Elfsborg entre os oito apurados

A primeira pré-eliminatória chegou ao fim esta quarta-feira, com o Elfsborg entre as oito equipas que seguem em frente e se juntam às seis que haviam garantido o apuramento na véspera.

Disputaram-se na noite de quarta-feira os restantes jogos da primeira pré-eliminatória da UEFA Champions League, com oito equipas a seguirem em frente para se juntarem às seis que, na véspera, haviam já garantido o apuramento para a ronda seguinte. As formações da casa dominaram os encontros da noite, destacando-se o IF Elfsborg e o FC Levadia Tallinn, este último a conseguir assim repetir o melhor registo de sempre de uma equipa da Estónia na competição. Das equipas que, esta quarta-feira, disputaram fora a segunda mão da primeira pré-eliminatória, apenas FH Hafnarfjördur e NK Domžale seguiram em frente.

IF Elfsborg 1-0 Linfield FC (1-0 no conjunto das duas mãos)
Mathias Svensson foi o herói da formação sueca, que garantiu o apuramento para a segunda pré-eliminatória, onde terá pela frente o Debreceni VSC. O Elfsborg começou o jogo ao ataque, com o avançado Fredrik Berglund a ficar perto do golo em duas ocasiões. Mathias Svensson acabou por abrir o activo com um cabeceamento após um cruzamento de Anders Svensson, com a bola a embater na trave e no guarda-redes do Linfield antes de ultrapassar a linha de golo. O Linfield quase marcou aquele que seria um valiosíssimo golo fora de casa quando Damien Curran viu o seu remate de cabeça ser salvo em cima da linha de golo por Stefan Ishizaki e Curran viu ainda um remate de primeira ser bem defendido por Johan Wiland num emocionante final de jogo.

FC Pyunik 2-0 Derry City FC (2-0 no conjunto das duas mãos)
Um empolgante encontro frente ao FC Shakhtar Donetsk aguarda a formação arménia depois de esta ter levado a melhor sobre o Derry City com um golo em cada parte, apontados pelos avançados Arsen Avetisan e Gevorg Ghazaryan. Depois de um empate a zero no jogo da primeira mão, na República da Irlanda, o marcador funcionou finalmente quando Avetisan acorreu à recarga do seu próprio remate, defendido por Pat Jennings, e marcou. O defesa Darren Kelly ainda rematou à trave da baliza do Pyunik à passagem da hora de jogo, mas a equipa da casa descansou os seus adeptos quando Ghazaryan marcou a passe de Levon Pachajyan, da direita.

Tampere United 2-0 S.S. Murata (4-1 no conjunto das duas mãos)
Depois de um triunfo por 2-1 em San Marino, o clube finlandês confirmou no seu terreno a passagem à ronda seguinte, para enfrentar o PFC Levski Sofia. Logo nos primeiros minutos de jogo Tomi Petrescu disparou com êxito a 18 metros da baliza e colocou a bola no canto superior da baliza do Murata. O Tampere duplicou a sua vantagem, desta vez por intermédio de Jari Nemi, que não teve dificuldades em marcar após passe de Petrescu. O Murata não conseguia dar muita luta e teve de esperar até aos 60 minutos para dispor da sua primeira oportunidade de golo.

FK Ventspils 2-1 The New Saints FC (4-4 no conjunto das duas mãos; Ventspils apurado graças aos golos marcados fora)
Apesar do resultado, o Ventspils esteve sempre no comando da eliminatória, com o golo do TNS a surgir já nos descontos de um encontro até essa altura bastante tranquilo. Tendo perdido por 3-2 no País de Gales, a formação da Lituânia sabia que tinha de entrar bem no jogo e tal acabou por acontecer quando Jean-Paul Ndeki marcou de cabeça. O segundo golo chegou logo após o intervalo, com Deniss Kacanovs a marcar também de cabeça, deixando o TNS a precisar de dois golos para seguir em frente. Quando Martin Naylor reduziu a desvantagem dos galeses, de livre directo, o Ventspils estava já com a cabeça no jogo da segunda pré-eliminatória, frente ao FC Salzburg.

FC Levadia Tallinn 0-0 FK Pobeda (1-0 no conjunto das duas mãos)
O livre directo superiormente cobrado por Konstantin Nahk no jogo da primeira mão, disputado numa noite muito quente na República da Macedónia, acabou por ser decisivo para proporcionar ao clube da capital da Estónia um encontro de sonho com o FK Crvena Zvezda na segunda pré-eliminatória. Os visitantes não foram capazes de marcar o golo de que necessitavam para, pelo menos, levarem o encontro para prolongamento e a sua falta de eficácia na altura da concretização possibilitou ao Levadia chegar à ronda seguinte pela segunda vez na sua história - algo que nenhum outro clube no país conseguiu alcançar.

HB Tórshavn 0-0 FH Hafnarfjördur (1-4 no conjunto das duas mãos)
Os visitantes, da Islândia, saíram vitoriosos e garantiram um duelo com o FC BATE Borisov na próxima ronda, depois de alcançarem um nulo no terreno do HB, nas Ilhas Faroé. Após uma vitória por 4-1 no jogo da primeira mão, em casa, não restavam grandes dúvidas quanto ao desfecho da eliminatória. O Hafnarfjördur, a participar pelo terceiro ano consecutivo na prova, havia conseguido chegar à segunda pré-eliminatória também em 2006/07, mas quererá agora fazer melhor do que a derrota por 3-0 no conjunto das duas mãos que sofreu nessa ocasião.

MŠK Žilina 5–4 F91 Dudelange (7-5 no conjunto das duas mãos)
A formação da Eslováquia levou a melhor num encontro que produziu nove golos, mas esteve sempre no comando da eliminatória depois da vitória, por 2-1, no Luxemburgo, na partida da primeira mão. O Žilina ganhou uma vantagem de três golos logo nos primeiros 30 minutos, graças a golos de Pavel Devaty, Ivan Lietava e Peter Styvar. Joris Di Gregorio marcou por duas vezes e reduziu a desvantagem do Dudelange ainda antes do intervalo, mas pouco depois Benjamin Vomacka marcou mais um golo para a equipa da casa. Laurent Guthlebera voltou a reduzir para a turma luxemburguesa, mas viu Styvar marcar o quinto tento da equipa da casa pouco depois. Um golo de consolação por intermédio de Zarko Lukic não foi suficiente para impedir que o Žilina esteja na segunda pré eliminatória, onde enfrentará os rivais checos do SK Slavia Praha.

KF Tirana 1-2 NK Domžale (1-3 no conjunto das duas mãos)
O NK Dinamo Zagreb terá pela frente a formação da Eslovénia, após o Domžale ter obtido novo triunfo sobre o Tirana, desta vez na Albânia, depois de uma vitória por 1-0 no encontro da primeira mão. Zlatan Ljubijankič e Dario Zahora marcaram para os eslovenos, com Klodian Duro a apontar, pelo meio, o tento de honra da equipa da capital albanesa.

Topo