O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

UEFA EURO 2016 com abertura colorida

Tudo a cantar, tudo a dançar: os 80.000 adeptos presentes no Stade de France e milhões de telespectadores puderam assistir a uma cerimónia de abertura colorida, em Saint-Denis, na noite de sexta-feira.

Watch the opening ceremony at Stade de France
Watch the opening ceremony at Stade de France

Dançarinas can-can, caças da Força Aérea Francesa a voar por cima do estádio, uma Torre Eiffel a aparecer, música com ritmo forte e um mosaico com as cores das 24 selecções participantes nas bancadas... O UEFA EURO 2016 teve um início emocionante no Stade de France esta sexta-feira à noite.

Tinha havido tanta côr e ambiente carnavalesco, dentro e fora do estádio, nas horas que antecederam o pontapé-de-saída, que o espectáculo da directora criativa Julie Brassard corria o risco de não ser original.

No entanto, conseguiu não desapontar, abrindo caminho a um mês de futebol com uma bela abertura cultural que celebrou tudo o que é francês, sem esquecer as outras 23 equipas.

Pouco depois de os jogadores da França e da Roménia terem terminado o aquecimento, o relvado ficou coberto por uma carpete decorativa que representava a tradicional praça das cidades ou vilas, tão adorada pelos franceses.

Inspiradas na cultura popular da nação anfitriã, 150 dançarinas can-can bailaram ao ritmo da noite. A batida ganhou intensidade quando, do carrossel montado no centro do palco saiu uma cabina para o DJ e produtor superestrela, David Guetta.

O estádio entrou em ebulição quando a cantota sueca Zara Larsson se juntou a Guetta. Eram mais de 500 os bailarinos em palco, mas os 80,000 espectadores fizeram a sua parte, dando uma mensagem de boas-vindas a todos os países participantes com a construção de um mosaico com as bandeiras das 24 selecções.

Enquanto os caças da Força Aérea Francesa passavam, de forma espectacular, por cima do estádio, formando a Patrulha de França, as equipas entraram para a cerimónia dos hinos nacionais, tocados pela Guarda Republicana Francesa e pelo Coro da Escola de Rádio de França.

Sem se dar por isso, o show dava lugar aos jogadores, os protagonistas principais. Com muita classe. À francesa.

©Getty Images
©Getty Images
©AFP/Getty Images
©Getty Images
©Getty Images