Clube dos centenários da Champions League: Thierry Henry

Vencedor da UEFA Champions League com o Barcelona e lenda no Arsenal, Thierry Henry é o mais recente centenário em destaque.

©Getty Images

Thierry Henry fez história no Arsenal, mas foi ao serviço do Barcelona que o elegante avançado finalmente venceu a UEFA Champions League.

CLUBE DOS CENTENÁRIOS DA CHAMPIONS LEAGUE

Jogos

Mónaco: 9
Arsenal: 77
Barcelona: 26

Golos

Veja os golos europeus de Henry
Veja os golos europeus de Henry

Mónaco: 7
Arsenal: 35
Barcelona: 8

Melhor desempenho

Vencedor (Barcelona, 2009)

Para quem não se recorda

Vencedor do EURO Sub-18 de 1996 ao serviço da França, ao lado de jogadores como Mikaël Silvestre, William Gallas, David Trezeguet e Nicolas Anelka, Henry tinha já feito a estreia pelo Mónaco, dois anos antes, sob o comando de Arsène Wenger, que rapidamente deixou o clube. Em Janeiro de 1999, após o triunfo no Campeonato do Mundo, Henry assinou pela Juventus, mas não se adaptou e, em Agosto, Wenger levou-o para o Arsenal.

Depois de Wenger o ter mudado da ala para o centro de ataque, Henry iniciou um período frutuoso de oito época em que ultrapassou Ian Wright como o melhor marcador de sempre do clube, com 226 golos, incluindo 42 na Europa. Conquistou dois títulos da Premier League (incluindo um sem derrotas na época 2003/04) e atingiu a final da UEFA Champions League em 2006.

Veja o resumo da final de 2009
Veja o resumo da final de 2009

Em 2007 Henry assinou pelo Barcelona e, depois de já ter vencido o UEFA EURO 2000 e a Taça das Confederações de 2003 com a França (continuando a ser o melhor marcador do seu país com 51 golos), conseguindo ainda juntar ao currículo o Campeonato do Mundo de 1998, a UEFA Champions League de 2009, a SuperTaça Europeia e o Mundial de Clubes. Henry jogou entre 2010 e 2014 pelos New York Red Bulls, tendo regressado ao Arsenal por empréstimo em 2012. Actualmente é comentador de televisão, mas já foi adjunto na selecção da Bélgica e treinador do Mónaco.

Como chegou aos 100 jogos

Henry estreou-se aos 18 anos nas competições europeias, em Setembro de 1995, no encontro entre o Mónaco e o Leeds United a contar para a Taça UEFA. Teve que esperar até 1 de Outubro de 1997 para disputar o primeiro jogo na UEFA Champions League, contribuindo com dois golos para o triunfo por 4-0 sobre o Bayer Leverkusen. Henry marcou sete golos nessa campanha e ajudou o clube francês a atingir as meias-finais. O único desafio europeu de Henry pela Juve foi um nulo com o CeahlaulPiatraNeamt na Taça Intertoto, em Julho de 1999.Dois meses depois foi suplente utilizado pelo Arsenal no reduto daFiorentina na UEFA Champions League.

No total, Henry marcou 35 golos na UEFA Champions League em 77 jogos pelo Arsenal, embora não tenha conseguido somar o seu primeiro título, e do clube inglês, frente ao Barcelona, no Stade de France, em 2006. Foi ao serviço dos catalães que Henry atingiu os 100 golos na prova, no triunfo por 5-2 no terreno do Sporting em Novembro de 2008. Marcou o 50º e último golo no triunfo por 4-0 sobre o Bayernnos quartos-de-final em Abril de 2009.

 

Os seus melhores momentos

Veja o golo ao Real Madrid
Veja o golo ao Real Madrid
  • Ultrapassou o recorde de Ian Wright, de 185 golos marcados pelo Arsenal, com dois remates certeiros que valeram o triunfo por 2-0 no terreno do Sparta Praga, a 18 de Outubro de 2005. O primeiro foi um excelente remate de longa distância com o pé direito. Tem uma estátua no exterior do Arsenal Stadium para imortalizar esta proeza.

  • Marcou um dos grandes golos da história da UEFA Champions League no encontro dos oitavos-de-final com o Real Madrid, a 21 de Fevereiro de 2006. Recebeu um passe de Cesc Fàbregas e evitou os defesas antes de bater Iker Casillas. Está justamente entre os eleitos comos os 60 melhores golos da história da UEFA.

  • O Arsenal foi batido pelo Barcelona na final da UEFA Champions League de 2006, depois do guarda-redes Jens Lehmann ter sido expulso aos 18 minutos. Henry conseguiu conquistar o troféu após a transferência para Camp Nou, ajudou os catalães a bater o velho rival Manchester United, por 2-0, na final de 2009 em Roma.

O que dizem sobre ele

Henry ganhou tudo o que havia para ganhar no Barcelona
Henry ganhou tudo o que havia para ganhar no Barcelona©Getty Images

"Era embaraçoso para os defesas. Marcava sempre que queria".
Arsène Wenger, antigo treinador do Arsenal

Mais centenários

Clube dos centenários da Champions League: Paolo Maldini
Clube dos centenários da Champions League: Gary Neville
Clube dos Centenários na Champions League: John Terry
Clube dos Centenários na Champions League: Ashley Cole
Clube dos Centenários na Champions League: Patrice Evra
Clube dos Centenários na Champions League: Andrea Pirlo
Clube dos Centenários na Champions League: David Beckham
Clube dos Centenários na Champions League: Frank Lampard
Clube dos Centenários na Champions League: Andriy Shevchenko
Clube dos Centenários na Champions League: Oliver Kahn
Clube dos Centenários na Champions League: Luís Figo

Topo