Factos: Benfica - Zenit

O terceiro lugar é o máximo a que o Benfica pode chegar no Grupo G, enquanto o Zenit quer desalojar o Lyon da segunda posição.

Rúben Dias (Benfica) e Sardar Azmoun (Zenit) em acção no jogo na Rússia
Rúben Dias (Benfica) e Sardar Azmoun (Zenit) em acção no jogo na Rússia ©AFP/Getty Images

Na visita ao Benfica, o Zenit tem como objectivo defender o segundo lugar e garantir o apuramento, ao passo que as "águias" apenas podem ambicionar o terceiro lugar do Grupo G.

• O clube russo venceu seis dos últimos nove jogos frente a emblemas lusos, o último precisamente ante o Benfica, por 3-1, na segunda jornada da fase de grupos. Em igualdade pontual com o Lyon, o Zenit venceu graças a golos de Artem Dzyuba (22), um Rúben Dias (70, auto-golo) e Sardar Azmoun (78), antes de Raúl De Tomás reduzir aos 85 minutos. O Zenit apura-se se ganhar ao Benfica e o Lyon não bater o Leipzig, se ambos os jogos terminarem empatados, ou se o Lyon perder, pois a formação russa tem vantagem no confronto directo.

• O Benfica tem quatro pontos e já não conseguirá terminar nos dois primeiros lugares. Será terceiro se vencer o Zenit por um resultado melhor do que 3-1 e o Lyon não perder, ou se ganhar por qualquer resultado e o Lyon for derrotado pelo Leipzig.

Resumo: Zenit 3-1 Benfica
Resumo: Zenit 3-1 Benfica

Confrontos anteriores
• Antes do triunfo do Zenit na segunda jornada, cada equipa somava três triunfos - dois em casa e um fora - nos seis encontros anteriores, tendo Zenit e Benfica apontado sete golos cada.

• Os dois clubes cruzaram-se nos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2015/16, altura em que o Benfica seguiu em frente graças à vitória por 1-0 em casa e por 2-1 fora.

• A equipa portuguesa também levou a melhor quando se reencontraram na mesma fase da competição em 2011/12, recuperando de uma derrota por 3-2 na Rússia com uma vitória por 2-0 em Lisboa.

• O Zenit foi melhor na fase de grupos da UEFA Champions League 2014/15: ganhou por 2-0 na primeira jornada, em Lisboa, e voltou a triunfar na quinta ronda, por 1-0. Os russos foram terceiros no grupo e o Benfica terminou no quarto lugar.

Resumo: Leipzig 2-2 Benfica
Resumo: Leipzig 2-2 Benfica

Guia de forma
Benfica
• O Benfica venceu apenas três dos últimos 18 jogos na UEFA Champions League, da fase de grupos até à final (E2 D13), tendo a última vitória sido contra o Lyon, na terceira jornada (2-1), no jogo caseiro mais recente. Esteve perto de somar mais um triunfo na ronda passada, já que em Leipzig chegou aos 90 minutos a ganhar por 2-0. No entanto, sofreu dois golos nos descontos, que colocaram um ponto final nas esperanças de apuramento.

• O Benfica perdeu os outros três jogos nesta edição da competição: 2-1 na recepção ao Leipzig e 3-1 na visita ao Lyon, para além da derrota em São Petersburgo com o Zenit.

• Em 2018/19, o Benfica terminou no terceiro posto do Grupo E, com sete pontos, atrás de Bayern e Ajax, tendo transitado para a UEFA Europa League. Após eliminar Galatasaray (2-1 no total) e Dinamo Zagreb (3-1 no total), foi afastado pelo Eintracht Frankfurt nos quartos-de-final, devido aos golos fora (4-2 c, 0-2 f).

• O Benfica perdeu 15 dos últimos 28 jogos europeus.

