Final da Champions League: factos do Tottenham - Liverpool

O Tottenham está pela primeira vez na final, enquanto o Liverpool, finalista vencido na época passada, procura o sexto título europeu.

©Getty Images

Madrid é o palco da segunda final da UEFA Champions League inteiramente disputada por clubes de Inglaterra, em que o Tottenham, presente nesta fase da prova pela primeira vez na sua história, defronta o Liverpool, à procura de esquecer a derrota ante o Real Madrid na final de 2018.

• Ambas as equipas tiveram reviravoltas espetaculares nas meias-finais para chegar ao Estadio Metropolitano, casa do Atlético, com cada uma delas a recuperar de desvantagens de três golos. Enquanto o Liverpool venceu por 4-0 o Barcelona, em Anfield, seguindo em frente com um total de 4-3, um "hat-trick" de Lucas Moura na Johan Cruijff ArenA deu aos Spurs uma vitória por 3-2 na casa do Ajax e o apuramento graças aos golos fora.

• O Liverpool procura o seu sexto título europeu - e o segundo triunfo na UEFA Champions League, depois da épica vitória sobre o Milan em 2005 - enquanto o Tottenham nunca esteve na final. Com efeito, a sua única meia-final antes desta época aconteceu em 1961/62, altura em que caiu aos pés do Benfica, futuro vencedor da prova, enquanto a melhor participação anterior na UEFA Champions League, em 2010/11, terminou nos oitavos-de-final.

• Houve seis finais da UEFA Champions League entre clubes do mesmo país, todas desde 2000. O Real Madrid ganhou todas as vezes em que encontrou equipas espanholas, em 2000 (Valência), 2014 e 2016 (ambas Atlético), enquanto o Milan bateu a também italiana Juventus, nos penalties, em 2003 e o Bayern venceu o Dortmund na final de 2013, na versão alemã.

• A única final inglesa no passado teve lugar no Estádio Luzhniki, em Moscovo, em 2008, quando o Manchester United venceu o Chelsea por 6-5 nos penalties, após empate 1-1.

• O Tottenham será o oitavo clube inglês a participar da final da Taça dos Campeões, mais do que qualquer outro país; Itália e Alemanha são as seguintes na lista, com seis cada.

• Esta é a quinta final da Taça dos Campeões a ter lugar em Madrid, depois das de 1957, 1969, 1980 e 2010 - todas disputadas na casa do Real Madrid, o Santiago Bernabéu - e a oitava em Espanha.

Finais a um país da Champions League
Finais a um país da Champions League

Confrontos anteriores
• As duas equipas encontraram-se apenas uma vez nas competições da UEFA, nas meias-finais da Taça UEFA de 1972/73, com o Liverpool a seguir em frente graças aos golos fora, depois de um empate 2-2 no total dos dois jogos. Alec Lindsay fez o único golo em Anfield, que deu ao Liverpool a vantagem na primeira mão e Steve Heighway marcou o decisivo tento em White Hart Lane, com Martin Peters a bisar para os Spurs, então detentores do troféu. O Liverpool acabaria por conquistar o troféu.

• No total, o Tottenham e o Liverpool defrontaram-se 170 vezes em todas as competições, com os Reds a vencerem 79 e os Spurs 48, tendo-se registado 43 empates.

• O Liverpool perdeu apenas um dos últimos 14 encontros entre as duas equipas desde o início de 2013 e ganhou nove.

• Os Reds venceram por 2-1 os dois jogos da Premier League desta temporada, o último deles em Anfield, em 31 de Março, partida em que Toby Alderweireld marcou na própria baliza, no último minuto. Roberto Firmino inaugurou o marcador na primeira parte, com Lucas Moura a empatar na segunda.

• Firmino marcou o tento da vitória quando as equipas se encontraram em Wembley, a 15 de Setembro, depois de, na primeira parte, Georginio Wijnaldum ter inaugurado o marcador. O golo no último minuto de Erik Lamela chegou tarde demais para o Spurs.

• O único encontro numa final entre as duas equipas foi na final da Taça da Liga de 1982, em Wembley, quando o Liverpool venceu por 3-1 no prolongamento, com Ronnie Whelan (2) e Ian Rush a marcarem para os Reds, que surgiram em resposta ao tento inaugural dos Spurs, apontado por Steve Archibald.

Veja a fantástica reviravolta do Tottenham frente ao Ajax
Veja a fantástica reviravolta do Tottenham frente ao Ajax

Registo em finais
Tottenham
• Os Spurs são o 40º clube a chegar à final da Taça das Campeões e os primeiros estreantes desde o Chelsea em 2008.

