Retrospectiva do Barcelona - Liverpool

Barcelona e Liverpool já venceram cinco vezes cada um a Taça dos Clubes Campeões Europeus e vão medir forças em Camp Nou num duelo de gigantes na primeira mão das meias-finais.

Lionel Messi (ao centro) tenta passar entre Álvaro Arbeloa (à esquerda) e Dirk Kuyt, do Liverpool, nos oitavos-de-final de 2007
Lionel Messi (ao centro) tenta passar entre Álvaro Arbeloa (à esquerda) e Dirk Kuyt, do Liverpool, nos oitavos-de-final de 2007 ©Getty Images

Barcelona e Liverpool já venceram cinco vezes cada um a Taça dos Clubes Campeões Europeus e querem dar um passo importante rumo ao sexto triunfo. Vão medir forças pela terceira vez nas meias-finais de uma competição europeia, o primeiro duelo entre si em mais de uma década.

• O Barcelona está presente pela primeira vez nas meias-finais da UEFA Champions League desde que conquistou o quinto título europeu há quatro épocas, apesar de ter ganho apenas dois dos últimos cinco desafios disputados nesta fase. O Liverpool, por sua vez, está pela segunda época nas meias-finais e quer manter a invencibilidade em Camp Nou.

• O Barcelona venceu os dois últimos jogos em Anfield, mas o Liverpool nunca perdeu no reduto dos catalães, somando duas vitórias e dois empates nas quatro visitas anteriores.

Barcelona-Liverpool: Encontros anteriores na Champions League
Barcelona-Liverpool: Encontros anteriores na Champions League

Encontros anteriores
• Este é o nono encontro entre os dois clubes, seis dos oito anteriores ocorreram num período de apenas seis anos entre 2001 e 2007. O equilíbrio tem sido grande, com três vitórias do Liverpool e duas do Barcelona, com seis golos marcados por cada equipa, embora o clube inglês tenha levado a melhor nas três eliminatórias a duas mãos.

• O Liverpool impôs-se por 2-1 no primeiro duelo entre os dois clubes, nas meias-finais da Taça UEFA de 1975/76. John Toshack marcou o único golo da primeira mão em Camp Nou e o golo de Phil Thompson aos 51 minutos do encontro em Anfield revelou-se suficiente para garantir o apuramento, apesar de Carles Rexach ter feito, no minuto seguinte, o empate que se manteve até final. Os "reds" conquistaram o troféu ao bater o Club Brugge na final.

• Os jogos seguintes entre os dois clubes ocorreram nas meias-finais da Taça UEFA de 2000/01 e também foram equilibrados. Gary McAllister marcou o único golo da eliminatória para o Liverpool, de grande penalidade, aos 44 minutos da segunda mão, em Anfield. Mais uma vez, o Liverpool ganhou a competição nesse ano, desta vez ao bater na final o Alavés, outro clube espanhol.

• O Barcelona foi superior quando os clubes se voltaram a encontrar no final desse ano na segunda fase de grupos da UEFA Champions League. Patrick Kluivert, Fábio Rochemback e Marc Overmars responderam ao golo de Michael Owen, aos 27 minutos, num triunfo dos catalães por 3-1 em Anfield. O jogo no Camp Nou não teve golos, ambas as equipas passaram ao quartos-de-final, onde o Liverpool foi eliminado pelo Bayer Leverkusen. O Barcelona só caiu frente ao Real Madrid nas meias-finais.

• O Barça também ganhou na última visita a Anfield, com Eidur Gudjohnsen a marcar o único golo do encontro dos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2006/07, um resultado insuficiente para anular a desvantagem de 2-1 que resultou da derrota em Camp Nou. Craig Bellamy e John Arne Riise conseguiram marcaram pelo Liverpool, depois que Deco ter inaugurado o marcador para a equipa da casa.

Resumo: Barcelona 3-0 Manchester United
Resumo: Barcelona 3-0 Manchester United

Guia de forma
Barcelona
• O registo do Barcelona em meias-finais da Taça dos Campeões é de 7V 8D:
1959/60 D 2-6 Real Madrid (1-3 f, 1-3 c)
1960/61 V 1-0 desempate Hamburgo (1-0 c, 1-2 f)
1974/75 D 2-3 v Leeds United (1-2 f, 1-1 c)
1985/86 V 3-3, 5-4 grandes penalidades v Gotemburgo (0-3 f, 3-0 c)
1993/94 V 3-0 Porto (3-0 c)
1999/2000 D 3-5 Valência (1-4 f, 2-1 c)
2001/02 D 1-3 Real Madrid (0-2 c, 1-1 f)
2005/06 V 1-0 Milan (1-0 f, 0-0 c)
2007/08 D 0-1 Manchester United (0-0 c, 0-1 f)
2008/09 V 1-1 Chelsea, golos fora (0-0 c, 1-1 f)
2009/10 D 2-3 Inter (1-3 f, 1-0 c)
2010/11 V 3-1 Real Madrid (2-0 f, 1-1 c)
2011/12 D 2-3 Chelsea (0-1 f, 2-2 c)
2012/13 D 0-7 Bayern (0-4 f, 0-3 c)
2014/15 V 5-3 Bayern (3-0 c, 2-3 f)
*O Barcelona passou directamente à final de 1991/92 como vencedor do grupo.