Resumo: Benfica 2-1 Lyon
Resumo: Benfica 2-1 Lyon

• A primeira mão contra o Eintracht, na temporada passada, e a vitória sobre o Lyon, já esta época, foram as únicas vezes em que o Benfica marcou mais do que um golo no tempo regulamentar em 17 jogos europeus em casa. Durante essa sequência, marcou apenas 17 golos.

• As "águias" perderam apenas dois dos últimos dez jogos caseiros nas provas europeias (V5 E3).

• O Benfica perdeu duas vezes em casa com equipas russas (V5 E2), sendo que esses desaires aconteceram nos últimos três jogos. Em casa e fora, perdeu três vezes seguidas com emblemas russos.

• Campeão português pela 37ª vez na época passada - registo recorde - o Benfica está presente na fase de grupos pela 15ª vez, embora apenas em cinco ocasiões tenha chegado aos oitavos-de-final. Em 1994/95, sem a fase dos oitavos-de-final, passou directamente aos quartos-de-final.

• O clube lisboeta já disputou sete finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus, tendo erguido o troféu em 1961 e 1962.

Resumo: Zenit 2-0 Lyon
Resumo: Zenit 2-0 Lyon

Zenit
• O Zenit somou quatro pontos nos dois primeiros jogos do Grupo G, ao empatar 1-1 em Lyon e derrotar o Benfica na segunda jornada, seguindo-se duas derrotas com o Leipzig (2-1 fora e 2-0 em casa). Venceu o Lyon por 2-0 em São Petersburgo na quinta jornada, mas ainda assim soma apenas três triunfos nos últimos dez jogos europeus (E1 D6).

• O Zenit não ganha há 11 jogos fora nas competições europeias (E3 D8), desde a vitória por 3-1 sobre a Real Sociedad, na sexta jornada da UEFA Europa League 2017/18.

• O Zenit ganhou o seu sexto título da URSS/Rússia em 2018/19, o primeiro desde 2015. Os últimos cinco campeonatos foram conquistados a partir de 2007.

• Esta é a sétima participação do emblema de São Petersburgo na fase de grupos da UEFA Champions League e a primeira desde 2015/16, altura em que atingiu os oitavos-de-final, algo que aconteceu pela terceira vez na sua história.

Resumo: Zenit 0-2 Leipzig
Resumo: Zenit 0-2 Leipzig

• Em 2018/19, na sua 12ª campanha europeia consecutiva, o Zenit começou na terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League, fase em que operou uma incrível reviravolta frente ao Dinamo Minsk. Depois de uma surpreendente derrota na Bielorrússia, por 4-0, venceu por 8-1 em casa, após prolongamento. A seguir, eliminou o Molde no "play-off", e depois terminou em primeiro lugar num grupo que incluía Slavia Praga, Bordéus e Copenhaga. Afastou o Fenerbahçe nos 16 avos-de-final mas foi eliminado pelo Villarreal nos oitavos-de-final, perdendo em casa (1-3) e fora (1-2).

• O Zenit venceu três jogos seguidos em Portugal até perder por 1-0 com o Benfica, em Fevereiro de 2016, naquela que foi a visita mais recente. O seu registo fora ante equipas portuguesas é: V3 E1 D3.

Ligações e curiosidades
• Na final da UEFA Europa League de 2013, em Amesterdão, o defesa Branislav Ivanović marcou o golo da vitória do Chelsea frente ao Benfica, facturando de cabeça nos descontos.

Resumo: Leipzig 2-1 Zenit
Resumo: Leipzig 2-1 Zenit

• Ivanović jogou pela Sérvia com Ljubomir Fejsa e Andrija Živković, dupla do Benfica.

• Ivan Zlobin, guarda-redes russo do Benfica, passou três temporadas na academia do CSKA Moscovo antes de rumar a Portugal, em 2015, tendo ingressado no Benfica no ano seguinte.

