Scifo ajuda Bélgica ante a Jugoslávia

Bélgica 2-0 Jugoslávia
Georges Grün e Erwin Vandenbergh apontaram os golos, mas Enzo Scifo, o mais jovem de sempre numa fase final, também deu nas vistas.

Enzo Scifo chamou a si os holofotes
Enzo Scifo chamou a si os holofotes ©Getty Images

Finalista quatro anos antes, a Bélgica iniciou a campanha de 1984 com um triunfo, por 2-0, sobre a Jugoslávia.

Sem poder contar com alguns defensores (Walter Meeuws, Gérard Plessers e Erik Gerets), todas as eventuais deficiências na defesa belga foram, ainda assim, mascaradas pelo talento do médio de 18 anos, Enzo Scifo. O mais novo jogador de sempre a participar numa fase final viria ser determinante no desfecho da partida. Foi o seu pontapé de canto que proporcionou a Georges Grün, que se estreava pelos "diabos vermelhos", o cabeceamento para uma vantagem de dois golos ainda antes do intervalo.

Erwin Vandenbergh foi quem fez funcionar o marcador em primeiro lugar, quando estavam decorridos 28 minutos, acorrendo a um passe de Walter de Greef, virando e rematando para o fundo das redes, apanhando Srečko Katanec na trajectória. A Jugoslávia nunca conseguiu impor o seu jogo e apenas conseguiu criar uma ocasião de perigo, mas o guardião Jean-Marie Pfaff esteve, como quase sempre, à altura dos acontecimentos.

Topo