Retrospectiva do Real Madrid - Ajax

O Real Madrid somou a sétima vitória seguida frente ao Ajax na primeira mão e está perto da nona presença consecutiva nos quartos-de-final.

O capitão Sergio Ramos comemora o triunfo do Real Madrid em casa do Ajax
O capitão Sergio Ramos comemora o triunfo do Real Madrid em casa do Ajax ©Getty Images

O Real Madrid vai receber o Ajax em boa posição para conseguir a nona presença consecutiva nos quartos-de-final da UEFA Champions League. Os holandeses estão em dificuldades, devido ao resultado da primeira mão e ao desfecho das recentes visitas ao Santiago Bernabéu.

• Os golos de Karim Benzema (60') e do suplente Marco Asensio (87'), com Hakim Ziyech a marcar pelo meio para a equipa da casa (75), permitiram o triunfo do Real Madrid por 2-1 no Johan Crujiff ArenA a 13 de Fevereiro. Foi o quarto triunfo consecutivo dos “merengues” fora de casa em eliminatórias da UEFA Champions League e o sexto seguido fora de Espanha.

• O Real Madrid venceu as últimas três edições da UEFA Champions League e ganhou as últimas nove eliminatórias a duas mãos nesta prova, desde a derrota com a Juventus nas meias-finais de 2014/15.

• O Real Madrid marcou presença nos oitavos-de-final da UEFA Champions League desde a sua criação em 2003/04 e não é eliminado nesta ronda há nove anos.

• Em contraste, o Ajax não chegava aos oitavos-de-final desde 2005/06, mas nunca ganhou nesta fase da UEFA Champions League. Além disso, o Ajax perdeu os últimos sete jogos com o Real Madrid, com 22 golos sofridos e apenas três marcados.

Resumo: Ajax 1-2 Real Madrid
Resumo: Ajax 1-2 Real Madrid

Encontros anteriores
• As equipas já se defrontaram por 13 vezes nas competições da UEFA - sempre  na Taça dos Clubes Campeões Europeus - o Real Madrid somou oito vitórias, o Ajax quatro e verificou-se apenas um empate, 1-1 no primeiro encontro em Amsterdão na primeira mão da primeira eliminatória da Taça dos Campeões de 1967/68. O Real Madrid venceu por 2-1 na segunda mão em Espanha e seguiu em frente.

Veja quem está na Equipa do Ano de 2018
Veja quem está na Equipa do Ano de 2018

Guia de forma
Real Madrid
 Esta é a 23ª campanha do Real Madrid na UEFA Champions League e a 23ª vez em que alcançou a fase a eliminar.

• O Real Madrid é campeão em título e já conquistou por 13 vezes o troféu, tendo atingido, pelo menos, as meias-finais nas últimas oito época. O clube está a participar pela 49ª vez na Taça dos Clubes Campeões Europeus, um recorde absoluto.

Os melhores golos da fase de grupos de 2018/19
Os melhores golos da fase de grupos de 2018/19

• O Real Madrid quer estar nos quartos-de-final pelo nono ano consecutivo. O registo nos oitavos-de-final é de V9 D6.

• O registo do Real Madrid em quatro desempates por grandes penalidades nas provas da UEFA é de 2V 2D: 
5-3 frente ao Atlético de Madrid na final da UEFA Champions League de 2015/16 
1-3 frente ao Bayern na meia-final da UEFA Champions League de 2011/12 
3-1 frente à Juventus na segunda eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1986/87 
5-6 frente ao Estrela Vermelha nos quartos-de-final da Taça dos Vencedores das Taças de 1974/75 

Ajax
• A eliminatória frente ao Inter em 2005/06 foi a única presença do Ajax nos oitavos-de-final da UEFA Champions League. Os holandeses empataram 2-2 em casa - Klaas-Jan Huntelaar inaugurou o marcador - antes de uma derrota por 1-0 em Milão.

• O último jogo do Ajax nos quartos-de-final da UEFA Champions League aconteceu em 2002/03, quando foi batido por 3-2 no terreno do Milan depois de um nulo na primeira mão na Holanda.

• O clube holandês não venceu nenhum jogo nas últimas seis eliminatórias na UEFA Champions League (E2 D4), desde o triunfo por 3-2 no terreno do Atlético de Madrid, na segunda mão dos quartos-de-final de 1996/97.

• O registo do Ajax em seis desempates por grandes penalidades nas provas da UEFA é de 1V 5D:
2-4 frente ao Steaua Bucareste nos 16 avos-de-final de UEFA Europa League de 2012/13
2-4 frente à Juventus na final da UEFA Champions League de 1995/96
4-3 frente ao Grémio na Taça Intercontinental de 1995
2-4 frente ao Bohemians Praga na segunda eliminatória da Taça UEFA de 1984/85
0-3 frente à Juventus nos quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1977/78
3-5 frente ao Levski Sofia na terceira eliminatória da Taça UEFA de 1975/76

O VAR vai informar o árbitro quando houver uma evidência de um erro claro numa das quatro situações que que mudam o jogo. O árbitro pode usar a área de revisão anexa ao terreno de jogo para tomar uma decisão final. O VAR também pode levar em conta qualquer infracção que possa ter ocorrido imediatamente antes da jogada que conduziu ao incidente (a fase de ataque da jogada).

Nos casos de decisões como foras-de-jogo e faltas dentro ou fora da grande área, o VAR pode simplesmente informar o árbitro desses factos, não sendo necessária a visualização das imagens em campo. O processo de visualização em campo será comunicado no estádio utilizando os ecrãs gigantes ou a instalação sonora.

  • Entrevista com Roberto Rosetti, responsável de arbitragem da UEFA

Para saber mais sobre a introdução do VAR, com a ajuda de vídeos e fotos, clique aqui.

Topo