Benfica complica contas do apuramento

Os "encarnados" não foram além de um empate na recepção ao Ajax e complicaram ainda mais as contas do apuramento para a fase seguinte.

Ocorreu um erro durante a reprodução do vídeo

message

Próximo vídeo

O Benfica não conseguiu levar de vencida o Ajax na quarta jornada do Grupo E e complicou ainda mais as contas no que toca ao apuramento para os oitavos-de-final da UEFA Champions League.

O golo de Dušan Tadić, perto da hora de jogo, anulou a vantagem do Benfica dada por Jonas na primeira parte e pertmitiu ao Ajax manter os mesmos quatro pontos de distância entre ambas as equipas no Grupo E, agora liderado pelo Bayern.

O conjunto da casa entrou a todo o gás e Alex Grimaldo foi o primeiro a testar a atenção de Onana logo no primeiro minuto. O lateral espanhol progrediu pelo lado esquerdo, rematou forte, mas o guarda-redes do Ajax estava atento e segurou sem problemas. Cinco minutos depois foi a vez de Franco Cervi criar uma situação de perigo, após jogada de envolvimento. O argentino ganhou posição de remate, de ângulo apertado, com nova intervenção de Onana.

Com o passar do tempo os holandeses conseguiram travar mais eficazmente as investidas contrárias, controlando melhor os acontecimentos perante um Benfica que foi perdendo fulgor, sem deixar de, no entanto, criar perigo, especialmente por Jonas, que viria mesmo a chegar ao golo aos 29 minutos, após um lançamento longo de linha lateral. O avançado brasileiro aproveitou uma saída em falso de Onana e atirou a contar.

A resposta do Ajax surgiu aos 38 minutos, após a marcação de um livre directo de Hakim Ziyech. Odisseas Vlachodimos calculou bem a trajectória da bola e afastou o perigo. Mesmo em cima dos 45, o Ajax ficou muito perto do empate novamente após a marcação de um livre. Lasse Schöne disparou forte, Vlachodimos fez uma defesa apertada e Van de Beek falhou a emenda de forma incrível.

No segundo tempo a toada manteve-se, com a formação portuguesa à procura do golo da tranquilidade perante um Ajax mais conservador, mas paulatinamente a mostrar-se mais atrevido. Desta forma, aos 61 minutos, Tadić marcou mesmo o tento do empate, após lançamento longo: desmarcou-se entre os centrais, tirou Vlachodimos do caminho e fez o 1-1. A precisar de ganhar, o Benfica tentou até final desfazer o empate e podia tê-lo feito na última jogada do encontro, quando o remate de Gabriel encontrou o pé providencial de Onana para gáudio dos visitantes.

FIGURA: Jonas (Benfica)

Com a tarefa inglória de lutar entre os defesas do Ajax, o avançado brasileiro emprestou classe ao jogo do Benfica enquanto esteve em campo. Marcou o primeiro golo da noite e foi sempre uma dor de cabeça para defensores holandeses.

MOMENTO: Golo do Ajax

O Ajax entrou bem no segundo tempo e surpreendeu os "encarnados", melhores na primeira parte. O golo do empate desinibiu os jogadores do Ajax para uma segunda parte de bom nível.

Topo