O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Nainggolan dá triunfo à Bélgica sobre a Suécia

Suécia 0-1 Bélgica
Um forte remate de Radja Nainggolan, a seis minutos do final, permitiu o triunfo dos belgas e a confirmação do segundo lugar do Grupo E.

Resumo do EURO 2016: Suécia 0-1 Bélgica
Resumo do EURO 2016: Suécia 0-1 Bélgica
  • A Bélgica garante o Segundo lugar do Grupo F depois de um triunfo que eliminou a Suécia
  • Radja Nainggolan marca tento solitário dos “diabos vermelhos”, que defrontam a Hungria nos oitavos-de-final, no domingo, em Toulouse
  • Zlatan Ibrahimović termina a carreira internacional com 62 golos em 116 jogos
  • Erik Hamrén deixa o comando da Suécia pós sete anos como seleccionador

Um forte remate de Nainggolan, a seis minutos do final, permitiu o triunfo dos belgas e confirmação do segundo lugar do Grupo E.

EURO 2016: Tudo o que precisa saber

A primeira situação de perigo foi criada pelos escandinavos, Thibaut Courtois defendeu o disparo à queima-roupa de Marcus Berg, o primeiro remate à baliza da Suécia neste EURO. Na resposta, Romelu Lukaku obrigou Andreas Isaksson a uma boa estirada.

Os belgas assumiram o comando do jogo, aos 25 minutos Eden Hazard trabalhou bem e deixou a bola para Kevin De Bruyne, o remate saiu à figura do guarda-redes. Na jogada seguinte, Zlatan Ibrahimović rematou forte e cruzado, ficou muito perto de marcar na outra baliza.

A pressão da equipa de Marc Wilmots continuou no segundo tempo, aos 58 minutos Yannick Carrasco avançou pela direita e forçou a defesa sueca a ceder canto. Seis minutos depois, De Bruyne rematou forte e colocado a 20 metros da baliza, mas Isaksson fez uma excelente defesa. O guarda-redes sueco esteve em grande destaque, aos 73 minutos conseguiu manter a baliza inviolada quando Lukaku surgiu isolado em contra-ataque. 

Na outra área, Courtois brilhou ao defender um livre de Ibrahimović e mostrou que a Bélgica também está bem servida de guarda-redes. Dries Mertens saiu do banco e aos 80 minutos trabalhou bem e rematou forte, mas Isaksson parecia insuperável.    

O guarda-redes só foi vergado a seis minutos do final. Nainggolan rematou forte de fora da área, a bola sofreu um ligeiro desvio em Erkan Zengin e tornou inútil a estirada do guarda-redes. Ficava confirmada a eliminação da Suécia no adeus de Ibrahimović.

Melhor em Campo: Eden Hazard

EURO 2016: Equipa do Torneio
Suécia alinhada em Nice
Suécia alinhada em NiceAFP via Getty Images


Equipas

Suécia: Isaksson; Lindelöf, Johansson, Granqvist, Olsson; Larsson (Durmaz 70), Ekdal, Källström, Forsberg (Zengin 82); Berg (Guidetti 63), Ibrahimović (c)
Suplentes: Olsen, Carlgren, Lustig, Jansson, Hiljemark, Wernbloom, Augustinsson, Lewicki, Kujović
Seleccionador: Erik Hamrén

Bélgica: Courtois; Meunier, Alderweireld, Vermaelen, Vertonghen; Nainggolan, Witsel, Carrasco (Mertens 71), De Bruyne, Hazard (c) (Origi 90+3); R. Lukaku (Benteke 87)
Suplentes: Mignolet, Gillet, Fellaini, Denayer, Kabasele, Dembélé, J. Lukaku, Batshuayi, Ciman
Seleccionador: Marc Wilmots

Árbitro: Felix Brych (Alemanha)