Factos do Porto - Lokomotiv Moscovo

O Porto assumiu a liderança do Grupo D com o triunfo no terreno do Lokomotiv Moscovo e agora quer repetir a receita em casa.

Héctor Herrera comemora depois de marcar pelo Porto em casa do Lokomotiv
Héctor Herrera comemora depois de marcar pelo Porto em casa do Lokomotiv ©AFP/Getty Images

O Porto assumiu a liderança do Grupo D com o triunfo claro no terreno do Lokomotiv Moscovo na terceira jornada e vai tentar agora reforçar a vantagem na recepção aos russos em Portugal.

• Após Manuel Fernandes ter permitido a defesa de Iker Casillas numa grande penalidade do início do encontro em Moscovo, Moussa Marega (26pen) e Héctor Herrera (35) deixaram o Porto na frente do encontro realizado a 24 de Outubro. Apesar de Anton Miranchuk ter reduzido a desvantagem do Lokomotiv antes do intervalo, Jesús Corona respondeu com mais um golo para os visitantes dois minutos após o reatamento e decidiu o encontro. Foi a mais pesada derrota caseira de sempre do Lokomotiv na UEFA Champions League.

• A equipa portuguesa tem sete pontos, mais dois do que o Schalke e três de vantagem em relação ao Galatasaray. O Lokomotiv está em quarto após três derrotas e ficará sem hipóteses de terminar num dos dois primeiros lugares se perder e houver um vencedor no jogo Galatasaray-Schalke, ou se empatar e o Schalke vencer.

Guia de forma

Porto
• O Porto venceu o Galatasaray por 1-0 em casa, na segunda jornada, depois de ter empatado 1-1 no reduto do Schalke na estreia.

• O Porto participa pela 23ª vez na UEFA Champions League, recorde que partilha com Real Madrid e Barcelona.


Resumo: Lokomotiv Moscovo 1-3 Porto
Resumo: Lokomotiv Moscovo 1-3 Porto

• O Porto chegou aos oitavos-de-final nos últimos dois anos e ultrapassou a fase de grupos em três vezes das últimas quatro épocas. Em 2017/18, a equipa de Sérgio Conceição foi eliminada nos oitavos-de-final, com um total de 5-0, pelo Liverpool, mais tarde finalista, sendo todos os golos sido marcados na primeira mão em Portugal.

• O Porto somou seis pontos em casa na fase de grupos da época passada. No entanto, apesar da vitória na segunda jornada, venceu apenas cinco dos últimos 12 jogos em casa nas competições europeias, perdendo o mesmo número de jogos.

• O clube português não venceu nenhum dos últimos dois jogos em casa com clubes russos (E1 D1), o último destes encontros foi a derrota por 1-0 com o Zenit na fase de grupos da UEFA Champions League de 2013/14. Foi o único desaire do Porto em seis jogos em casa com emblemas russos (V2 E3), embora não tenha conseguido marcar em quatro desses seis jogos.

Lokomotiv
• O Lokomotiv perdeu por 3-0 no terreno do Galatasaray na primeira jornada, antes da derrota por 1-0 na recepção ao Schalke.

• O Lokomotiv foi derrotado nos últimos cinco desafios europeus, depois de ter ganho os quatro anteriores. Está igualada a maior série de derrotas europeias da sua história, repetindo os cinco desaires sofridos em 2003.

• Campeão da Rússia na época passada pela primeira vez desde 2004, o Lokomotiv está pela quarta vez na fase de grupos, a primeira desde 2003/04 - na altura a terceira presença consecutiva - quando atingiu os oitavos-de-final.

• O clube de Moscovo ultrapassou a fase de grupo nas duas últimas participações.

Cinco grande golos do Porto
Cinco grande golos do Porto

• Em 2017/18, o Lokomotiv começou na fase de grupos da UEFA Europa League e afastou o Nice nos 16 avos-de-final antes de ser eliminado nos oitavos-de-final, com um total de 8-1, pelo Atlético, mais tarde vencedor do troféu.

• O desaire por 3-0 na primeira mão em casa do Atlético foi a única derrota do Lokomotiv como visitante na época passada (V2 E2). Apesar deste resultado, e do desaire na segunda jornada no terreno do Galatasaray, os moscovitas perderam apenas três dos últimos 11 jogos disputados fora na Europa (V4 E4).

• O Lokomotiv não vence fora na UEFA Champions League desde o triunfo por 2-1 no reduto do Galatasaray na primeira fase de grupos de 2002/03. Depois disso, o registo do clube russo, incluindo pré-eliminatórias, é de E4 D7.

• O Lokomotiv perdeu os dois primeiros jogos em Portugal, mas ganhou o último, por 3-1, no terreno do Sporting, na fase de grupos da UEFA Europa League de 2015/16.. 