• Os Spurs podem tornar-se o 23º clube a vencer a Taça dos Campeões Europeus e o primeiro a ver o nome inscrito no troféu pela primeira vez, desde o Chelsea, vencedor em 2012.

• Esta é a quinta final do Tottenham em provas da UEFA e a segunda contra a uma equipa inglesa. Derrotou o Wolves por um total 3-2 na Taça UEFA em 1971/72 (2-1 fora de casa, 1-1 em casa).

• Os Spurs venceram o Atlético por 5-1 na final da Taça dos Vencedores das Taças de 1963, tornando-se no primeiro clube inglês a erguer um troféu europeu e o Anderlecht por 4-3, no desempate por grandes penalidades, na edição de 1984 da Taça UEFA. A sua única derrota foi em 1973/74, na final da Taça UEFA, em que o Feyenoord venceu por um total de 4-2.

O herói dos Spurs, Lucas Moura: Somos guerreiros
O herói dos Spurs, Lucas Moura: Somos guerreiros

• O Tottenham poderá, assim, tornar-se no sexto clube - depois de Juventus, Ajax, Bayern, Chelsea e Manchester United - a vencer os três grandes troféus da UEFA.

• Toby Alderweireld foi suplente utilizado na primeira parte pelo Atlético na final da UEFA Champions League de 2014, na derrota por 4-1, após prolongamento, ante o Real Madrid.

• Fernando Llorente entrou perto do final quando a Juventus perdeu por 3-1 com o Barcelona na final da UEFA Champions League de 2015.

• Davinson Sánchez jogou os 90 minutos quando o Ajax perdeu por 2-0 com o Manchester United na final de 2017 da UEFA Europa League.

A caminhada incrível do Liverpool rumo à vitória de 2005
A caminhada incrível do Liverpool rumo à vitória de 2005

Liverpool
• Os Reds ganharam cinco das oito finais anteriores da Taça dos Campeões Europeus:
1976/77: Liverpool 3-1 Monchengladbach
1977/78: Liverpool 1-0 Club Brugge
1980/81: Liverpool 1-0 Real Madrid
1983/84: Liverpool 1-1 Roma (ap; Liverpool venceu 4-2 nos penalties)
1984/85: Juventus 1-0 Liverpool
2004/05: Liverpool 3-3 Milan (ap; Liverpool venceu 3-2 nos penalties)
2006/07: AC Milan 2-1 Liverpool
2017/18: Real Madrid 3-1 Liverpool

• Esta é a terceira vez que o Liverpool alcança finais consecutivas na Taça dos Campeões. Apenas Juventus (1997, 1998) e Valência (2000, 2001) perderam a final em anos consecutivos.

• Esta é a 21ª final da UEFA no Liverpool. Para além das oito participações na Taça dos Clubes Campeões Europeus, venceu também três Taças UEFA/UEFA Europa League (1973, 1976, 2001), perdendo a final de 2016 e arrecadou a SuperTaça Europeia da UEFA em 1977, 2001 e 2005, perdendo-a em 1978 e 1984. Foi derrotado ainda na final da Taça dos Vencedores das Taças de 1965/66, e na Taça Intercontinental de 1981 e 1984. O seu registo global em finais da UEFA é, assim, de 11 triunfos.

Veja o resumo da final de 2018
Veja o resumo da final de 2018

• Trent Alexander-Arnold, Dejan Lovren, Virgil van Dijk, Andrew Robertson, James Milner, Jordan Henderson, Georginio Wijnaldum, Mohamed Salah, Roberto Firmino e Sadio Mané foram titulares quando o Liverpool de Jürgen Klopp perdeu com o Real Madrid há um ano; Adam Lallana entrou na primeira parte para o lugar do lesionado Salah, com Simon Mignolet e Alberto Moreno a serem suplentes não utilizados.

• Mignolet, Lovren, Moreno, Milner, Lallana, Firmino e Daniel Sturridge começaram a titulares na derrota do Liverpool por 3-1 ante o Sevilha, na final de 2016 da UEFA Europa League, em St. Jakob-Park, Basileia, com Divock Origi a entrar perto do final; Henderson não saiu do banco da equipa da Klopp.

• Depois de ter conseguido o golo do Liverpool frente ao Real Madrid, em Kiev, no ano passado, Mané pode tornar-se no oitavo jogador a marcar em mais de uma final da UEFA Champions League, depois de Gareth Bale, Samuel Eto'o, Lionel Messi, Sergio Ramos, Raúl González, Mario Mandžukić e Cristiano Ronaldo, que é o único que o fez em três.

