O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

"Sentimos que o público nos empurrava"

"Alívio total, uma recordação marcante", disse Jean-François Domergue ao recordar a emocionante vitória da França nas meias-finais do Campeonato da Europa, há 30 anos.

"Sentimos que o público nos empurrava"
"Sentimos que o público nos empurrava" ©UEFA.com

Jean-François Domergue, autor de dois golos no triunfo da França sobre Portugal nas meias-finais, há 30 anos, reflecte sobre essa noite memorável em Marselha.

Domergue tinha colocado o país anfitrião do Campeonato da Europa de 1984 em vantagem, mas Rui Jordão empatou e depois consumou a reviravolta do conjunto lusitano no prolongamento. Domergue voltou a marcar e coube ao emblemático capitão gaulês, Michel Platini, fazer o golo da vitória, aos 119 minutos, deixar o Stade Vélodrome em delírio e apurar os "bleus" para a final.

"Sentimos que o público nos empurrava; sentimos isso", lembra Domergue. "Não conseguíamos perceber ao certo onde estavam, mas sentíamos grupos de pessoas à nossa volta que pareciam empurrar-nos, dando apoio. E isso é que foi fantástico."

"[No golo da vitória] Luis [Fernández] passa a Jean Tigana; o Jean Tigana arranca com a bola, cruza para o Michel que, com pouco tempo, mas muita concentração, tem a calma para não rematar de imediato e ao invés controlar a bola. Penso que, com o guarda-redes e dois ou três defesas junto à baliza, ele consegue colocar a bola onde era preciso. Isso fez o 3-2 e foi um alívio total. É uma recordação marcante."

Clique no vídeo acima para ver a entrevista completa a Domergue.