Destaques da quarta jornada da Champions League

As coisas começam a ficar definidas para os 32 clubes que vão iniciar a segunda volta da fase de grupos: confira os destaques da quarta jornada.

Antoine Griezmann e o Atlético querem reagir à derrota com o Dortmund na última jornada.
Antoine Griezmann e o Atlético querem reagir à derrota com o Dortmund na última jornada. ©Getty Images

A quarta jornada é a inversão dos encontros da terceira e a qualificação ou a eliminação estão no horizonte para alguns clubes. Escolhemos os duelos que podem ser mais escaldantes.

JOGUE FANTASY FOOTBALL

Jogos da quarta jornada (20h00 de Portugal Continental, salvo indicado)

Terça-feira, 6 de Novembro
Grupo A: Mónaco - Brugge (17h55), Atlético - Dortmund
Grupo B: Tottenham - PSV, Inter - Barcelona
Grupo C: Estrela Vermelha - Liverpool (17h55), Nápoles - Paris
Grupo D: Porto - Lokomotiv Moscovo, Schalke - Galatasaray

Quarta-feira, 7 de Novembro 
Grupo E: Bayern - AEK Atenas, Benfica - Ajax
Goupo F: Lyon - Hoffenheim, Manchester City - Shakhtar
Grupo G: CSKA Moscovo - Roma (17h55), Plzeň - Real Madrid
Grupo H: Valência - Young Boys (17h55), Juventus - Manchester United

Três aspectos a ter em conta esta semana

1) O Atlético e Diego Simeone não estão habituados a sofrer derrotas pesadas. A goleada por 4-0 sofrida em Dortmund na terceira jornada igualou o pior resultado da equipa espanhola na prova e foi a primeira derrota por quatro golos em 391 jogos disputados sob o comando do argentino. A capacidade de reacção dos “colchoneros” motiva algum optimismo: o Real Madrid venceu o Atlético por 3-0 por duas vezes na época 2016/17, mas a equipa reagiu e, em ambas as ocasiões, somou três vitórias e um empate nos quatro desafios seguintes, tendo também conseguido quatro triunfos consecutivos depois de perder por 3-0 no terreno do Villarreal.

2) Ao contrário dos vizinhos, o Real Madrid não é uma das oito equipas que pode garantir a qualificação com dois jogos por disputar, mas um triunfo na República Checa deixaria os detentores do troféu mais perto de ultrapassarem a fase de grupos pela 22ª época consecutiva. No entanto, os olhares vão estar todos centrados no banco onde vai estar Santiago Solari, o vencedor da prova como jogador em 2002 e que ocupou interinamente o cargo de treinador após a saída de Julen Lopetegui. Zinédine Zidane foi o último jogador da equipa campeã em 2002 e treinador da equipa de reservas a assumir o comando do Real Madrid a meio da época. O francês levou o clube ao triunfo na UEFA Champions League de 2015/16 e nas duas edições seguintes.

Thierry Henry está a fazer a época de estreia na #UCL no comando do Mónaco
Thierry Henry está a fazer a época de estreia na #UCL no comando do Mónaco©AFP/Getty Images

3) É preciso recuar até Outubro de 1997 para a estreia de Thierry Henry em casa nesta competição, o avançado mostrou aquilo que era capaz ao bisar no triunfo do Mónaco, por 4-0, sobre o Leverkusen. O clube do principado espera tirar partido da experiência do melhor marcador de sempre da seleção francesa quando, 21 anos depois, Henry orientar pela primeira vez a equipa num desafio europeu no Stade Louis II. A inspiração é bem necessária, uma vez que o Mónaco, que em 2016/17 atingiu as meias-finais, empatou 1-1 em casa do Brugge na terceira jornada e continua sem vitórias no grupo.

Como posso seguir tudo no UEFA.com?

O UEFA.com tem repórteres em cada jogo da UEFA Champions League esta temporada, com actualizações regulares nas redes sociais – Instagram, Facebook and Twitter – nos nossos MatchCentres. Há ainda cobertura em texto e fotográfica em cada jogo, com reacções e resumos no seu final.

Como posso participar?

Na nossa Gaming Hub poderá jogar sempre o já clássico Fantasy Football, podendo ainda participar no Fantasy Daily, Prognósticos, Live Manager e mais. Registe-se e viva uma experiência personalizada, desafie os seus amigos e ganhe grandes prémios.

O que há de novo em 2018/19?

Esta é a primeira vez que os jogos da fase de grupos da UEFA Champions League terão dois horários-padrão, com pelo menos dois desafios a serem transmitidos às 17h55. Já para não falar de uma nova e audaz identidade de marca, baseada num conceito denominado "momentos definidores ao mais alto nível".

O que não é novo?

Trinta e duas equipas a lutarem pelo mais prestigiado troféu no futebol europeu de clubes. Os dois primeiros dos oito grupos apuram-se para a fase a eliminar, que terá oitavos-de-final, quartos-de-final e meias-finais a duas mãos, abrindo caminho para a aguardada final. E por falar nisso...

Quando e onde é a final?

Sábado, dia 1 de Junho, às 20h00, no estádio do Atlético – o Estadio Metropolitano, em Madrid. Anote na sua agenda.

Não se esqueça...

Junte-se a nós pelas 17h50 de terça-feira, já sabe para quê. "The champions"...

OUÇA O HINO

Topo