Sorteio da fase de grupos da Champions League: Pote 1

Tudo o que precisa de saber sobre as oito equipas do Pote 1, antes do sorteio da fase de grupos, na quinta-feira.

O alinhamento do Pote 1 para o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League
O alinhamento do Pote 1 para o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League ©UEFA.com

Barcelona (ESP)

Ranking do coeficiente da UEFA (final de 2018/19): 2º
Como se apurou: campeão espanhol
Melhor desempenho na prova: vencedor (cinco vezes, mais recentemente em 2014/15)

O que esperar: Golos. Antoine Griezmann juntou-se a Lionel Messi e a Luis Suárez para formar um dos mais letais trios ofensivos da Europa. Dito isto, a formação de Ernesto Valverde é menos vistosa quando comparada com outras equipas do Barça do passado mais recente; espere uma atitude cautelosa sempre que necessário.

Bayern (GER)

Ranking do coeficiente da UEFA (final de 2018/19): 3º
Como se apurou: campeão alemão
Melhor desempenho na prova: vencedor (cinco vezes, mais recentemente em 2012/13)

Bayern's European Cup successes
Bayern's European Cup successes

O que esperar: Um espectáculo atacante. A chegada de Philippe Coutinho tornou bem claro que a aposta do Bayern para a presente temporada tem como principal foco o aspecto ofensivo, com o brasileiro a juntar-se a Kingsley Coman, Serge Gnabry e Ivan Perišić na missão de servir o ponta-de-lança Robert Lewandowski. Se tudo correr de acordo com o planeado, o Bayern não terá nada a temer de nenhum adversário.

Juventus (ITA)

Ranking do coeficiente da UEFA (final de 2018/19): 5º
Como se apurou: campeão italiano
Melhor desempenho na prova: vencedor (duas vezes, mais recentemente em 1995/96)

O que esperar: Estilo Sarri, previsivelmente. Não se viu muito do estilo de jogo característico de Maurizio Sarri durante a única época em que orientou o Chelsea, mas isso não significa que o técnico vá abdicar das suas ideias de pressão alta, posse de bola e construção de jogo a partir de trás que revelou no Nápoles.

Manchester City (ENG)

Ranking do coeficiente da UEFA (final de 2018/19): 6º
Como se apurou: campeão inglês
Melhor desempenho na prova: meias-finais (2015/16)

O Manchester City é o campeão da Premier League
O Manchester City é o campeão da Premier League©Getty Images

What to expect: Muita posse de bola. A equipa de Josep Guardiola, que continua a elevar a fasquia a nível interno (teve 64 por cento de posse de bola na última edição da Premier League), fortaleceu o seu meio-campo defensivo com a contratação de Rodri ao Atlético de Madrid. O City vai querer chegar bem longe na presente edição da prova.

Paris (FRA)

Ranking do coeficiente da UEFA (final de 2018/19): 8º
Como se apurou: campeão francês
Melhor desempenho na prova: meias-finais (1994/95)

O que esperar: Após três eliminações consecutivas nos oitavo-de-final, o clube francês espera, pelo menos, igualar o seu melhor registo na competição: uma meia-final em 1994/95. Thomas Tuchel não contratou nomes sonantes, apostando em Ander Herrera e Pablo Sarabia para serem o melhor complemento a Kylian Mbappé e Edinson Cavani.

Liverpool (ENG)

Ranking do coeficiente da UEFA (final de 2018/19): 11º
Como se apurou: vencedor da UEFA Champions League
Melhor desempenho na prova: vencedor (seis vezes, mais recentemente em 2018/19)

Watch Liverpool's six European titles
Watch Liverpool's six European titles

O que esperar: Mais do mesmo. Comandados pela liderança do central Virgil van Dijk, os "reds" combinaram o seu excitante e rápido jogo atacante com uma impressionante solidez defensiva, o que permitiu conquistar o seu sexto título europeu (e terminar em segundo na Premier League) na temporada transacta. Devem voltar a brilhar.

Chelsea (ENG)

Ranking do coeficiente da UEFA (final de 2018/19): 12º
Como se apurou: vencedor da UEFA Europa League
Melhor desempenho na prova: vencedor (2011/12)

O que esperar: O Chelsea sentiu dificuldades para encontrar uma identidade durante a única época sob o comando técnico de Sarri, mas ainda assim foi terceira na Premier League. Uma das maiores referências de sempre do clube, Frank Lampard, é agora o treinador, na sequência de uma promissora temporada de estreia como técnico do Derby. Espere uma maior aposta na juventude, um 4-3-3 e alguns fatos estilosos.

Zenit (RUS)

Ranking do coeficiente da UEFA (final de 2018/19): 19º
Como se apurou: campeão russo
Melhor desempenho na prova: oitavos-de-final (três vezes, mais recentemente em 2015/16)

O que esperar: Um regresso há muito aguardado. Após três temporadas na fase de grupos da UEFA Europa League, o Zenit tem sentido muito a falta da UEFA Champions League. Tendo conseguido manter os seus jogadores-chave durante o Verão e, ao mesmo tempo, reforçado todos os sectores da equipa, o emblema de São Petersburgo quer provar que ainda é uma força a ter em conta na Europa.

Topo