Final da Champions League: Confrontos anteriores entre Tottenham e Liverpool

O Tottenham defronta o Liverpool na luta pelo prémio mais cobiçado do futebol europeu de clubes; o que aconteceu antes quando se defrontaram?

O Liverpool venceu o Tottenham por 2-1 no último encontro em Março
O Liverpool venceu o Tottenham por 2-1 no último encontro em Março ©Getty Images

Restam apenas duas equipas na UEFA Champions League desta época, mas só uma pode conquistar o ambicionado troféu a 1 de Junho. O UEFA.com recorda o que aconteceu quando os dois finalistas se defrontaram no passado.

Encontros anteriores nas competições da UEFA

Liverpool 1-0 Tottenham 

Tottenham 2-1 Liverpool 

(tot: 2-2, Liverpool venceu devido aos golos fora, meias-finais da Taça UEFA de 1972/73)

Os "reds" têm vantagem nos confrontos entre os dois clubes nas competições nacionais - incluindo duas vitórias por 2-1 na Premier League desta época - mas o único duelo europeu foi muito mais equilibrado. Alec Lindsay deu o triunfo ao Liverpool na primeira mão das meias-finais da Taça UEFA de 1972/73, mas foi o remate certeiro de Steve Heighway na segunda mão, por entre dois golos de Martin Peters, que se revelou decisivo.

  • Registo do Tottenham frente a clubes ingleses nas competições da UEFA: 4V 1E 3D
  • Registo do Liverpool frente a clubes ingleses nas competições da UEFA: 7V 8E 5D

Encontros nas competições nacionais

Tottenham e Liverpool já se defrontaram 170 vezes em todas as competições, com os “reds” a vencerem 79 jogos, face a 48 dos londrinos, tendo-se verificado 43 empates.

O Liverpool perdeu apenas um dos últimos 14 encontros entre as equipas desde o início de 2013, tendo vencido nove.

Os “reds” ganharam por 2-1 ambos os encontro esta época, o último dos quais em Anfield a 31 de março, quando Toby Alderweireld fez um auto-golo no último minuto.

Finais nas competições nacionais

Liverpool 3-1 Tottenham, ap 

(final da Taça da Liga inglesa de 1981/82)

"Eles pareciam ter o jogo ganho até que consegui marcar ao Ray Clemence", recordou Ronnie Whelan. Os Spurs estiveram 76 minutos em vantagem perante 100.000 espectadores em Wembley, mas a intervenção de Whelan perto do final permitiu anular a vantagem conseguida por Steve Archibald aos 11 minutos. Bob Paisley pediu aos seus jogadores para não se sentarem no relvado antes do prolongamento, para mostrarem aos Spurs que não estavam cansados, e a resistência dos “reds” deu frutos quando Whelan bisou e Ian Rush também marcou.

Topo