• Três das oito derrotas do Barcelona nas meias-finais foram com adversários ingleses, os espanhóis venceram apenas uma vez.

• Esta é a 12ª presença do Barcelona nas meias-finais da UEFA Champions League, sendo apenas superado pelo Real Madrid (13).

• O Barcelona venceu 15 das 25 eliminatórias a duas mãos com clubes ingleses, incluindo as últimas cinco. A derrota na meia-final de 2012 com o Chelsea é o único desaire nos últimos nove duelos, todas na fase a eliminar da UEFA Champions League.

• Este é o quinto jogo do Barcelona frente a adversários ingleses esta época; bateu o Manchester United com um total de 4-0 nos quartos-de-final (1-0 fora, 3-0 em casa), tendo conquistado quatro pontos frente ao Tottenham Hotspur na fase de grupos (4-2 fora, 1-1 em casa).

• Estes resultados levam a que o Barça tenha sofrido apenas uma derrota nos últimos 15 desafios europeus frente a clubes ingleses, com 11 vitórias somadas nesses duelos.

Veja todos os golos de Messi frente a clubes ingleses
Veja todos os golos de Messi frente a clubes ingleses

• O registo total em casa frente a clubes ingleses é de 21V 11E 2D, ambas as derrotas foram infligidas pelo Liverpool. Os catalães venceram oito dos últimos dez desafios em Camp Nou (2E).

• A derrota por 3-0 em Roma na segunda mão dos quartos-de-final da época passada - um desaire que terminou com a campanha devido aos golos marcados fora e foi a terceira eliminação seguida nos quartos-de-final - foi a única derrota do Barcelona nos últimos 21 jogos na UEFA Champions League (13V 7E). Na segunda mão dos oitavos-de-final desta época, o Barça triunfou por 5-1 na recepção ao Lyon, o resultado da eliminatória.

• O Barcelona ganhou os dois desafios em casa nas eliminatórias da época passada e está invicto há 13 jogos em Camp Nou (11V 2E), desde a derrota por 3-0 com o Bayern na segunda mão das meias-finais de 2012/13.

• A equipa de Ernesto Valverde venceu quatro dos cinco jogos em casa na UEFA Champions League desta época, batendo o PSV Eindhoven por 4-0 e o Inter por 2-0, antes de empatar 1-1 com o Tottenham na fase de grupos.

• O Barcelona não perde há 31 jogos em casa na UEFA Champions League, uma série que remonta a Setembro de 2013 (28V 3E). O triunfo sobre o Lyon permitiu superou o recorde anterior de 29 vitórias que o Bayern de Munique tinha averbado entre Março de 1998 e Abril de 2002.

• O Barcelona precisa marcar mais uma vez para atingir os 500 golos na UEFA Champions League, um marco só alcançado até agora pelo Real Madrid.
• Campeão espanhol pela 25ª vez em 2017/18- terceiro título em quatro anos - o Barcelona foi campeão europeu em cinco ocasiões, a última das quais em 2015.

• O Barcelona é o único campeão nacional que continua em prava e único vencedor de um dos grupos a alcançar as meias-finais. É também a única equipa a ainda sem derrotas na prova (7V 3E).

Mané antevê o 'duelo de sonho com o Barcelona' nas meias-finais
Mané antevê o 'duelo de sonho com o Barcelona' nas meias-finais

Liverpool
• O registo do Liverpool em meias-finais da Taça dos Campeões é de 8V 2D:
1964/65: D 3-4 Inter (3-1 c, 0-3 f)

1976/77: V 6-1 Zurique (3-1 f, 3-0 c)

1977/78: V 4-2 Mönchengladbach (1-2 f, 3-0 c)

1980/81: V 1-1 Bayern, golos fora (0-0 c, 1-1 f)

1983/84: V 3-1 Dínamo Bucareste (1-0 c, 2-1 f)

1984/85: V 5-0 Panathinaikos (4-0 c, 1-0 f)

2004/05: V 1-0 Chelsea (0-0 f, 1-0 c)

2006/07: V 1-1 Chelsea, 4-1 no desempate (0-1 f, 1-0 c)

2007/08: D 3-4 ap Chelsea (1-1 c, 2-3 f)

2017/18: V 7-6 Roma (5-2 c, 2-4 f)

• Os triunfos esta época sobre o Bayern nos oitavos-de-final (3-1 no total) e frente ao Porto nos quartos-de-final (6-1) levam a que o Liverpool tenha ganho as últimas dez eliminatórias europeias a duas mãos, incluindo as pré-eliminatórias. O último desaire foi frente ao Beşiktaş, no desempate por grandes penalidades nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League de 2014/15, (1-0 em casa, 0-1 fora).

