Kovačević silencia Roma

S.S. Lazio 1-2 Olympiacos CFP
Darko Kovačević consumou a reviravolta do campeão grego, agora mais perto de passar à fase seguinte.

Luciano Galletti é felicitado depois de fazer o empate
Luciano Galletti é felicitado depois de fazer o empate ©Getty Images

O Olympiacos CFP venceu a S.S. Lazio em Roma e ficou mais perto de garantir um lugar nos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

Determinação
Goran Pandev colocou a equipa da casa em vantagem à passagem da meia-hora de jogo, mas os gregos deram a volta ao resultado com golos de Luciano Galletti e Darko Kovačević, que foi aposta no segundo tempo. A equipa visitante chegou ao triunfo graças à enorme determinação, conseguindo reagir à desvantagem e controlando sempre o encontro depois de passar para a frente do marcador. Os gregos só precisam de conquistar um ponto na última jornada, na qual recebem o Werder Bremen, de Hugo Almeida. A Lázio tem uma tarefa mais complicada, pois, para seguir em frente, precisa de vencer em casa do Real Madrid CF.

Início tenso
Ambas as equipas entraram em campo cientes de que um triunfo seria suficiente para garantir, desde logo, a passagem aos oitavos-de-final, isto se o Real Madrid não perdesse diante do Bremen. A Lázio dominou o jogo nos primeiros minutos, apostada em conseguir um resultado positivo frente aos seus adeptos, pois na última jornada terá de jogar na capital espanhola. Delio Rossi tinha pedido "corações quentes e cabeças frias", mas os primeiros minutos foram o oposto, com Goran Pandev e Ieroklis Stoltidis a serem vítimas de entradas duras de adversários.

Pandev certeiro
As duas formações entraram cautelosas, com o Olympiacos a ceder o domínio do meio-campo e a equipa da casa a não conseguir aproveitar o contra-ataque. A defesa grega ficou desequilibrada, mas Pandev e Stefano Mauri falharam no último passe. O desafio só teve a primeira jogada de qualidade à passagem da primeira meia-hora. Cristián Ledesma amorteceu a bola de cabeça para Tommaso Rocchi e o capitão da Lázio aproveitou para cruzar da linha final, surgindo Pandev a marcar num remate à queima-roupa.

Galletti empata
A equipa treinada por Panagiotis Lemonis reagiu ao golo sofrido e, cinco minutos mais tarde, conseguiu empatar. Stoltidis recebeu a bola da esquerda e deixou-a ao dispor de Luciano Galletti, que entrou de trás e rematou dentro da área sem dar hipóteses de defesa a Marco Ballotta. No outro extremo, Antonios Nikopolidis mostrou elasticidade surpreendente para um guarda-redes de 36 anos e, com a perna, conseguiu negar novo golo a Pandev.

Kovačević decide
O veterano guarda-redes voltou a ter de se aplicar no início do segundo tempo, aos 55 minutos, quando mostrou coragem ao mergulhar para impedir que um cruzamento chegasse aos pés de Rocchi. Logo a seguir, defendeu com o pé mais um remate de Pandev, que tinha recebido de forma soberba um passe de Massimo Mutarelli. Contra a corrente do jogo, o Olympiacos fez o golo da vitória. Stoltidis lançou Predrag Djordjević pelo flanco direito e o capitão passou rasteiro e permitiu ao suplente Darko Kovačević fazer o segundo golo do clube grego.

Tentativa de Djordjević
Com o Bremen a vencer os campeões espanhóis, a Lázio lançou-se no ataque, mas continuou a mostrar dificuldades em criar jogadas de ataque. As situações de maior perigo da equipa da Serie A surgiram em dois livres executados por Guglielmo Stendardo. A melhor oportunidade dos últimos minutos pertenceu ao Olympiacos, com Djordjević rematar ao lado do alvo. Os gregos estiveram 31 jogos sem conseguir vencer fora de casa nas competições europeias e agora somaram duas vitórias consecutivas, só precisando de mais um ponto para ultrapassar a fase de grupos, algo que não conseguem desde a época 1999/2000. A Lázio está obrigada a vencer em Madrid, na última ronda, para continuar a aventura na UEFA Champions League.

Topo