O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Alemanha e Polónia empatam e eliminam Ucrânia

Alemanha 0-0 Polónia
Arkadiusz Milik desperdiçou as duas melhores oportunidades no primeiro jogo sem golos no UEFA EURO 2016, resultado que ditou a eliminação da Ucrânia.

Resumos do EURO 2016: Alemanha 0-0 Polónia
Resumos do EURO 2016: Alemanha 0-0 Polónia
  • Alemanha e Polónia no primeiro empate sem golos do UEFA EURO 2016
  • Alemanha perde apenas um dos últimos 21 jogos com o Polónia
  • Empate assegura última posição do Grupo C para a Ucrânia e a sua consequente eliminação
  • Últimos jogos do Grupo C, 21 de Junho: Ucrânia - Polónia, Irlanda do Norte - Alemanha


Alemanha e Polónia protagonizaram o primeiro empate sem golos do UEFA EURO 2016, em jogo da segunda jornada do Grupo C realizado no Stade de France, resultado que deixa ambas as selecções com mais um ponto que a Irlanda do Norte.

EURO 2016: Tudo o que precisa de saber

A Alemanha entrou para o encontro com a vizinha Polónia bastante motivada pela vitória sobre a Ucrânia, embora tivesse encontrado muitas dificuldades de penetração, algo que se repetiu durante a partida com a Polónia - pese embora, logo aos quatro minutos, Mario Götze tivesse surgido solto na área a cabecear por cima e Jonas Hector tivesse tido um perigoso remate ao lado.

Ronaldo, Bale, Pogba – veja livres fantásticos no EURO 2016
Ronaldo, Bale, Pogba – veja livres fantásticos no EURO 2016

Toni Kroos também quase aproveitou a uma perda de bola de Łukasz Piszczek em zona proibida e a Polónia só respondeu pouco depois dos 20 minutos, com Mats Hummels e Benedikt Höwedes e bloquearem remates de Robert Lewandowski, que viria o companheiro do Bayern, Jérôme Boateng, negar-lhe o golo no segundo tempo.

A primeira parte concluir-se-ia sem quaisquer outras ocasiões de perigo, tal a forma como as duas equipas encaixavam os respectivos sistemas tácticos e anulavam as figuras adversárias.

O segundo tempo foi muito mais movimentado, mercê de uma maior velocidade imprimida por ambas as equipas. Logo no primeiro lance, Arkadiusz Milik desperdiçou a melhor ocasião da partida, falhando de cabeça (acertou na bola com o nariz) à boca da baliza após cruzamento de Grosicki.

Resumo: As melhores defesas do EURO 2016
Resumo: As melhores defesas do EURO 2016

No lance imediatamente seguinte, Götze flectiu da direita e rematou à figura de Łukasz Fabiański (que rendera Wojciech Szczęsny devido a lesão deste), terminando com 137 minutos sem que a Polónia tivesse visto um adversário rematar enquadrado com a sua baliza nesta fase final.

Milik cobrou, depois, um livre indirecto, com a bola passar muito perto do poste e respondeu Mesut Özil com um forte remate por cima. Vendo a incapacidade de penetração da sua equipa, Joachim Löw retirou Götze e colocou André Schürrle no seu lugar, mas a oportunidade que se seguiu (e novamente clamorosa) voltou a pertencer a Milik, que, aos 67 minutos, rematou na relva em posição frontal em vez de acertar na bola e emendar novo cruzamento de Grosicki.

Dois minutos volvidos, Özil teve um forte disparo superiormente defendido por Fabiański e Löw decidiu lançar a derradeira cartada para o assalto à área polaca: o longilíneo Mario Gómez. Respondeu Adam Nawalka com a entrada do jovem Bartosz Kapustka para segurar o meio-campo e manter a posse da bola na medida do possível, tarefa que foi conseguida com a eficácia que faltou, principalmente a Milik, na hora da definição.

Melhor em campo: Jérôme Boateng (Alemanha)

EURO 2016: Equipa do Torneio

Equipas

A selecção da Polónia
A selecção da PolóniaGetty Images

Alemanha: Neuer (c); Hector, Hummels, Boateng, Höwedes; Draxler (Gómez 71), Khedira, Özil, Kroos, Müller; Götze (Schürrle 66)
Suplentes: Leno, Ter Stegen, Mustafi, Schweinsteiger, Podolski, Can, Weigl, Tah, Sané, Kimmich
Seleccionador: Joachim Löw

Polónia: Fabiański; Jędrzejczyk, Pazdan, Glik, Piszczek; Grosicki (Peszko 87), Mączyński (Jodłowiec 76), Krychowiak, Błaszczykowski (Kapustka 80); Lewandowski (c), Milik
Suplentes: Szczęsny, Boruc, Cionek, Linetty, Stępiński, Wawrzyniak, Salamon, Zieliński, Starzyński
Seleccionador: Adam Nawałka

Árbitro: Björn Kuipers (Países Baixos)