• Esta é a primeira eliminatória do Liverpool com um clube espanhol desde o triunfo por 3-1 sobre o Villarreal nas meias-finais da UEFA Europa League de 2015/16 (0-1 fora, 3-0 em casa). Isso permite ao "reds" terem um registo de 8V 2E em eliminatória a duas mãos com clubes espanhóis nas provas da UEFA. São três triunfos em três duelos na Taça dos Clubes Campeões Europeus.

• O último jogo do Liverpool frente a um clube da Liga espanhola foi a final da UEFA Champions League da época passada, que o Real Madrid venceu por 3-1 em Kiev.

• O triunfo sobre o Villarreal na meia-final da UEFA Europa League de 2015/16 é o único sucesso do Liverpool nos últimos oito encontros com clubes espanhóis (2E 5D), uma sequência que inclui também a derrota na final da UEFA Europa League de 2016 com o Sevilha.

Resumo: Porto 1-4 Liverpool
Resumo: Porto 1-4 Liverpool

• A última viagem do Liverpool à Espanha resultou num empate a três golos com o Sevilha na fase de grupos 2017/18, um jogo que os "reds" venciam por 3-0 ao intervalo graças aos golos de Roberto Firmino (2) e Sadio Mané. Isto aumentou a série sem vitória no reduto de clubes espanhóis para quatro jogos (1E 3D), desde a vitória por 1-0 sobre o Real Madrid nos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2008/09, isto apesar do seu registo em Espanha ser de 7V 5E 5 D.

• O triunfo por 3-1 no terreno do Bayern, na segunda mão dos oitavos-de-final, terminou com a série de quatro derrotas do Liverpool fora de casa em desafios europeus, tendo depois ganho por 4-1 no Porto na segunda mão dos quartos-de-final. Os ingleses perderam os três jogos fora de casa na fase de grupos desta época, frente a Nápoles (0-1), Estrela Vermelha(0-2) e Paris Saint-Germain (1-2), isto depois de terem sido batidos por 4-2 em Roma na segunda mão das meias-finais da época passada (total de 7-6). A equipa de Jürgen Klopp estava imbatível há seis jogos (4V 2E) antes da derrota em Roma.

• Os "reds" perderam cinco dos últimos 12 desafios europeus, com todos os desaires a ocorrerem fora de Inglaterra, apesar de estarem invictas nos últimos cinco desafios (4V 1E).

Ligações e curiosidades
• Luis Suárez (2014) e Philippe Coutinho (2018) foram contratados pelo Barcelona ao Liverpool.

• Suárez marcou 69 golos em 110 jogos na Premier League ao serviço dos "reds", incluindo 31 em 33 partidas na época de 2013/14, a última em Anfield. O uruguaio fez parte da equipa que conquistou a Taça da Liga inglesa em 2011/12 e que nessa época atingiu a final da Taça de Inglaterra.

O clube dos centenários na Champions League: Carles Puyol
O clube dos centenários na Champions League: Carles Puyol

• Coutinho foi jogador do Liverpool entre 2013 e 2018, com 41 golos marcados em 152 jogos na Premier League. O brasileiro ajudou o clube a atingir as finais da UEFA Europa League - que foi ganha pelo Sevilha - e da Taça a Liga inglesa em 2015/16.

• Também jogaram em Inglaterra:
Thomas Vermaelen (Arsenal 2009–14)
Gerard Piqué (Manchester United 2004–08)
Kevin-Prince Boateng (Tottenham 2007–09, Portsmouth 2009–10)

• Jogaram em Espanha:
Fabinho (Real Madrid 2012/13)
Alberto Moreno (Sevilha 2010–14)

• Colegas nas selecções:
Philippe Coutinho, Rafinha, Arthur e Alisson Becker, Roberto Firmino, Fabinho (Brasil)
Ivan Rakitić e Dejan Lovren (Croácia)
Moussa Wagué e Sadio Mané (Senegal)
Thomas Vermaelen e Simon Mignolet, Divock Origi (Bélgica)
Jasper Cillessen e Virgil van Dijk, Georginio Wijnaldum (Holanda)

• Lionel Messi marcou 24 golos em 32 jogos com clubes ingleses, os adversários a que o argentino marcou mais vezes.

Topo