• Yordan Osorio chegou a Portugal em 2017 para assinar pelo Tondela. Ingressou no Porto no Verão de 2018 e passou a última temporada no Vitória SC, tendo-se estreado no campeonato português com uma derrota diante do Benfica, por 3-2, a 10 de Agosto de 2018. Está emprestado pelo Porto ao Zenit.

• Emanuel Mammana e Matías Kranevitter, do Zenit, e Franco Cervi, do Benfica, são internacionais pela Argentina.

Últimas notícias

Benfica
• As "águias" iniciaram a defesa do título de campeão nacional com 12 vitórias em 13 jogos, sofrendo apenas uma derrota - por 2-0 na recepção ao Porto, a 24 de Agosto.

• Essa derrota encerrou uma série de 11 vitórias seguidas no campeonato; venceu 21 dos últimos 22 jogos na competição, mais recentemente frente ao Boavista, na sexta-feira, por 4-1.

• O Benfica marcou 63 golos nos últimos 20 jogos de campeonato.

• A formação lisboeta não sofreu golos em nove partidas de campeonato esta temporada, incluindo sete nas últimas dez jornadas.

• Carlos Vinícius marcou oito golos nos seus últimos sete jogos de campeonato, incluindo um bis nos triunfos sobre Marítimo (4-0), a 30 de Novembro, e Boavista.

• Pizzi marcou e assistiu em três jogos consecutivos do Benfica no campeonato, enquanto no mais recente, frente ao Boavista, apenas assistiu. Tem agora 15 golos em 22 partidas no total de todas as competições esta temporada, igualando o melhor registo goleador da carreira, alcançado em 2018/19.

• A 3 de Dezembro, o Benfica empatou 1-1 na visita ao Covilhã, do segundo escalão, em partida da fase de grupos da Taça da Liga, com o primeiro golo de Jota pela equipa principal a valer o empate. O Benfica empatou ambos os jogos na competição em 2019/20 e venceu apenas dois dos últimos dez no torneio (E6 D2).

• André Almeida lesionou-se na coxa contra o Marítimo e saiu ao intervalo, não tendo jogado desde essa altura.

• Haris Seferović sofreu uma lesão nos gémeos durante o aquecimento do jogo da Suíça contra a Geórgia, a 15 de Novembro. Regressou à acção no jogo com o Boavista, entrando a oito minutos do fim.

• David Tavares também está de fora devido a um problema na coxa.

• Gabriel (2021), Álex Grimaldo (2023) e Rúben Dias (2024) prolongaram os seus contratos no final de Novembro.

Zenit

• Líder da Premier League russa, o Zenit venceu 14 dos 19 jogos já disputados na competição esta temporada (E3 D2) e não perde há oito (V7 D1). Na sexta-feira, venceu por 3-0 na recepção ao Dinamo Moscovo, entrando na pausa de Inverno com uma vantagem de dez pontos.

• Artem Dzyuba é o melhor marcador da Premier League russa esta época, com 11 golos, tendo fechado a contagem no duelo com o Dinamo Moscovo. Para além disso contabiliza nove assistências, liderando também esse "ranking".

• Sardar Azmoun inaugurou o marcador frente ao Dinamo Moscovo, o seu terceiro golo nos últimos quatro jogos de campeonato.

• O Zenit venceu o Tom Tomsk por 4-0 nos oitavos-de-final da Taça da Rússia, a 30 de Outubro, Na próxima eliminatória, agendada para Março, recebe o Akhmat.

• Malcom, que não joga desde 10 de Agosto devido a uma lesão na coxa, foi operado e deverá ser baixa até ao final do ano.

• Emanuel Mammana sofreu uma lesão no ligamento cruzado do joelho frente ao Ural, a 6 de Outubro, e enfrenta uma paragem de vários meses.

• Andrei Lunev é baixa devido a uma lesão no ombro, enquanto Yuri Zhirkov também está ausente.

• O Zenit perdeu a Supertaça da Rússia frente ao Lokomotiv Moscovo, por 3-2, no dia 6 de Julho.

Topo