Barça e Chelsea rumam ao título

As duas formações conseguiram importantes triunfos nos seus compromissos de fim-de-semana, que os colocam mais perto dos respectivos títulos nacionais.

Apesar de terem ganho os jogos das suas Ligas, FC Barcelona e Chelsea FC têm razões para preocupação na preparação do jogo de terça-feira no Camp Nou, a contar para a segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

FC Barcelona 3-2 RC Deportivo La Coruña
Um espantoso livre directo apontado por Ronaldinho, logo aos dois minutos de jogo, colocou o Barça na frente, mas a equipa de Frank Rijkaard pagou caro as falhas de concentração da sua defesa e viu o Deportivo chegar ao 1-2. Henrik Larsson, de cabeça, empatou pouco depois, após canto de Ronaldinho e, já na segunda parte, Ronaldinho, de novo a partir de um canto, proporcionou o 3-2 final a Samuel Eto'o. Para este jogo, Frank Rijkaard poupou Lionel Messi, que jogou os 90 minutos pela Argentina, na quarta-feira contra a Croácia. Gabri García não alinhou devido a um problema no gémeo direito, enquanto Xavi Hernández ainda recupera da grave lesão nos ligamentos do joelho. Ronaldinho mostrou estar recuperado do problema no tornozelo que o impediu de jogar pelo Brasil, na Rússia.

Rijkaard afirmou: "Foi um jogo curioso, dado que todos os golos foram de bola parada. Dou os parabéns aos jogadores porque a segunda parte foi muito melhor e por isso merecemos ganhar. Foi uma vitória importante, mas agora temos de nos concentrar noutros assuntos". Na semana passada, os comandados de Rijkaard vingaram o afastamento da Taça de Espanha pelo Real Zaragoza ao ganharem, fora, por 2-0, consolidando assim o primeiro posto da tabela.

West Bromwich Albion FC 1-2 Chelsea FC
Os campeões ingleses prepararam da melhor maneira a visita a Camp Nou, com uma vitória fora sobre o West Brom. Golos na segunda parte, de Didier Drogba e Joe Cole, colocaram o Chelsea a vencer por 2-0, já depois de Arjen Robben ter visto o cartão vermelho. Nwankwo Kanu ainda reduziu, mas tal foi insuficiente para impedir a vitória no jogo 100 de José Mourinho no banco do Chelsea. O defesa John Terry admitiu que tiveram que mudar algo ao intervalo: "Tivemos que alterar a nossa maneira de jogar, facto que acabou por resultar".

Este triunfo foi o segundo do Chelsea depois do jogo da primeira mão contra o Barcelona, com o Portsmouth FC a ser batido, por 2-0, a 25 de Fevereiro. Desde aí muitos foram os jogadores que jogaram pelas suas selecções, com destaque para Cole que marcou e deu outro a marcar pela Inglaterra na vitória sobre o Uruguai, e para Damien Duff que facturou pela República da Irlanda. Já Michael Essien deslocou-se aos Estados Unidos para representar o Gana na partida contra o México. Frank Lampard, a contas com uma lesão no músculo de uma coxa, não defrontou o West Brom, mas já declarou estar em condições, enquanto William Gallas, que alinhou este sábado, deverá ser o defesa-esquerdo em Barcelona, pois Asier Del Horno está suspenso.

Topo