Guia de forma
Tottenham
• O Tottenham empatou dois dos seus três jogos anteriores em Madrid e perdeu o outro - sempre contra o Real Madrid.

• Os Spurs nunca venceram em Espanha, onde o seu registo é de E3 D3. A última visita foi na sexta jornada da fase de grupos desta temporada, ao empatar 1-1 em Barcelona, resultado que garantiu o seu acesso aos oitavos-de-final.

• Os Lilywhites tornaram-se apenas a segunda equipa da história da Champions League a dar a volta a uma meia-final depois de perder a primeira mão em casa, depois de terem sido batidos por 1-0 pelo Ajax, seguindo-se um triunfo por 3-2 na Holanda - com Lucas Moura a fazer um "hat-trick" na segunda parte, depois dos holandeses estarem a ganhar por 2-0 ao intervalo.

Pochettino em lágrimas fala dos heróis do Tottenham
Pochettino em lágrimas fala dos heróis do Tottenham

• Essa foi a uma segunda vitória fora consecutiva dos Spurs, depois do triunfo nos quartos-de-final sobre o Manchester City (1-0 em casa, 3-4 fora). Bateram ainda o Dortmund em casa (3-0) e fora (1-0) nos oitavos-de-final, depois de somarem oito pontos e terminarem em segundo, atrás do Barcelona, no Grupo B.

• O registo dos Spurs na prova esta temporada é assim de V6 E2 D4.

• O Tottenham venceu quatro dos oito jogos disputados contra equipas inglesas nas competições da UEFA (E1 D3). A eliminatória  com o City nos quartos-de-final desta temporada foi o primeiro desses jogos em 46 anos, desde a meia-final da Taça da UEFA de 1973 contra o Liverpool.

• O registo do Tottenham em três desempates por penalties nas provas da UEFA é de V1 D2:
4-3 v Anderlecht, 1983/84, final da Taça UEFA
5-6 v PSV Eindhoven, 2007/08, oitavos-de-final da Taça UEFA 
1-4 v Basileia, 2012/13, quartos-de-final da UEFA Europa League

Resumo: Liverpool 4-0 Barcelona
Resumo: Liverpool 4-0 Barcelona

Liverpool
• O registo do Liverpool em Madrid é de V1 E1 D2, sendo que as duas derrotas ocorreram  nas duas últimas deslocações - ante o Real Madrid, na fase de grupos da UEFA Champions League em 2014/15 e com o Atlético, nas meias-finais da UEFA Europa League de 2009/10, ambas por 1-0.

• A derrota em Barcelona na primeira mão das meias-finais significa que os "reds" perderam em quatro das últimas cinco viagens a Espanha, onde o seu registo total é de V7 E5 D6.

• O Liverpool está invicto nos seus últimos cinco jogos europeus contra clubes ingleses (V3 E2), derrotando o Manchester City em casa (3-0) e fora (2-1) nos quartos-de-final da última temporada da UEFA Champions League. Venceu sete dos seus 20 jogos frente a adversários nacionais nas competições da UEFA (E8 D5).

• Nesta temporada, a equipa de Klopp tornou-se o terceiro clube a vencer uma meia-final da Taça dos Campeões, depois de perder 3-0 fora, com Origi e Georginio Wijnaldum a bisarem na segunda mão em Anfield para eliminar o Barcelona.

Klopp reage à fantástica reviravolta do Liverpool
Klopp reage à fantástica reviravolta do Liverpool

• O Liverpool perdeu três dos seus cinco primeiros jogos na competição desta temporada - todos fora de casa - antes de chegar aos oitavos-de-final, com uma vitória em casa frente ao Nápoles, por 1-0. Nos oitavos-de-final, bateu o Bayern por 3-1 (0-0 em casa, 3-1 fora) e o Porto por 6-1 nas duas mãos (2-0 em casa, 4-1 fora) antes de eliminar o Barça.

• Os Reds perderam seis dos seus últimos 14 jogos europeus, sendo que todas as derrotas ocorreram fora da Inglaterra, embora a derrota na primeira mão na meia-final em Barcelona seja o único desaire nas últimas sete partidas (V5 E1).

