Restrospectiva do Dortmund - Tottenham

O Dortmund tem uma desvantagem de três golos para anular quando receber o Tottenham, clube que tenta a segunda presença nos quartos-de-final.

O Dortmund tem uma desvantagem pesada para anular frente ao Tottenham
O Dortmund tem uma desvantagem pesada para anular frente ao Tottenham ©AFP

O Dortmund tem de dar o máximo quando receber o Tottenham na tentativa de anular em desvantagem de três golos na segunda mão dos oitavos-de-final.

• O clube inglês ficou com boa vantagem na eliminatória a 13 de Fevereiro, com golos na segunda parte em Wembley de Heung-Min Son, Jan Vertonghen e do suplente Fernando Llorente. Foi uma das derrotas mais pesadas de sempre do Dortmund na UEFA Champions League e deixou os “spurs” à beira da segunda presença nos quartos-de-final.

Recordar 2017: Tottenham 3-1 Dortmund
Recordar 2017: Tottenham 3-1 Dortmund

Encontros anteriores
• Os quatro encontros anteriores entre os dois clubes ocorreram nos últimos três anos.

• Nos oitavos-de-final da UEFA Europa League de 2015/16, o Dortmund venceu por 3-0 na primeira mão em casa - com Marco Reus a bisar - e voltou a ganhar por 2-1 em White Hart Lane, apesar do golo de Heung-Min Son pelos anfitriões.

• O Tottenham desforrou-se nas fase de grupos da UEFA Champions League da época passada, vencendo por 3-1 em Wembley - Son inaugurou o marcador e Harry Kane bisou - e por 2-1 na Alemanha, com os dois jogadores a voltarem a marcar pelos Spurs.

Resumo: Tottenham 3-0 Dortmund
Resumo: Tottenham 3-0 Dortmund

• Enquanto o Tottenham terminou em primeiro lugar do grupo à frente do campeão europeu, que viria a renovar o título, o Dortmund teve de se contentar com o terceiro lugar.

Guia de forma
Dortmund 

• O mais recente dos quatro presenças do Dortmund nos oitavos-de-final da UEFA Champions League aconteceu na época de 2016/17, quando perdeu na primeira mão, por 1-0, no terreno do Benfica, mas seguiu em frente ao ganhar por 4-0 na Alemanha.Isto leva a que o clube alemão tenha um registo de V3 D1 nesta fase da competição.

• O Dortmund está nos oitavos-de-final pela quinta vez em sete épocas.

• O registo do Dortmund nos desempates por grandes penalidades nas provas da UEFA é de 2V 2D:

6-5 frente ao Auxerre na meia-final da Taça UEFA de 1992/93
3-1 frente ao Rangers na terceira eliminatória da Taça UEFA de 1999/2000

2-4 frente ao Club Brugge na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League de 2003/04

3-4 frente à Udinese na primeira eliminatória da Taça UEFA 2008/09

Tottenham
• Esta é apenas a terceira presença nos oitavos-de-final da UEFA Champions League, o registo dos ingleses é de V1 D1. Em 2010/11 foram vencer por 1-0 ao terreno do Milan, o que ditou o desfecho da eliminatória. Há 12 meses empataram 2-2 no reduto da Juventis na primeira mão, mas perderam por 2-1 em Londres.

• Por isso, o Tottenham nunca perdeu fora numa eliminatória dos oitavos-de-final da UEFA Champions League (V1 E1).

• O registo do Tottenham em três desempates por grandes penalidades nas provas da UEFA é 1V 2D:
1-4 frente ao Basileia nos quartos-de-final da UEFA Europa League de 2012/13
5-6 frente ao PSV Eindhoven nos oitavos-de-final da Taça UEFA de 2007/08
4-3 frente ao Anderlecht na final da Taça UEFA de 1983/84

O Video-Árbitro (VAR) vai ser introduzido na UEFA Champions League a partir desta fase. O VAR vai ser utilizado para ajudar o árbitro nas seguintes quatro situações que mudam o jogo:
1. Golos
2. Incidentes na grande área
3. Cartões veremelhos
4. Identidade trocada

O VAR vai informar o árbitro quando houver uma evidência de um erro claro numa das quatro situações que que mudam o jogo. O árbitro pode usar a área de revisão anexa ao terreno de jogo para tomar uma decisão final. O VAR também pode levar em conta qualquer infracção que possa ter ocorrido imediatamente antes da jogada que conduziu ao incidente (a fase de ataque da jogada).

Nos casos de decisões como foras-de-jogo e faltas dentro ou fora da grande área, o VAR pode simplesmente informar o árbitro desses factos, não sendo necessária a visualização das imagens em campo. O processo de visualização em campo será comunicado no estádio utilizando os ecrãs gigantes ou a instalação sonora.

  • Entrevista com Roberto Rosetti, responsável de arbitragem da UEFA

Para saber mais sobre a introdução do VAR, com a ajuda de vídeos e fotos, clique aqui.

Topo