O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ronaldo falha penálti e Áustria trava Portugal

Portugal 0-0 Áustria

Cristiano Ronaldo falhou um penálti em noite de recorde e muitos remates de Portugal.

Resumo do EURO 2016: Portugal 0-0 Áustria
Resumo do EURO 2016: Portugal 0-0 Áustria
  • Cristiano Ronaldo falha grande penalidade aos 79 minutos
  • Portugal soma dois pontos no Grupo F, Áustria tem um
  • Ronaldo bate recorde com 128 jogos por Portugal
  • Últimos jogos do Grupo F, 22 de Junho: Islândia - Áustria, Hungria - Portugal

Portugal e Áustria empataram a zero na segunda jornada do Grupo F, num jogo em que a formação lusitana rematou bastante, mas esbarrou na muralha defensiva adversária e falhou inclusive uma grande penalidade, por Cristiano Ronaldo.

EURO 2016: Tudo o que precisa de saber

A actuar em 4-3-3 - com Nani, Quaresma e Cristiano Ronaldo na frente -, Portugal entrou a dominar, tendo conquistado dois pontapés-de-canto nos instantes iniciais. Ainda assim, a primeira ocasião de golo pertenceu aos austríacos, logo aos três minutos. Martin Harnik, livre de marcação, cabeceou com muito perigo, com a bola a sair ao lado da baliza à guarda de Rui Patrício.

Aos 11 minutos foi a vez de Portugal responder, primeiro por intermédio de Nani, que permitiu a defesa de Robert Almer, com o guarda-redes da Áustria e evitar novamente o golo no seguimento da jogada, após disparo de longe de Vieirinha.

Ronaldo triste, mas esperançado no apuramento
Ronaldo triste, mas esperançado no apuramento

Aos 21 minutos Portugal voltou a ficar perto do golo, após jogada pelo lado esquerdo. Raphaël Guerreiro entrou na área contrária, efectuou o cruzamento e Cristiano Ronaldo, em posição central, rematou com intenção mas o esférico saiu ligeiramente ao lado. Sempre mais perigosa, a equipa das "quinas" poderia ter inaugurado o marcador aos 29 minutos, após um canto do lado esquerdo. Nani cabeceou de forma perfeita mas o remate acabou por embater no poste da baliza austríaca.

Ronaldo, muito activo no ataque de Portugal, tentou novamente o golo aos 37 minutos, mas Almer deteve o remate acrobático do atleta do Real Madrid. Pouco depois, aos 40, a Áustria criou perigo na sequência de um livre mas Vieirinha afastou o perigo quando Harnik se preparava para encostar a bola para o fundo das redes.

Moutinho: Ainda tudo é possível
Moutinho: Ainda tudo é possível

No segundo tempo a Áustria deu o primeiro sinal de perigo, aos 46 minutos, graças a um remate forte de Stefan Ilsanker, de longe. Rui Patrício, atento, voou para o seu lado esquerdo e efectuou uma defesa fantástica. Oito minutos volvidos, Ronaldo voltou a testar os reflexos de Almer, desta feita com um remate colocado, a obrigar o guarda-redes austríaco a uma defesa providencial. O guardião viria a negar novamente o golo ao capitão de Portugal na sequência do lance, ao travar um cabeceamento que parecia destinado a quebrar o nulo.

À entrada para os últimos 20 minutos, Fernando Santos mexeu na equipa, na tentativa de chegar ao golo. Pouco tempo depois, a grande oportunidade do jogo, e logo para a selecção das "quinas", quando Martin Hinteregger carregou Ronaldo na área. No entanto, na cobrança do castigo máximo, o capitão luso rematou à base do poste. O ataque de Portugal foi reforçado com as entradas de Éder e Rafa Silva, mas o nulo acabou mesmo por prevalecer, deixando as duas equipas no terceiro e quarto lugar, respectivamente.

EURO 2016: Equipa do Torneio

Equipas

Portugal alinhado antes do jogo no Parc des Princes, em Paris
Portugal alinhado antes do jogo no Parc des Princes, em ParisGetty Images

Portugal: Rui Patrício; Vieirinha, Pepe, Ricardo Carvalho, Guerreiro; Quaresma (João Mário 71), William Carvalho, João Moutinho, Gomes (Eder 93); Nani (Rafa Silva 89), Ronaldo (c)
Suplentes: Anthony Lopes, Eduardo, Bruno Alves, Fonte, Danilo, Renato Sanchez, Eliseu, Cédric Soaes, Adrien Silva
Treinador: Fernando Santos

Áustria: Almer; Klein, Prödl, Hinteregger, Fuchs (c); Ilsanker (Wimmer 87), Baumgartlinger, Harnik, Alaba (Schöpf 65); Arnautović, Sabitzer (Hinterseer 85)
Suplentes: Lindner, Özcan, Garics, Okotie, Suttner, Janko, Jantscher
Treinador: Marcel Koller

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália)

Melhor em Campo: João Moutinho (Portugal)