Benfica vence e está na fase de grupos

O Benfica virou o resultado e a eliminatória na visita ao terreno do PAOK e vai estar pela nona vez consecutiva na fase de grupos da UEFA Champions League.

O Benfica venceu por 4-1 em Salónica e garantiu um lugar na fase de grupos da UEFA Champions League 2018/19. Depois do empate caseiro a um golo da primeira mão, as "águias" ainda se viram a perder bem cedo na visita ao terreno do PAOK, mas reagiram bem e deram a volta ao jogo e à eliminatória ainda na primeira parte.

 O PAOK entrou melhor e até foi o primeiro a marcar. No seguimento de um livre muito bem trabalhado, a bola passou rapidamente pelo pé de vários jogadores até Maurício assistir Prijovic, que só teve de encostar para o fundo das redes. Mas o Benfica soube reagir e o empate não tardou a surgir. Pizzi cobrou um pontapé de canto na direita e Jardel saltou mais alto para cabecear certeiro e igualar a eliminatória.

O PAOK acusou o golo e, num lance infeliz, o guarda-redes da casa, Paschalakis, acabou por cometer uma grande penalidade sobre Cervi que Salvio não perdoou, colocando o Benfica na liderança. Vlachodimos brilhou, depois, na baliza do Benfica para segurar a vantagem dos "encarnados" que aproveitando o balanceamento atacante do adversário, acabaram por chegar ao terceiro golo já perto do intervalo. Uma grande jogada de entendimento entre Grimaldo e Cervi terminou com o argentino a assistir Pizzi, que com um remate colocado não perdoou.

O Benfica desceu, então, aos balneários com uma vantagem confortável e se restassem dúvidas quanto ao desfecho da eliminatória estas dissiparam-se praticamente em definitivo quando Salvio, logo a abrir a segunda parte, converteu nova grande penalidade, desta feita a castigar falta de Varela sobre Jardel.

O PAOK tentou reagir, ainda enviou uma bola à trave da baliza de Vlachodimos, mas já nada podia impedir o Benfica de estar no sorteio de quinta-feira da fase e grupos da UEFA Champions League. Já a turma grega vai estar, sexta-feira, no sorteio da fase de grupos da UEFA Europa League.

FIGURA: Cervi

O argentino foi determinante no apuramento do Benfica. Foi ele que pressionou o guarda-redes do PAOK para conquistar a primeira grande penalidade, que colocou as "águias" na frente, e foi dele a assistência para o golo de Pizzi que, em cima do intervalo, lançou em definitivo os "encarnados" para o apuramento.

MOMENTO: Minuto 25

O Benfica tinha acabado de empatar e, com o PAOK ainda a digerir o golo da igualdade, Paschalakis, guarda-redes da turma da casa, na tentativa de corrigir um mau atraso de um colega, acabou por cometer grande penalidade sobre Cervi depois de este lhe roubar a bola. Salvio não perdoou na conversão do "castigo máximo" e abriu as portas do apuramento.

Declarações

Rui Vitória, treinador do Benfica: "Ganhámos com todo o mérito. Parabéns aos meus jogadores, pela forma como encaram a partida. Começamos a sofrer, mas depois foi uma exibição bem conseguida. Alcançamos aqui o resultado que deveria ter acontecido lá. Parabéns aos meus jogadores pelo brio e entrega. Fez-se justiça.

Grimaldo, defesa do Benfica: Já na primeira mão tínhamos demonstrado que éramos superiores. O Benfica é uma equipa que tem de estar sempre na Champions League e metemos a equipa onde ela merece. Agora esperamos ir o mais longe possível. Vamos ver os adversários e depois pensar jogo a jogo.

Topo