Porque é que os adeptos do Bayern adoram Thomas Müller?

Depois de este ter cumprido o seu 100º jogo na UEFA Champions League, damos o destaque merecido a Thomas Müller, avançado do Bayern e o "palhaço dos palhaços".

©Getty Images

Jogador de um só clube, Thomas Müller tem um estatuto de culto junto dos adeptos do Bayern Munique, tanto pelas suas brincadeiras como pelo jeito para coisas pouco habituais. O UEFA.com presta tributo ao mais recente membro do clube de centenários da UEFA Champions League.

Ele personifica o Bayern

Produto dos escalões de formação, Müller corporiza o lema "Mia san Mia" (Somos quem somos) do Bayern. Apesar de não ter qualquer relação de parentesco com Gerd Müller, melhor marcador do Bayern nas competições europeias, à sua frente (62 contra 42), partilhar o apelido com um dos homens que mais contribuiu para a história gloriosa do clube ajudou Thomas a atingir um estatuto de culto.

Müller enverga a braçadeira de capitão durante a época 2017/18 na UEFA Champions League.
Müller enverga a braçadeira de capitão durante a época 2017/18 na UEFA Champions League.©AFP/Getty Images

Estreou-se em 2009, pela mão de Jürgen Klinsmann, facturando na vitória por 7-1 sobre o Sporting CP na UEFA Champions League, e tornou-se opção regular com Louis van Gaal na época seguinte. Agora é um dos capitães de equipa, mas a relação com a braçadeira nem sempre foi fácil: uma vez, durante um jogo, foi visto a fixá-la com fita adesiva, explicando mais tarde: "Acho que não há um tamanho que sirva neste braço magro".

Vale sempre a pena ouvi-lo falar

Klinsmann faz entrar Müller para a sua estreia na #UCL, em 2009
Klinsmann faz entrar Müller para a sua estreia na #UCL, em 2009©Getty Images

Hermann Gerland, que treinou Müller quando era mais novo, deu ao avançado a alcunha de "Radio Müller", já que as suas declarações, com tom filosófico e cómico à mistura, raramente desiludem. "Se vou ficar para sempre no Bayern? Só poderei dar uma resposta séria a essa pergunta quando estiver morto", disse uma vez.

Vários treinadores do Bayern expressaram admiração por ele, mas Müller não é propriamente cumpridor: "Quem me conhece sabe que sigo os meus instintos mais do que as indicações do treinador", disse em tempos, com um largo sorriso. Isso também explica o porquê de o jornal alemão Die Welt ter apelidado Müller como "o palhaço dos palhaços".

Tem uma qualidade única

Müller após marcar o seu primeiro penalty na #UCL penalty, frente ao LOSC, em 2012
Müller após marcar o seu primeiro penalty na #UCL penalty, frente ao LOSC, em 2012©Getty Images

Desde o início da carreira, Müller descreve-se como um "Raumdeuter" (explorador de espaços). Longe de ser o jogador mais evoluído tecnicamente do Bayern, tem um sentido posicional notável, aparecendo regularmente no sítio certo à hora certa. "Se só contassem os golos bonitos, não teria tantos no currículo", desabafou.

A imprevisibilidade na forma de jogar também se manifesta de outras formas: Uma vez caiu de propósito antes da marcação de um livre para confundir os adversários.

Não é o típico futebolista fora de campo

Müller é popular entre os adeptos alemães
Müller é popular entre os adeptos alemães©AFP/Getty Images

A popularidade de Müller a nível nacional deriva do facto de ser uma pessoa acessível. Não liga muito a moda, ficando-se por um dirndl cor-de-rosa (um vestido bávaro) ao pequeno-almoço no dia seguinte a vencer o Campeonato do Mundo de 2014, tatuagens ou carros super-desportivos. Aquilo que leva muito a sério é trabalho de cariz social, sendo embaixador de uma fundação que apoia crianças de luto por um ente querido.

Como a mulher é cavaleira de competição, Müller experimentou essa actividade, em 2011, mas rapidamente desistiu. "Os riscos, para mim e para o cavalo, são demasiado elevados", disse na altura.

Topo