O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Espanha bate Turquia rumo aos oitavos-de-final

Espanha 3-0 Turquia
Os comandados de Vicente del Bosque somaram o segundo triunfo sem golos sofridos e apuram-se sem problemas para os oitavos-de-final.

Resumo do EURO 2016: Espanha 3-0 Turquia
Resumo do EURO 2016: Espanha 3-0 Turquia
  • Espanha junta-se a Itália e França nos oitavos-de-final após dominar a Turquia com facilidade
  • Nolito cruza para Álvaro Morata abrir a contagem de cabeça aos 34 minutos
  • Três minutos depois, Nolito aumenta vantagem; Morata assina facilmente o terceiro golo a abrir a segunda parte

A campeã Espanha apurou-se para os oitavos-de-final do UEFA EURO 2016 ao derrotar a Turquia por 3-0, o resultado mais volumoso registado até ao momento no UEFA EURO 2016.

EURO 2016: Tudo o que precisa saber

O jogo começou com um cartão amarelo exibido a Sergio Ramos quando ainda não estava cumprido o primeiro minuto. A Espanha entrou muito forte no encontro e, ainda antes dos 10 minutos, já tinha disposto de duas boas ocasiões para marcar. Aos seis minutos, Álvaro Morata rematou de muito longe para excelente de defesa de Volkan Babacan para canto e, aos 10 minutos, após Hakan Balta quase ter marcado na própria baliza ao desviar para canto um cruzamento de Jordi Alba, Gerard Piqué teve um cabeceamento ligeiramente por cima da trave.

A Turquia só se aproximou da baliza à guarda de David De Gea mercê de remates de longa distância pelo seu especialista em lances do género, o médio do Bayer Leverkusen, Hakan Çalhanoglu. Aos 24 minutos rematou de pé esquerdo por cima da trave e, dois minutos volvidos, cobrou um livre directo com mais perigo ainda, mas com a bola a sair de novo por cima.

Foi então que a Espanha chamou a si o domínio total e tudo começou com um remate em arco de Nolito que passou perto. O actual extremo do Celta de Vigo abrira o livro e. aos 34 minutos, cruzou com precisão milimétrica para a cabeça de um desmarcado Alvaro Morata, que marcou com facilidade.
Somente três minutos depois, foi a vez do próprio Nolito marcar. O ex-jogador do Benfica encontrava-se na área quando, algo inexplicavelmente, Hakan Balta cabeceou a bola na direcção das próprias redes, cabendo a Nolito desviar a bola do guarda-redes.

O intervalo nada trouxe de novo. Ou seja, os turcos regressaram dos balneários apáticos e desmotivados e a Espanha continuou a dominar como quis e, logo aos 48 minutos, colocou um ponto final na discussão do resultado, com Morata a bisar no encontro, a concluir, com facilidade após passe de bandeja de Alba, uma jogada na qual todos os dez jogadores de campo espanhóis tiveram oportunidade de tocar na bola.

Aos 50 minutos, Andrés Iniesta, que já descobrira Alba no lado esquerdo no lance do segundo golo, fez um cruzamento teleguiado para a cabeça de Morata, que falhou o "hat-trick" por escassos centímetros. Até final, deu para tudo para a Espanha e até para a gestão do plantel, atestada pelas três substituições efectuadas quando tudo já estava resolvido.

Melhor em campo: Andrés Iniesta (Espanha)

EURO 2016: Equipa do Torneio


Equipas

Turquia alinhada em Nice
Turquia alinhada em NiceGetty Images

Espanha: De Gea; Juanfran, Piqué, Ramos (c), Alba (Azpilicueta 81); Busquets, Fàbregas (Koke 71), Iniesta, D. Silva (Soriano 64); Nolito, Morata
Suplentes: Casillas, Rico, Bartra, Vázquez, Pedro, Bellerín, Thiago, San José, Aduriz
Seleccionador: Vicente del Bosque

Turquia: Babacan; Gönül, Topal, Balta, Erkin; Ozan Tufan, İnan (Mallı 70), Özyakup (Şahan 62), Hakan Çalhanoğlu (Şahin 46); Turan (c), Yılmaz
Suplentes: Kıvrak, Tekin, Kaya, Çalik, Cenk Tosun, Köybaşi, Şen, Mor, Ozbayrakli
Seleccionador: Fatih Terim

Árbitro: Milorad Mažić (Sérvia)