Golos mais rápidos do EURO: Lewandowski em segundo

Polónia, Inglaterra e República Checa estiveram perto, mas o recorde de golo mais rápido no EURO pertence a um russo.

O russo Dmitri Kirichenko celebra após marcar o golo mais rápido na história do EURO, frente à Grécia, a 20 de Junho de 2004
O russo Dmitri Kirichenko celebra após marcar o golo mais rápido na história do EURO, frente à Grécia, a 20 de Junho de 2004 Bongarts/Getty Images

O UEFA.com recorda os golos mais rápidos em fases finais do Campeonato da Europa, incluindo dois golos rapidíssimos no UEFA EURO 2016.

1,07 - Dmitri Kirichenko (Rússia 2-1 Grécia, 20/06/2004)
Kirichenko teve um início de carreira frustrante no UEFA EURO 2004, pois teve de assistir do banco ao ruir no sonho da Rússia na sequência de duas derrotas seguidas. O seleccionador Georgi Yartsev decidiu fazer mudanças para o último jogo no Grupo A e o avançado do CSKA Moscovo não poderia ter entrado melhor em campo, desmarcando-se aos 67 segundos para bater Antonios Nikopolidis com um remate de pé direito. Continua a ser o golo mais rápido numa fase final.

Resumo: Veja seis dos golos mais rápidos na história do EURO
Resumo: Veja seis dos golos mais rápidos na história do EURO

1,40 – Robert Lewandowski (Polónia - Portugal, 30/06/16)
O avançado polaco ficou em branco nos primeiros quatro jogos no UEFA EURO 2016, mas precisou apenas de 100 segundos para abrir o activo no jogo dos quartos-de-final em Marselha, com uma típica finalização a centro de Kamil Grosicki da esquerda.

Robbie Brady festeja frente à França
Robbie Brady festeja frente à França©Getty Images

2,00 – Robbie Brady (França - República da Irlanda, 26/06/2016)  
Decorria apenas o segundo minuto do jogo dos oitavos-de-final quando Robbie Brady colocou a Irlanda na frente, através de uma grande penalidade que bateu no poste esquerdo da baliza de Hugo Lloris antes de entrar.

2,07 - Sergei Aleinikov (Inglaterra 1-3 União Soviética, 18/06/1988)
A URSS precisava de uma vitória para garantir a passagem às meias-finais e não poderia ter começado melhor, aproveitando uma perda de bola de Glenn Hoddle. Aleinikov subiu pelo meio-campo, antes de flectir para o centro e bater Chris Woods.

Petr Jiráček celebra o seu golo madrugador
Petr Jiráček celebra o seu golo madrugador©AFP/Getty Images

2,14 – Petr Jiráček (Grécia 1-2 República Checa, 12/06/2012)
O passe de Tomáš Hübschman pelo meio da dupla improvidada de centrais gregos, formada por Kyriakos Papadopoulos e Kostas Katsouranis, permitiu a Jiráček marcar, sendo rapidamente seguido pelo tento de Václav Pilař, com os checos a somarem os primeiros pontos no Grupo A.

2,14 - Alan Shearer (Alemanha 1-1 Inglaterra (6-5 nos penalties), 26/06/1996)
Este grande embate nas meias-finais teve um início sensacional. Paul Ince já tinha testado a atenção de Andreas Köpke com um remate de primeira, mas o guarda-redes alemão nada pôde fazer quando Shearer aproveitou um desvio de Tony Adams, na sequência de um pontapé de canto de Paul Gascoigne.

Michael Owen afasta-se após marcar
Michael Owen afasta-se após marcar©Getty Images



2,25 - Michael Owen (Portugal 2-2 Inglaterra (6-5 no desempate), 24/06/2004)
Inglaterra não podia ter começado o jogo melhor, com Jorge Andrade a não conseguiu interceptar um mau atraso de Costinha e Owen a fugir nas costas da defesa para bater Ricardo. Mais tarde, no desempate por penalties, o guardião converteu o remate decisivo e completou a recuperação de Portugal rumo aos quartos-de-final.

2,27 - Hristo Stoichkov (Bulgária 1-0 Roménia, 13/06/1996)

Os adeptos ainda ocupavam os seus lugares em St James 'Park quando Stoichkov recebeu um passe curto e, aproveitando uma escorregadela de Miodrag Belodedici, entrou por uma brecha na defesa da Roménia. O atacante ganhou espaço com uma finta de corpo e bateu Bogdan Stelea com um remate de pé esquerdo.

E numa final...

5,17 - Chus Pereda (Espanha 2-1 União Soviética, 21/06/1964)
Estavam disputados apenas seis minutos da final de 1964 quando Pereda emendou um cruzamento da direita de Luis Suárez, após Eduard Mudrik não ter conseguido cortar a bola.

Conteúdos relacionados

Topo