O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Alonso confirma Espanha no caminho de Portugal

Espanha 2-0 França
Xabi Alonso assinalou da melhor forma o seu 100º jogo pela Espanha ao marcar os golos que confirmaram o confronto com Portugal nas meias-finais.

Resumo do EURO 2012: Espanha 2-0 França
Resumo do EURO 2012: Espanha 2-0 França

A Espanha, detentora do troféu e campeã mundial, vai defrontar Portugal nas meias-finais do UEFA EURO 2012, na quarta-feira, na Donbass Arena, em Donetsk, depois de ter derrotado a França, por 2-0, na partida dos quartos-de-final realizada no mesmo local.

Os espanhóis nunca tinham ganho aos franceses em seis jogos oficiais e defrontavam a última selecção que os tinha eliminado de uma grande competição, no Campeonato do Mundo de 2006. Contudo, a história começou a mudar quando Xabi Alonso assinalou da melhor forma a sua 100ª internacionalização pela “roja” ao inaugurar o marcador logo aos 19 minutos, antes de bisar aos 91, de penalty.

EURO 2012: Tudo o que precisa saber

Laurent Blanc tinha dito antes do jogo que tinha preparado a França para se ver privada da posse da bola, por isso não deve ter estranho a tendência de jogo nos minutos iniciais. E, embora sem ser incisiva na grande área, a Espanha chegou ao golo logo aos 19 minutos. Andrés Iniesta lançou Jordi Alba pela esquerda e o jogador espanhol aproveitou a queda de Mathieu Debuchy para olhar e cruzar calmamente a bola ao segundo poste, onde apareceu Alonso a rematar cruzado, de cabeça, apanhando Hugo Lloris em contra-pé.

Os melhores golos do EURO 2012
Os melhores golos do EURO 2012

Com dificuldades em sair em condições para o ataque, os franceses apenas conseguiram levar perigo à área adversária na primeira parte na marcação de livres directos e, no segundo deles, quase chegaram à igualdade. Karim Benzema rematou por cima do alvo aos 26 minutos e, seis volvidos, Yohan Cabaye obrigou o guarda-redes Iker Casillas a efectuar excelente defesa.

Vicente del Bosque voltou a apostar em Cesc Fàbregas como elemento mais adiantado e o camisola 10 espanhol quase ofereceu o golo a Iniesta, em cima da meia-hora, mas Cabaye conseguiu atrapalhar o remate do médio. A formação gaulesa pareceu entrar com mais velocidade na etapa complementar, no entanto, foi a Espanha a estar novamente perto de marcar, seis minutos depois do reatamento, de novo por Alonso e de novo de cabeça, desta vez a cruzamento de Fàbregas.

Em cima da hora de jogo, Franck Ribéry levou a melhor sobre Álvaro Arbeloa na direita e cruzou para o desviou de cabeça de Debuchy por cima, antes de nova arrancada de Ribéry ter semeado o pânico na área espanhola, antes de Casillas resolver o assunto. A França estava mais perigosa só que a tentativa de Benzema também não teve melhor sorte. O ataque francês resumiu-se quase só às investidas de Ribéry, todas sem consequência, e, já com o ataque refrescado com as entradas de Fernando Torres e Pedro Rodríguez, a Espanha confirmou a vitória nos instantes finais, numa grande penalidade apontada por Alonso a castigar falta de Réveillère sobre Pedro.

EURO 2012: Equipa do Torneio


Equipas

Espanha alinhada antes do jogo com a França
Espanha alinhada antes do jogo com a FrançaGetty Images

Espanha: Casillas (c); Jordi Alba, Ramos, Piqué, Arbeloa; Xabi Alonso, Busquets, Xavi; Iniesta (Cazorla 84), Fàbregas (Torres 67), David Silva (Pedro 65)
Suplentes: Valdes, Reina, Raúl Albiol, Javi Martínez, Juanfran, Negredo, Mata, Llorente, Navas
Seleccionador: Vicente del Bosque

França: Lloris (c); Clichy, Koscielny, Rami, Réveillère; Ribéry, Malouda (Nasri 65), M’Vila (Giroud 79), Cabaye, Debuchy (Ménez 64); Benzema
Suplentes: Mandanda, Carrasso, Evra, Valbuena, Matuidi, Diarra, Martin, Ben Arfa
Seleccionador: Laurent Blanc

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália)

Melhor em Campo: Xabi Alonso (Espanha)