Antevisão do Barcelona - Man. United: tudo o que precisa de saber

O Barcelona defende uma vantagem de 1-0 no palco de um dos maiores triunfos de sempre do United.

©Getty Images
  • Barcelona ganhou por 1-0 na primeira mão
  • United conta repetir a reviravolta frente ao Paris
  • Valverde: "A nossa prioridade é marcar"
  • Solskjær: "Se não sofrermos golos, estamos na luta"
  • Vencedor defronta Liverpool ou Porto nas meias-finais

Equipas prováveis

First leg: Man. United 0-1 Barcelona
First leg: Man. United 0-1 Barcelona

Barcelona: Ter Stegen; Semedo, Piqué, Lenglet, Alba; Rakitić, Busquets, Arthur; Messi, Suárez, Dembélé
De fora: Rafinha (joelho)
Em dúvida: Vermaelen (tendão da coxa)
Em risco de exclusão: Busquets, Semedo

Manchester United: De Gea; Dalot,  Lindelöf, Smalling, Young; McTominay, Fred, Pogba; Rashford, Lukaku, Martial
De fora: Bailly (concussão), Herrera (coxa), Shaw (castigado), Valencia (gémeos)
Em risco de exclusão: Herrera, Matić, Valencia, Young

Onde ver

Os adeptos podem encontrar aqui o(s) parceiro(s) de transmissão da UEFA Champions League

Guia de forma

1999 remembered - Solskjær's top UEFA Champions League moments
1999 remembered - Solskjær's top UEFA Champions League moments

Barcelona
Último jogo: Huesca 0-0 Barcelona (sábado)
Forma: EVVEVVVVVV

  • Depois do ganhar em Old Trafford, o Barcelona beneficiou de um total recorde de 14 autogolos na UEFA Champions League.

Man. United
Último jogo: Man. United 2-1 West Ham United (sábado)
Forma: VDDVDDVVVE

  • As duas grandes penalidades marcadas por Paul Pogba contra o West Ham elevaram o seu registo para sete golos na temporada da Premier League, a um do recorde do clube, pertença de Ruud van Nistelrooy, em 2002/03.

Ernesto Valverde, treinador do Barcelona

United's round of 16 comeback at Paris
United's round of 16 comeback at Paris

Não há medo, mas sim enorme entusiasmo. Estamos todos conscientes de que temos um jogo muito difícil pela frente se quisermos chegar às meias-finais.

Estamos cientes dos pontos fortes do Manchester United. Sabemos que não podemos deixar que o jogo se divida; temos que fechar bem os espaços. Se eles o conseguirem, serão muito perigosos. Claro está que o nosso objectivo é impedi-los de marcar e seguirem em frente. O nosso objectivo é marcar e jogar como se não tivessemos em vantagem.

Ole Gunnar Solskjær, treinador do Man. United

A final de 1999 é uma recordação fantástica. A última vez que estive neste campo foi essa mesmo. Não recordo aquela noite com muita frequência; Estou ansioso apenas para ver se podemos jogar melhor contra o Barcelona. Estamos a perder 1-0 no intervalo da eliminatória, mas se tivermos um jogo com muitos golos teremos mais hipóteses.

Se não sofrermos golos, estaremos na luta pela eliminatória. Sabemos que podemos marcar golos de bolas paradas - somos maiores que eles - mas temos que defender bem. Não me importo se o golo chegar aos 93 minutos. Temos que em forma e acreditar.

Topo