunidade que está aí e queremos aproveitá-la ao máximo.

Foi um começo algo nervoso contra a Irlanda do Norte. Viu aí uma pressão diferente sobre aquela que Gales tem vindo a ter durante o jogo?

Bale marca à Bélgica na fase de qualificação
Bale marca à Bélgica na fase de qualificação

Nem por isso, a Irlanda do Norte complica o jogo dos adversários. Sabíamos que iria ser difícil defrontá-los. Foi um daqueles jogos que sabemos como iria ser.

O entusiasmo dos adeptos tem sido maior com o progresso de Gales na prova?

Os nervos aumentam, estou certo, mas eles estão a ser incríveis. Tem sido fantástico - os gritos, os cânticos, o apoio que estamos a ter aqui e em casa – está a ser muito bom. Obviamente queremos agradecer a todos por nos continuarem a apoiar. Esperamos continuar a dar-lhes razões para se orgulharem de nós, vamos dar o nosso melhor na sexta-feira

Finalmente, Gareth, qual a sua mensagem para os adeptos antes daquela que será, provavelmente, o jogo mais importante da história do futebol galês?

Queremos que todos apoiem e cantem, que desfrutem do momento e que estejam com a equipa, que sejam o 12º jogador como até aqui. Vamos tentar que toda uma nação vença o jogo e tentar viver tudo como uma nação. Esperemos poder festejar depois  ...