Porto vence Lokomotiv em Moscovo

O Porto bateu o Lokomotiv por 3-1 e deu mais um passo importante rumo aos oitavos-de-final da Champions League.

O FC Porto bateu o Lokomotiv por 3-1, em Moscovo, e deu mais um passo importante rumo aos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

Os portugueses começaram melhor, mas foi a equipa da casa que teve a primeira grande oportunidade para marcar. Aleksei Miranchuk caiu em luta com Alex Telles à entrada da área do Porto e o árbitro Bobby Madden assinalou grande penalidade. Manuel Fernandes foi chamado para a conversão mas Iker Casillas manteve o nulo com uma defesa soberba.

Os russos voltaram a estar perto do golo aos 19 minutos. Casillas negou as intenções de Igor Denisov, a bola ressaltou para a área e Alex Telles foi decisivo ao afastar por duas vezes os remates dos anfitriões sobre a linha de golo.

O árbitro escocês voltou a assinalar grande penalidade aos 24 minutos, depois de um contacto entre Eder e Felipe na outra área. Marega não perdoou e deu vantagem ao Porto. A equipa de Sérgio Conceição chegou ao 2-0 aos 35 minutos numa jogada totalmente mexicana. Jesús Corona cruzou para um cabeceamento exemplar de Héctor Herrera.

A equipa de Yuri Semin reagiu bem ao golo e reduziu dois minutos depois numa jogada familiar. Éder Militão perdeu a bola em zona proibida para Aleksei Miranchuk, que rapidamente cruzou para uma conclusão fácil do irmão Anon Miranchuk. 

O Porto entrou muito bem na segunda parte e, aos 47 minutos, Yacine Brahimi desmarcou Corona com um passe soberbo e o mexicano foi implacável frente a Guilherme. Estava feito o 3-1 para os visitantes.

Os anfitriões não se deixaram abater e criaram perigo através de Eder. O internacional portugês colocou a bola na baliza do Porto aos 55 minutos, mas a jogada foi anulada por fora de jogo. No minuto seguinte foi Alex Telles que interceptou um remate perigoso do avançado.

A tarefa do Porto ficou mais facilitada aos 75 minutos, quando Solomon Kverkvelia foi expulso por ter derrubado Herrera quando o mexicano se isolava. O médio mexicano ficou muito perto do golo na marcação do livre. Os visitantes criaram a última oportunidade de golo do encontro, com Alex Telles a rematar forte para boa defesa de Guilherme e no final tiveram oportunidade de festejar um triunfo importante.

FIGURA: Corona (Porto)

O mexicano nem sempre é titular, mas esta noite justificou a aposta de Sérgio Conceição. Fez o cruzamento para o golo do compatriota Herrera e depois tranquilizou a equipa quando estabeleceu o 3-1 com um forte disparo.

MOMENTO: Início da segunda parte

O Porto tinha chegado ao intervalo em vantagem, mas a passar por dificuldades. O golo de Corona dois minutos após o reinício confirmou a vitória e trouxe tranquilidade.

Topo