"Uma boa propaganda"

O treinador do United, Sir Alex Ferguson, elogiou a prestação ofensiva da sua equipa, que viu um bis de Cristiano Ronaldo ajudar ao triunfo por 4-2 em Kiev.

O treinador do Manchester United FC, Sir Alex Ferguson, elogiou a prestação ofensiva da sua equipa, que viu um bis de Cristiano Ronaldo seguir-se aos tentos de Rio Ferdinand e Wayne Rooney, num triunfo por 4-2 no terreno do FC Dynamo Kyiv. A vitória mantém o registo perfeito do Manchester United no Grupo F da UEFA Champions League, o mesmo do Sporting, enquanto o Dínamo mantém-se com zero pontos e o seu treinador, József Szabó, admitiu que o seu conjunto foi completamente subjugado pelos campeões ingleses.

József Szabó, treinador do Dínamo
O que se pode dizer quando o adversário é, simplesmente, mais forte? O United é o United. Na primeira parte, estivemos tão nervosos que cometemos erros atrás de erros. Perdemos frente a uma equipa mais forte. Quando defendemos um livre directo ou um canto é pior que uma grande penalidade. Tínhamos outros planos, mas quando as pessoas não os conseguem colocar em prática, se cometem uma quantidade industrial de erros, como é que podemos falar de alguma coisa? Tivemos bastantes erros desses no nosso último jogo para o campeonato, mas então disse que, apesar de formações como o [FC] Zakarpattya [Uzhgorod] não conseguirem aproveitar este tipo de situações, jogadores como estes fazem-nos pagar rapidamente por eles. Infelizmente, não temos futebolistas com a mesma qualidade que os do United. Não lamento ter voltado a dirigir o Dínamo. Estou decepcionado, porque não gosto deste tipo de futebol. Hoje dei um exemplo aos meus jogadores. Com o United a ganhar por 4-1, o Cristiano Ronaldo recuou até à sua área, recuperou a bola e iniciou um ataque – a isso chama-se profissionalismo. Desta forma, perder é algo de bom: abrirá mais os olhos a alguns jogadores desta equipa.

Alex Ferguson, técnico do Manchester United
Marcar quatro golos fora para as competições europeias é uma boa prestação. Creio que o nosso jogo ofensivo foi muito, muito bom e podíamos ter marcado ainda mais golos. Houve alturas na segunda parte, em particular, nas quais o Dínamo também melhorou. Este jogo foi uma boa propaganda para o futebol europeu, pois ambas as equipas tentaram jogar sempre ao ataque. Estou muito feliz com este resultado, pois estes três pontos deixam-nos numa posição muito boa. Temos uma equipa completa, com muitas soluções. As alterações feitas não alteraram o rendimento. John O'Shea jogou como lateral-esquerdo e esteve excelente. Anderson substituiu Paul Scholes e também esteve excelente. Nani, Carlos Tévez e Anderson têm-se adaptado fantasticamente ao futebol inglês. No início da época, Tévez e Anderson estiveram na Copa América e falharam os trabalhos de pré-temporada e demoraram a atingir os níveis físicos que têm agora. Rooney esteve lesionado e o Cristiano Ronaldo suspenso. Todos jogam agora e nota-se a diferença.

Topo