Houllier pródigo em elogios

O treinador francês rejubilou com a goleada imposta pela sua equipa ao PSV, "carrasco" do Lyon na última edição da UEFA Champions League.

O treinador do Olympique Lyonnais, Gérard Houllier, exultou com a confortável vitória do seu conjunto (4-0), que cilindrou os holandeses do PSV Eindhoven - muito cedo reduzidos a dez unidades - em partida dos oitavos-de-final da UEFA Champions League, disputada no Estádio Gerland. Os dois golos marcados na primeira parte pelo internacional português Tiago - e a expulsão do capitão holandês Phillip Cocu - colocaram os franceses a salvo de qualquer sobressalto, antes de Sylvain Wiltord e Fred estabelecerem os números de uma noite de sonho do campeão gaulês, que estará presente nos quartos-de-final da prova pela terceira época consecutiva.

Gérard Houllier, treinador do Lyon
Em primeiro lugar, quero felicitar os meus jogadores. Venceram e realizaram uma magnífica partida de futebol. O primeiro golo foi perfeito e, depois disso, senti que passaríamos. Percebi que, a partir desse momento, jogariam sem qualquer pressão. Para se fazer um bom jogo é necessário aliar o resultado à exibição. E eu penso que os meus jogadores conseguiram ambas as coisas. Claro que ficámos em melhor posição após a expulsão de Cocu, mas penso que uma entrada daquelas merece o cartão. Voltar a jogar sem Juninho Pernambucano será muito complicado, mas uma grande equipa tem de saber sobreviver sem as suas estrelas.

Guus Hiddink, treinador do PSV
É uma tremenda decepção ser afastado desta competição, mas penso que a nossa equipa mereceu sair de cena. O Lyon foi melhor esta noite. Dois minutos após o primeiro golo do Lyon tivemos oportunidade de marcar e falhámos. Não conseguimos aparecer no momento certo. O segundo cartão amarelo a Cocu foi justificado, mas o mesmo não se aplica ao primeiro. Durante a segunda parte tentámos jogar o melhor possível, sabendo que tínhamos de recuperar. O Lyon justifica, perfeitamente, ser encarado como uma grande equipa europeia e merece ir longe na UEFA Champions League.

Cris, defesa do Lyon
Com esta vitória, a derrota do ano passado foi esquecida. Este jogo foi muito diferente daquele que disputámos na época transacta. Após a expulsão de Cocu, tudo se tornou mais fácil para nós.

Juninho Pernambucano, médio do Lyon
Merecemos o apuramento. Quero agradecer aos nossos adeptos pelo incrível ambiente que criaram no estádio. Esta terceira qualificação consecutiva [para os quartos-de-final] é prova cabal das nossas qualidades. É pena não poder alinhar no próximo jogo, mas os meus companheiros estarão à altura.

Topo