Marega vale vitória e liderança ao Porto

Um golo de cabeça de Moussa Marega, logo a abrir a segunda parte, chegou para o Porto bater em casa o Galatasaray e assumir a liderança do Grupo D.

Watch the goal from Moussa Marega which gave Porto victory.

Um golo de Moussa Marega, a abrir a segunda parte, chegou para o FC Porto bater em casa o Galatasaray AŞ, por 1-0, e assumir a liderança do Grupo D da UEFA Champions League 2018/19.

Os "dragões" tentaram tomar as rédeas do encontro desde o apito inicial, mas encontraram pela frente um adversário determinado e preciso nas marcações. E foi preciso um rasgo de génio de Jesús Corona, aos 26 minutos, para criar a única verdadeira oportunidade de golo da primeira parte para os "azuis-e-brancos". O extremo mexicano fez tudo bem no lado direito, antes de cruzar para o remate de Yacine Brahimi, valendo aos visitantes a fantástica defesa de Fernando Muslera.

O cenário voltou a repetir-se, mas na área contrária, pouco antes do intervalo, quando uma excelente combinação do ataque turco permitiu a Yuto Nagatomo aparecer isolado perante Iker Casillas. O guarda-redes espanhol impediu o 0-1 com uma intervenção brilhante e fez o mesmo pouco depois, negando desta feita os festejos a Sinan Gümüş.

O Porto não poderia ter pedido um melhor regresso dos balneários, com Marega a precisar de apenas quatro minutos para chegar ao golo, correspondendo de cabeça ao canto superiormente marcado por Alex Telles. O Galatasaray pagava bem caro pelo seu primeiro erro de marcação na partida.

Os anfitriões estiveram sempre mais perto do segundo golo do que o adversário do empate e Marega só não bisou porque Muslera voltou a revelar-se enorme na baliza. O recém-entrado André Pereira também teve o 2-0 nos pés já na recta final do encontro, mas a equipa de Sérgio Conceição já tinha garantido o mais importante.

FIGURA: Iker Casillas

Marega selou a conquista de um triunfo que pode vir a revelar-se muito importante nas contas do apuramento, mas antes disso já Casillas tinha brilhado intensamente e em dose dupla. A fazer o seu jogo 173 na competição, o guardião espanhol fez valer toda a sua experiência e categoria, conferindo segurança a um sector recuado do Porto que, a espaços, revelou inusitado nervosismo.

MOMENTO: Minuto 45

Um golo do Galatasaray, mesmo em cima do intervalo, poderia ter constituído um golpe potencialmente fatal para o dragão, mas Casillas vestiu a pele de salvador e catapultou a sua equipa para uma merecida vitória.

Topo