#UCLfantasy: Equipa luso-brasileira da fase de grupos

Apresentamos a equipa ideal formada pelos jogadores portugueses e brasileiros mais pontuados no Fantasy Football durante a fase de grupos.

Raphaël Guerreiro marcou quatro golos na fase de grupos e tem estado em grande destaque no Dortmund
Raphaël Guerreiro marcou quatro golos na fase de grupos e tem estado em grande destaque no Dortmund ©AFP/Getty Images

Ao longo da fase de grupos da UEFA Champions League 2018/19 a redacção portuguesa do UEFA.com participou no Fantasy Football com uma equipa 100 por cento luso-brasileira. Apresentamos agora a equipa ideal do Fantasy tendo em conta os pontos somados.

Os atletas brasileiros ocupam dez dos 11 lugares – Raphaël Guerreiro é a excepção vinda de Portugal. O jogador do Dortmund é o defesa mais pontuado porque joga agora mais adiantado no campo e o segundo na classificação geral do Fantasy Football da UEFA Champions League 2018/19. Neymar, no décimo lugar, é outro jogador desta equipa entre os mais pontuados. Curiosamente, o clube mais representado é o Shakhtar, com três jogadores, apesar da equipa de Paulo Fonseca ter sido terceira no seu grupo. Felipe, do Porto, é o único que representa um clube português. Presença habitual, Cristiano Ronaldo ficou abaixo do esperado na estreia pela Juventus e não consta da lista.

Não se esqueça de fazer também a sua equipa tendo em vista agora a fase a eliminar. Junte-se à nossa Liga privada para provar que consegue fazer melhor do que nós (Código da Liga: 22855XNA).

Guarda-redes

Alisson (22 pontos)


O brasileiro foi decisivo na qualificação do Liverpool ao defender um remate de Arkadiusz Milik que podia ter dado o empate ao Nápoles no período de compensação da última jornada. Alisson fez 17 defesas em seis jogos na fase de grupos e justificou o investimento de mais de 60 milhões de euros feito pelos ingleses no último Verão.

Suplente: Ederson (19)

Defesas

Raphaël Guerreiro (38)

Veja o bis de Raphaël Guerreiro contra o Mónaco
Veja o bis de Raphaël Guerreiro contra o Mónaco

O português é o defesa mais pontuado no Fantasy Football, apesar de só ter alinhado em quatro jogos da fase de grupos. Foi fundamental no triunfo do Dortmund no Grupo A com apenas dois golos sofridos, a melhor defesa da prova. Colocado por Lucien Favre a jogar em diversas posições, muitas vezes em terrenos mais adiantados, o facto permitiu-lhe marcar quatro golos, com destaque para os dois que valeram o triunfo sobre o Mónaco na última jornada.

Ismaily (26)

Veja o golaço de Ismaily frente ao Hoffenheim
Veja o golaço de Ismaily frente ao Hoffenheim

Jogou entre 2009 e 2013 em Portugal, mas foi no Shakhtar que atingiu o mais alto nível. Totalista na fase de grupos, o brasileiro revelou-se importante na passagem da equipa de Paulo Fonseca à Europa League. Revelou-se um pesadelo para o Hoffenheim ao marcar um golo em cada um dos jogos com os alemães.

Marcelo (24)

Só não pontuou mais devido à irregularidade do Real Madrid, que sofreu cinco golos e perdeu os dois jogos com o CSKA Mosovo. O lateral-esquerdo brasileiro participou em quatro jogos e marcou o golo que fez a diferença no triunfo sobre o Plzeň na segunda jornada.

Felipe (21)

Veja o cabeceamento certeiro de Felipe a abrir o marcador em Istambul
Veja o cabeceamento certeiro de Felipe a abrir o marcador em Istambul

O brasileiro foi decisivo para que o Porto fosse a equipa mais pontuada na fase de grupos. Comandou a defesa nos seis jogos e abriu caminho, com um cabeceamento poderoso, para o quinto triunfo da época no terreno do Galatasaray.

Suplentes: João Cancelo (20) Alex Telles (20)

Médios

Phillipe Coutinho (26)


O atacante foi decisivo na campanha tranquila do Barcelona, participou em 24 jogadas de perigo nos seis jogos, fez duas assistências e, no regresso a Inglaterra, marcou o golo que abriu caminho para o triunfo no terreno do Tottenham.

Taison (23)

Veja os dois golos de Taison contra o Hoffenheim
Veja os dois golos de Taison contra o Hoffenheim

O Shakhtar caiu para a Europa League, mas conta com três jogadores nesta lista, provando que continua a ter boa prospecção no Brasil. Taison voltou a ser fundamental para os ucranianos, marcou dois golos em cinco jogos, ambos no triunfo em casa do Hoffenheim.

Lucas Moura (21)


O brasileiro esteve nos seis jogos do Tottenham e marcou nos dois empates conseguidos pelos ingleses fora de casa, frente ao PSV e ao Barcelona.

Suplentes: Gedson Fernandes (20), Bernardo Silva (19)

Avançados

Neymar (33)

O Paris venceu o Grupo C e o brasileiro nem precisou de ser tão exuberante como em épocas anteriores. Mesmo assim marcou cinco golos em seis jogos, com destaque para o “hat-trick” ao Estrela Vermelha na segunda jornada.

Júnior Moraes (26)


O avançado foi o melhor marcador do Shakhtar com três golos e também fez uma assistência nos seis jogos que disputou. Curiosamente marcou todos os golos dos ucranianos nos dois empates com o Lyon.

Gabriel Jesus (20)

O jovem brasileiro foi um dos melhores marcadores da equipa de Pep Guardiola com três tentos, um “hat-trick” conseguido na goleada na recepção ao Shakhtar.

Suplente: Wesley (19)

Topo