Porto nos quartos-de-final da Taça de Portugal

A 14ª vitória seguida em todas as provas, 4-3 em casa sobre o Moreirense, permitiu ao Porto apurar-se para os quartos-de-final da Taça de Portugal.

Moussa Marega prossegue o bom momento de forma e, com um bis, ajudou o Porto a bater o Moreirense
Moussa Marega prossegue o bom momento de forma e, com um bis, ajudou o Porto a bater o Moreirense ©AFP/Getty Images

Os favoritos justificaram o estatuto nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, o SC Leixões, da II Liga, é a única surpresa, continua em prova depois de eliminar um rival do escalão principal.

• A primeira parte no Bessa foi equilibrada, mas sem golos, o destaque vai para a expulsão de Mattheus que deixa o Vitória SC em inferioridade numérica. O Boavista FC não aproveita e Dodô (49) marca único golo do encontro para os visitantes que seguem em frente.

• O CD Aves, detentor do troféu, não dá hipóteses ao GD Chaves e decide o encontro no início da segunda parte. Baldé (46) e Vítor Gomes (64), com dois bons remantes de pé esquerdo, dão a vitória à equipa de José Mota.

• O primeiro jogo da tarde de quarta-feira foi muito equilibrado, mas não teve golos no tempo regulamentar. O FC Paços de Ferreira marca primeiro num lance confuso, Marco Baixinho (97) é o mais rápido a reagir e inaugura o marcador. Depois de uma paragem por falha na iluminação, o CD Feirense empata perto do final com um forte disparo de Tiago Silva (130). Bruno Brígido foi o heróis do desempate, defendeu dois remates dos pacences e deu a qualificação à equipa da casa. 

• Na noite de terça-feira, o Moreirense FC começa melhor e gela o Estádio do Dragão, com um golo de Texera logo aos oito minutos. O FC Porto perde Otávio por lesão mas consegue a reviravolta no espaço de três minutos. Felipe empata com um remate de cabeça (13) e o suplente Hernâni conclui uma transição rápida com um remate soberbo (16). A equipa de Sérgio Conceição cria várias oportunidades para aumentar a vantagem mas é o Moreirense que empata, com um cabeceamento de Iago Santos (45).

• Yacine Brahimi é lançado na segunda parte e faz os passes para os dois golos de Moussa Marega (65 e 89), que decidem o encontro. Moreirense não baixa os braços e reduz nos descontos, por Heriberto.

• Ao início da noite, o SC Braga é a equipa mais perigosa em Setúbal, mas Dyego Sousa acerta na trave da baliza do Vitória FC na conversão de uma grande penalidade (88). Visitantes sofrem revês à beira do fim, com a expulsão de Raúl Silva, e  é expulso no último minuto e o jogo vai para prolongamento.

• Apesar da inferioridade numérica, a equipa de Abel Ferreira marca no prolongamento (96), através do suplente Pablo Santos, que cabeceia de forma imparável na sequência de um canto e coloca os minhotos na ronda seguinte.

• No primeiro jogo do dia, o SC Leixões, do segundo escalão, surpreende o CD Tondela ao marcar logo aos dois minutos, com Roniel a converter um penalty após falta de João Reis sobre Erivaldo. Os visitantes reagem e empatam com um bom golo de Juan Delgado (20). A equipa de Pepa consuma a reviravolta com um espectacular remate acrobático de Tomané (25).

• Na etapa complementar, a equipa de Matosinhos coloca Ofori e Pedro Henrique em campo, com a dupla a combinar no golo do empate, com o ganês a cruzar para o brasileiro. Prolongamento termina sem golos e decisão acontece no desempate por penalties, com Roniel a cobrar o remate decisivo. 

Topo