Ligações e curiosidades
• Yuri Semin era o treinador do Dínamo Kyiv quando os ucranianos ganharam por 1-0 no Estádio do Dragão, na terceira jornada da fase de grupos da UEFA Champions League de 2008/09, mas na ronda seguinte não evitou a derrota por 2-1 em casa.

• Jogaram em Portugal:
Manuel Fernandes (Benfica 2003–06)
Éder (Tourizense 2006–08, Académica 2008–12, Braga 2012–15)

• O treinador do Porto, Sérgio Conceição, orientou Éder no Braga em 2014/15.

• Colegas nas selecções:
Danilo, Sérgio Oliveira e Manuel Fernandes e Éder (Portugal)
Chidozie Awaziem e Brian Idowu (Nigéria)

• Héctor Herrera fez os passes para ambos os golos do México no triunfo por 2-1 sobre a Rússia, de Fedor Smolov, no jogo da fase de grupos da Taça das Confederações de 2017 realizado em Kazan.

Últimas informações

Porto
• O Porto subiu à liderança da Liga depois de triunfar por 2-0 na recepção ao Feirense a 28 de Outubro, Felipe inaugurou o marcador com o primeiro golo da época.

• A formação de Sérgio Conceição venceu depois pelo menos resultado no sábado, no terreno do Marítimo, com Otávio e Moussa Marega a serem determinantes, com um golo e uma assistência cada.

• O Porto tinha sofrido a segunda derrota no campeonato a 7 de Outubro, ao ser batido por 1-0 na visita ao Benfica – foram precisas 28 jornadas do campeonato em 2017/18 para perder duas vezes.

• Os "dragões" perderam em casa pela primeira vez em 36 jogos para o campeonato a 25 de Agosto, ao serem batidos por 3-2 contra o Vitória SC. A ganhar por 2-0, foi a primeira vez que perderam em casa depois de terem dois golos de vantagem desde 1942/43.

• Os portistas venceram os últimos cinco jogos em todas as competições - com 17 golos marcados - e oito dos últimos nove desafios, com a excepção a ser a derrota com o Benfica.

• O Porto marcou nos últimos 14 jogos em casa, depois da derrota por 5-0 com o Liverpool na primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League da época passada.

• O Varzim foi batido por 4-2 na fase de grupos da Taça da Liga a 31 de Outubro, com Riechedly Bazoer a apontar o primeiro golo pelo clube. Chancel Mbemba e Chidozie Awaziem, que não estão incritos na UEFA Champions League, fizeram a estreia pelo clube e o primeiro jogo da época, respectivamente.

• O Porto vai defrontar o Belenenses nos 16 avos de final da Taça de Portugal, no fim-de-semana de 24 e 25 de Novembro.

• Vincent Aboubakar sofreu uma lesão grave no joelho contra o Tondela, a 28 de Setembro, e deverá estar ausente durante vários meses.

• Hernâni fez o primeiro jogo desde 28 de Setembro frente ao Varzim, deppois de se ter lesionado numa coxa durante um treino para o jogo com o Benfica.

• O Porto começou a temporada 2018/19 com um triunfo na SuperTaça por 3-1 ante o Aves, vencedor da Taça de Portugal, disputada a 4 de Agosto.

Lokomotiv Moscovo
• A 27 de Julho, o Lokomotiv foi batido no prolongamento por 1-0 pelo CSKA na SuperTaça da Rússia. 

• Os moscovitas conseguiram apenas duas vitórias nos oito primeiros desafios na Liga russa desta época, mas ganharam os últimos cinco jogos, tendo batido o Yenisey por 3-0 a 28 de Outubro e o Arsenaç Tusla por 3-1 no sábado.

• O Lokomotiv somou apenas dois pontos nos primeiros três encontros da Premier League – o pior arranque de temporada de um campeão em título na história russa.

• Anton Miranchuk bisou, com Éder e Aleksei Miranchuk a fazerem os restantes golos, no triunfo do Lokomotiv', por 4-1, sobre o Yenisey, nos oitavos-de-final da Taça da Rússia a 31 de Outubro.

• Anton Miranchuk, também bisou frente ao Arsenal Tula e soma, assim, seis golos nos seus últimos quatro jogos pelo Lokomotiv.

• A equipa de Yuri Semin vai defrontar o Rubin em casa nos quartos-de-final.

• Fedor Smolov sofreu uma lesão no ombro frente ao Baltika, a 26 de Setembro e não vais voltou a jogar desde então, mas já esteve no banco no sábado; Aleksandr Kolomeytsev ainda não jogou esta temporada devido a um problema na anca.

• Jefferson Farfán alinhou na primeira parte do encontro com o Tula no fim-de-semana, recuperado de uma lesão muscular que o afastava dos relvados desde a primeira jornada da #UCL.

• Maciej Rybus está sem competir desde que contraiu uma lesão no adutor frente ao Krasnodar, a 1 de Setembro, mas já regressou aos treinos.

Topo