Retrospectiva do Barcelona - Manchester United

A derrota em casa do Manchester United significa que visita Barcelona na tentativa de dar novamente a volta à eliminatória se quiser apurar-se.

O Barcelona celebra o seu golo solitário na primeira mão
O Barcelona celebra o seu golo solitário na primeira mão ©AFP/Getty Images

Pela segunda eliminatória consecutiva na UEFA Champions League, o Manchester United vai tentar conseguir o apuramento após ter sido derrotado em casa, num jogo em que Ole Gunnar Solskjær regressa ao palco do seu sucesso mais importante como jogador, mas agora como treinador e para defrontar o Barcelona, em vantagem nos quartos-de-final.

• Um auto-golo madrugador de Luke Shaw, defesa do United, o 14º de que o Barcelona beneficiou na UEFA Champions League, número recorde na competição, revelou-se suficiente para decidir a primeira mão em Old Trafford. Foi a primeira vitória do Barcelona nos últimos sete jogos fora na fase a eliminar (E2 D4) e apenas o segundo golo marcador durante esse período.

• Enquanto os gigantes catalães venceram os três últimos confrontos entre as formações, entre os quais as finais da UEFA Champions League de 2009 e 2011, o United ganhou as duas eliminatórias a duas mãos.

• O United fez uma exibição memorável para dar a volta à eliminatória nos oitavos-de-final frente ao Paris e chegou aos quartos-de-final pela primeira vez desde 2013/14. O Barcelona não teve grandes problemas frente ao Lyon na caminhada sem precedentes rumo à 12ª presença nos quartos-de-final, apesar das suas últimas três participações na prova terem terminado nesta fase.

• O United conquistou o seu segundo título europeu em Camp Nou ao recuperar de desvantagem para vencer o Bayern, por 2-1, na final de 1999, graças a dois golos apontados nos descontos, o decisivo por Solskjær.

Manchester United - Barcelona: Os últimos cinco encontros
Manchester United - Barcelona: Os últimos cinco encontros

Confrontos anteriores
• Se no geral há poucas diferenças entre as duas equipas, pois o United regista três vitórias contra cinco do Barcelona nos últimos 12 encontros, o emblema espanhol venceu os três últimos jogos, todos na principal competição europeia.

• Na final de 2009 da UEFA Champions League, em Roma, o Barça ganhou graças a um golo em cada parte assinado por Samuel Eto'o e por Lionel Messi. Dois anos depois, Messi marcou entre os tentos de Pedro Rodríguez e David Villa num triunfo do Barcelona por 3-1 em Wembley, ao passo que Wayne Rooney fez o tento de honra do United.

• Gerard Piqué e Sergio Busquets juntaram-se a Messi na formação do Barcelona nas duas finais, com o treinador do United, Michael Carrick, a jogar no outro lado nas duas partidas, enquanto Antonio Valencia jogou em 2011. Chris Smalling foi suplente não utilizado.

Recordações da #UCL: Barcelona derrota Man. United na final de 2011
Recordações da #UCL: Barcelona derrota Man. United na final de 2011

• O United levou a o melhor sobre o Barcelona nas meias-finais da edição de 2007/08 da UEFA Champions League, com Paul Scholes a marcar o único golo da primeira mão em Old Trafford, depois de Cristiano Ronaldo, na altura no United, ter falhado um penalty no começo da partida em Camp Nou.

• O Barça nunca perdeu em casa com o United (V2 E2), apesar de os dois últimos desafios terem terminado empatados.

• O Barcelona infligiu ao United a sua mais pesada derrota na UEFA Champions League, uma goleada por 4-0 em Camp Nou na fase de grupos da edição 1994/95, jogo no qual Hristo Stoichkov bisou.

• O United bateu o Barcelona na final da Taça dos Clubes Vencedores de Taças de 1991, em Roterdão, com Mark Hughes, antigo avançado do Barça, a marcar os dois golos num triunfo por 2-1.

Topo