O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Alemanha passeia rumo aos quartos-de-final

Alemanha 3-0 Eslováquia
Os alemães até falharam um penálti, mas igualaram a sua melhor vitória num EURO e esperam agora por Espanha ou Itália.

EURO 2016 highlights: Germany 3-0 Slovakia
EURO 2016 highlights: Germany 3-0 Slovakia
  • Alemanha vence Eslováquia por 3-0 e apura-se pela terceira vez consecutiva para quartos-de-final
  • Germânicos defrontam Itália ou Espanha nos quartos-de-final no sábado, em Bordéus
  • Jérôme Boateng abre o activo com primeiro golo em 63 internacionalizações
  • Mario Gómez e Julian Draxler também marcam; Mesut Özil falha grande penalidade
  • Gómez iguala Jürgen Klinsmann como recordista alemão de golos em fases finais do EURO, com cinco tentos


A Alemanha apurou-se para os quartos-de-final do UEFA EURO 2016 após derrotar, em Lille, a Eslováquia, nos oitavos-de-final, marcando assim encontro com Itália ou Espanha na fase seguinte.

EURO 2016: Tudo o que precisa de saber

Os alemães tiveram uma entrada fortíssima e tremendamente eficaz no encontro, chegando ao golo ao fim de somente dois remates. Aos 6 minutos, Sami Khedira cabeceou para defesa de Matúš Kozáčik para canto. Do mesmo, resultou um alívio para a zona frontal, com Jérôme Boateng a surgir à entrada da área a rematar de primeira, fazendo a bola entrar junto ao poste, naquele que foi o seu primeiro golo pela selecção alemã em 63 internacionalizações.

Ainda antes do fim do primeiro quarto-de-hora, a Alemanha dispôs de uma soberana ocasião para dilatar a vantagem. O capitão eslovaco Martin Škrtel puxou Mario Gómez na área e o árbitro apontou para a marca de grande penalidade. Chamado à conversão, Mesut Özil permitiu a defesa de Kozáčik, desperdiçando assim o terceiro dos últimos quatro castigos máximos de que dispôs, tanto ao serviço da Alemanha como do Arsenal.

Veja os dez melhores golos do EURO 2016
Veja os dez melhores golos do EURO 2016

Os campeões mundiais não se deixaram afectar pelo lance e, no período de 15 minutos, novamente Özil, com um forte remate junto ao poste, e Thomas Müller, com um perigoso cabeceamento, ficaram perto do golo.

Aos 38 minutos, Julian Draxler teve o seu primeiro lance de perigo na partida, com um remate à entrada da área, fazendo a bola a passar perto do poste.

Dois minutos volvidos teve lugar a única descida eslovaca à área alemã, com o lateral-direito Peter Pekarík a cruzar milimetricamente para a cabeça do dianteiro Juraj Kucka, mas Manuel Neuer foi buscar a bola ao canto superior de forma espantosa.

E, no lance seguinte, a Alemanha decidiu a partida com a obtenção do segundo golo. Draxler progrediu pela linha de fundo do lado esquerdo, tocando em seguida para a boca da baliza, onde estava Mario Gómez pronto para o toque final.

Veja as melhores defesas do EURO 2016
Veja as melhores defesas do EURO 2016

A esperança de reacção eslovaca após o reatamento esbarrou, aos aos 49 minutos, em Neuer, que parou novo disparo perigoso remate de Kucka. O ritmo de jogo decresceu, a Eslováquia equilibrou mais o jogo, mas quem marcou foi, de novo, a Alemanha. Desta feita, o marcador foi Draxler, que mereceu por inteiro o segundo tento que apontou pela sua selecção. Na sequência de um canto de Toni Kroos, Mats Hummels ganhou nas alturas a Ján Greguš e a bola sobrou para um desmarcado Draxler, que rematou forte à boca da baliza.

Com a partida sentenciada, a Alemanha, que continua sem qualquer golo sofrido no EURO 2016, teve até oportunidade para fazer gestão de esforço, tendo em vista os quartos-de-final, substituindo dois dos marcadores de golos, Boateng e Draxler, e também Khedira ainda antes do último quarto-de-hora.

EURO 2016: Equipa do Torneio

Equipas

Os jogadores da Alemanha alinhados antes do jogo com a Eslováquia, em Lens
Os jogadores da Alemanha alinhados antes do jogo com a Eslováquia, em LensGetty Images

Alemanha: Neuer (c); Hector, Hummels, Boateng (Höwedes 72), Kimmich; Draxler (Podolski 72), Khedira (Schweinsteiger 76), Özil, Kroos, Müller; Gómez
Suplentes
: Leno, Ter Stegen, Mustafi, Schürrle, Can, Weigl, Tah, Götze, Sané
Treinador: Joachim Löw

Eslováquia: Kozáčik; Gyömbér (Saláta 84), Ďurica, Škrtel (c), Pekarík; Hamšík, Škriniar, Hrošovský; Weiss (Greguš 46), Ďuriš (Šesták 64), Kucka
Suplentes
: Mucha, Novota, Duda, Stoch, Nemec, Hubočan, Švento, Mak, Pečovský
Treinador
: Ján Kozák

Árbitro: Szymon Marciniak (Polónia)

Melhor em Campo: Julian Draxler (Alemanha)