©Getty Images

Budapeste é ...
• A capital da Hungria.
• Uma cidade formada pela junção de Buda e Obuda, na margem oeste do Danúbio, com Peste na este.
• Casa de 80 nascentes geotermais e do maior sistema de caves termais do mundo.
• A cidade que deu ao mundo Ferenc Puskás e muitos outros "Mágicos Magiares" dos anos 1950s.
• Uma cidade da ciência: as principais invenções e descobertas de Budapeste incluem a esferográfica, cubo de Rubik e a vitamina C.

Onde fica
Siga o rio Danúbio 300 km depois de Viena, passe Bratislava e acabará por chegar a Budapeste, situada no centro da Bacia Cárpata, a cerca de 7,000 km de Nova Iorque e Pequim.

O estádio ganhou o nome do lendário Ferenc Puskás
O estádio ganhou o nome do lendário Ferenc Puskás©Getty Images

Estádio Ferenc Puskás 
• Começaram em 2016 as obras do novo estádio em Budapeste, que tem o nome do seu mais famoso futebolista, cujo final está previsto para 2019.
• Depois de pronto terá uma capacidade para 65 mil espectadores sentados e será a nova casa da selecção da Hungria.
• O antigo estádio Ference Puskás foi destruído para dar lugar ao novo, que sucedeu ao primeiro estádio nacional, o Népstadion (Estádio do Povo) inaugurado em 1953.
• Este primeiro recinto testemunhou a maior derrota de sempre da Inglaterra num jogo internacional, quando foi derrotada 7-1 pela Hungria, a 23 de Maio de 1954.
• Outras estrelas que actuaram no primeiro estádio foram os Queen, Genesis, U2, Guns'n'Roses, Rolling Stones, Michael Jackson e Depeche Mode.



Como chegar a Budapeste
O Aeroporto Internacional Ferenc Liszt, em Budapeste – em homenagem ao compositor mundialmente conhecido como Franz Liszt – está a 16 km da cidade propriamente dita. Budapeste tem uma vasta rede de metro - a sua Linha 1 é mais antiga da Europa continental – bem como eléctricos de superfície, apesar do estádio estar num local perfeito para quem gosta de andar, pois situa-se a 1km da principal estação de comboios da cidade.

Onde ficar
Budapeste é o principal destino turístico, com muitos e variados hotéis localizados no centro, havendo também muitas outras opções baratas. Vejas algumas ligações úteis abaixo.

A vista da famosa Ponte das Correntes
A vista da famosa Ponte das Correntes©Getty Images

O que ver
Cultura: O impressionante Museu de História de Budapeste oferece arte bem como história dentro do imponente Castelo de Buda, com a catedral, sinagoga e o Museu Casa do Terror a serem outros pontos de visita obrigatória.
Ambiente: Património Mundial da UNESCO, a Colina do Castelo tem um 1km de cumprimento e tem muitos locais de interesse, como a Praça da Trindade, a Igreja Matias (Mátyás templom) e o Bastião dos Pescadores (Halászbástya).
Ar livre: Atravessar o Danúbio pela Ponte das Correntes é algo que todos os turistas devem fazer, bem como ir à Ilha Margarida, local ideal para correr e nadar, tendo ainda um spa termal e um parque de vida selvagem.

Comer e beber
Paprika doce é o principal sabor da Hungria e, ao mesmo tempo que poderá encontrar em Budapeste muitas opções de comida internacional, a reconhecida e pesada sopa gulyás (gulash), bem como os também famosos guisados Pörkölt e papriká (esta com natas azedas) deverão merecer a sua atenção, juntamente com a rica pastelaria local. Quando a bebidas, o vinho doce Tokai é mundialmente famoso, enquanto o brandy frutado Pálinka e as cervejas frutadas podem ser desfrutadas num local bem secreto.

Futebol na cidade
Os sucessos do Debrecen no virar do milénio agitaram um pouco as águas, mas os clubes de Budapeste foram sempre dominadores na Hungria. Destaque para o derby local entre o Ferencváros e o Újpest, apesar do MTK Budapeste, da antiga equipa do exército húngaro, o Honvéd e o Vasas, fundado pelo sindicato dos metalúrgicos húngaros, terem sido também potências locais e também nas provas da UEFA, em tempos idos.

Sair da cidade
Enquanto o centro de Budapeste mantém o seu esplendor de sempre, uma grande vista à sua história mais recente está disponível no Parque Memento, a sudoeste, que é agora a nova casa de alguns dos mais imponentes monumentos que dominaram a paisagem húngara na era comunista. O Palácio Gödöllő, a noroeste do centro é uma bela recordação do outrora grandioso período barroco da Hungria.

Ligações úteis
Turismo de Budapeste: http://www.Budapeste.com/
Lonely Planet: https://www.lonelyplanet.com/Hungria/Budapeste
Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Budapeste
Puskás Ferenc Stadion: http://mnsk.hu/en/letesitmeny/puskas-ferenc-stadion/
Federação da Hungria de Futebol (MLSZ): http://www.mlsz.hu/

Topo