O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Crença de Terim recompensada com triunfo da Turquia

O triunfo da Turquia sobre a República Checa foi algo que o seleccionador Fatih Terim sempre acreditou - "porque temos uma boa equipa" - enquanto Pavel Vrba explicou que o EURO foi uma lição para os checos.

EURO 2016 highlights: Czech Republic 0-2 Turkey
EURO 2016 highlights: Czech Republic 0-2 Turkey

Fatih Terim, seleccionador da Turquia
Ontem estávamos tristes, mas agora estamos muito optimistas. Há grandes equipas apuradas como Itália, Espanha e Alemanha mas, se avançarmos em prova, é provável que defrontemos o País de Gales.

O nosso único objectivo era continuar em prova e sempre acreditei que era possível. Se passarmos, provavelmente vamos jogar com o País de Gales, mas temos de esperar para ver o que acontece, ainda nada está decidido.

Reconheço que cometi alguns erros nos primeiros dois jogos. Mas esta noite foi melhor. Como sempre pensei, este jogo era o momento certo para reagirmos e recuperar. Tivemos uma grande reacção. Tivemos oportunidade de marcar mais golos e garantir a qualificação.

Agora temos a confiança que resulta desta vitória, os rapazes fizeram um excelente trabalho. Não podemos esquecer que os Checos anularam uma desvantagem de dois golos frente à Croácia, é um adversário complicado.

Temos que superar todos os nossos problemas e dificuldades, o momento decisivo foi o nosso primeiro golo esta noite. A partir desse momento eles tiveram de atacar e concederam mais espaços. Tivemos grandes oportunidades para explorar esses espaços.

Estou completamente satisfeito pela forma como jogámos. Se passarmos, podemos repetir o que fizemos no EURO 2008, porque a nossa confiança está em crescendo. Temos uma boa equipa e agora conseguimos recuperar o nosso espírito de equipa. Ficaria muito frustrado se agora não passasse aos oitavos-de-final.

Burak Yılmaz, avançado da Turquia e Melhor em Campo
A diferença entre os dois primeiros jogos e este foi que temos muitos jogadores inexperientes e isso notou-se nos primeiros desafios. Os jogadores turcos também gostam de coisas difíceis. Agora estamos muito optimistas em passar aos oitavos-de-final.


Pavel Vrba, seleccionador da República Checa
Conhecemos bem a Turquia, pois defrontamo-nos na qualificação, vencendo fora e perdendo em casa. Infelizmente, voltámos a perder. Este era um jogo decisivo, por isso iria sempre ser complicado frente à Turquia.

O nosso objectivo era garantir a qualificação neste grupo, infelizmente não conseguimos. Os três jogos mostraram-nos que o futebol internacional é muito diferente, tem um nível bem diferente da Liga checa. Esta foi uma grande lição para os nossos jovens jogadores e espero que tirem partido disto nas próximas eliminatórias.

Tivemos uma oportunidade nos qualificar e não aproveitámos, parabéns à Turquia. Em termos de renúncias à selecção, o Jaroslav Plašil foi o único que disse no balneário que queria sair.