• O registo do Liverpool em quatro desempates por penalties em provas da UEFA é de V3 D1:
4-2 v Roma, 1983/84, final da Taça dos Campeões Europeus
3-2 v Milan, 2004/05, final da UEFA Champions League
4-1 v Chelsea, 2006/07, meia-final da UEFA Champions League
4-5 v Beşiktaş, 2014/15, 16 avos-de-final da UEFA Europa League

Reviravoltas em meias-finais da Champions League
Reviravoltas em meias-finais da Champions League

Ligações e curiosidades
• Colegas de selecção:
Kieran Trippier, Danny Rose, Eric Dier, Harry Winks, Dele Alli, Harry Kane e Trent Alexander-Arnold, Joe Gomez, Jordan Henderson, Adam Lallana, Alex Oxlade-Chamberlain (Inglaterra)
Toby Alderweireld, Jan Vertonghen e Divock Origi (Bélgica)
Lucas Moura e Alisson Becker, Fabinho, Roberto Firmino (Brasil)
Ben Davies e Ben Woodburn (Gales)

• Jogaram juntos:
Paulo Gazzaniga, Victor Wanyama e Dejan Lovren (Southampton 2013/14)
Paulo Gazzaniga, Victor Wanyama e Virgil van Dijk (Southampton 2016)
Paulo Gazzaniga, Victor Wanyama e Sadio Mané (Southampton 2014–16)
Paulo Gazzaniga e Adam Lallana (Southampton 2012–14)
Victor Wanyama e Adam Lallana (Southampton 2013/14)

• Mohamed Salah marcou na segunda mão dos quartos-de-final da UEFA Europa League de 2012/13, em Basileia, frente aos Spurs. Também marcou, novamente no segundo jogo, quando a Fiorentina derrotou o Tottenham na segunda eliminatória da competição, dois anos depois.

• Fabinho fez parte da equipa do Mónaco que bateu os Spurs por 2-1 fora de casa na fase de grupos da UEFA Champions League de 2016/17.

• O Dinamo Zagreb de Dejan Lovren perdeu 4-0 em Londres contra os Spurs na fase de grupos de 2008/09 da Taça UEFA.

• Hugo Lloris esteve na equipa do Lyon que somou quatro pontos contra o Liverpool (2-1 fora, 1-1 em casa) na fase de grupos da edição 2009/10 da UEFA Champions League, com a equipa francesa a rumar aos oitavos-de-final e os "reds" eliminados.

Jogadores e adeptos do Liverpool cantam You'll Never Walk Alone
Jogadores e adeptos do Liverpool cantam You'll Never Walk Alone

• Fernando Llorente bisou no triunfo do Swansea por 3-2 em jogo da Premier League em Liverpool, a 21 de Janeiro de 2017.

• O entrado Kane marcou o primeiro golo da Inglaterra na vitória em jogo de qualificação para o UEFA EURO 2016 sobre a Suíça de Xherdan Shaqiri, em Wembley, em Setembro de 2015. Milner e Oxlade-Chamberlain também jogaram pelos ingleses.

• Lovren jogou os 120 minutos quando a Croácia derrotou por 2-1 a Inglaterra de Trippier - autor do golo da sua selecção -, Alli, Kane e dos suplentes utilizados Dier e Rose, na meia-final do Campeonato do Mundo de Futebol de 2018.

• Alderweireld e Vertonghen estavam na equipa da Bélgica que derrotou a Inglaterra por 2-0 no jogo de atribuição do terceiro lugar no último Mundial. Trippier, Rose, Dier e Kane começaram pela Inglaterra e Alli entrou perto do final.

• A Colômbia de Sánchez venceu o Senegal de Mané por 1-0 na terceira jornada da fase de grupos do Campeonato do Mundo, no Verão passado, tendo chegado aos oitavos-de-final à custa do adversário.

• Henderson falhou um penalty no desempate por penalties nos oitavos-de-final contra a Colômbia no último Mundial, mas a sua equipa seguiria em frente com Dier a marcar o disparo decisivo. Kane e Trippier também marcaram pela Inglaterra nos penalties com Kane a marcar dos 11 metros para fazer o 1-1; Alli, mais o entrado Rose, também jogaram pela Inglaterra, com Sánchez a jogar os 120 minutos pela Colômbia.

• Alisson e o suplente Firmino estavam na equipa brasileira que foi batida por 2-1 pela Bélgica de Vertonghen e Alderweireld, nos quartos-de-final do Mundial da Rússia em 2018.

• Kane marcou o tento da vitória da Inglaterra na UEFA Nations League sobre a Croácia de Lovren em Wembley, a 18 de Novembro de 2018, com os da casa a rumarem à fase final, em Portugal; Dier e Alli, que entraria mais tarde, também jogaram pela Inglaterra, com Winks a não sair do banco.

• Lovren, Dier e Kane haviam alinhado no empate 0-0 na Croácia, a 12 de Outubro; Trippier e Winks ficaram no banco.

Topo