Tudo o que precisa de saber: penalties na Champions League

Houve 631 grandes penalidades assinaladas na UEFA Champions League ao longo dos anos, mas quantas foram convertidas com êxito?

Cristiano Ronaldo já converteu com êxito 15 grandes penalidades na Champions League, mais do que qualquer outro jogador
Cristiano Ronaldo já converteu com êxito 15 grandes penalidades na Champions League, mais do que qualquer outro jogador ©Getty Images

REGISTOS GLOBAIS

631 Penalties assinalados
488 Penalties convertidos (77%)
39 Penalties falhados (6%)
103 Penalties defendidos (17%)

Penalties nas últimas cinco temporadas

2017/18 34 assinalados; 82% convertidos
2016/17 53 assinalados; 62% convertidos
2015/16 43 assinalados; 58% convertidos
2014/15 39 assinalados; 79% convertidos
2013/14 46 assinalados; 63% convertidos

Mais penalties numa época

34 2000/01
33= 1999/2000
33= 2016/17

Em 1999/2000 e 2000/01 houve uma segunda fase de grupos e 157 jogos no total. O actual formato, com um total 125 jogos por época, foi introduzido em 2003/04.

Mais penalties convertidos num jogo

2 em 37 ocasiões

Apenas quatro minutos separaram as grandes penalidades convertidas por Keisuke Honda, para o CSKA Moscovo, e Thomas Müller, para o Bayern, a 27 de Novembro de 2013.

Mais penalties convertidos numa noite de jogos

Choupo-Moting converte uma grande penalidade pelo Schalke em 2014
Choupo-Moting converte uma grande penalidade pelo Schalke em 2014©AFP/Getty Images

8 21/10/2014, terceira jornada (divididos por 5 jogos)

Mais penalties convertidos numa jornada da fase de grupos

10 28–29/10/2010, terceira jornada (divididos por 7 jogos)

Na quinta jornada da fase de grupos da edição de 2016/1 foram assinalados penalties em 9 dos 16 jogos.

CLUBES

Mais penalties assinalados a favor

42= Barcelona
42= Real Madrid
38 Bayern
27 Manchester United
26 Arsenal

Lionel Messi's 11th penalty in the competition
Lionel Messi's 11th penalty in the competition©Getty Images

Real Madrid e Barcelona têm uma média de uma grande penalidade conquistada a cada seis jogos, aproximadamente. Em termos de média, porém, estes dois gigantes espanhóis são superados por dois "pesos pesados" relativamente recentes na competição, Manchester City (que tem um total de 14 penalties a favor) e Sevilha (que tem um total de 11 penalties a favor): ambos apresentam uma média de uma grande penalidade a seu favor a cada quatro jogos.

Melhor eficácia na conversão de penalties (mínimo de dez penalties assinalados a favor)

91% Juventus
91% Valência
89% Milan
83% Real Madrid
81% Chelsea

Beşiktaş e Bremen apresentam a melhor eficácia em termos globais, com sete grandes penalidades convertidas em sete grandes penalidades assinaladas a seu favor.

Pior eficácia na conversão de penalties (mínimo de dez penalties assinalados a favor)

A Roma converteu 3 penalties em 3 em 2017/18
A Roma converteu 3 penalties em 3 em 2017/18©AFP/Getty Images

62% Roma
62% Leverkusen
64% Atlético
64% Sevilha
69% Liverpool

Maior série de penalties convertidos (a decorrer)

9= Real Madrid
9= Milan
7= Beşiktaş
7= Valência
7= Bremen

A última grande penalidade desperdiçada pelo Real Madrid verificou-se a 1 de Outubro de 2014, quando o guarda-redes do Ludogorets, Vladislav Stoyanov, defendeu o disparo de Cristiano Ronaldo, que desde aí não perdoou na conversão de todos os nove penalties de que os "merengues" dispuseram na competição.

Mais penalties cometidos

23= Real Madrid
23= Arsenal
22 Bayern
18 Olympiacos
17 Barcelona

O Anderlecht surge no décimo lugar desta lista, com 14 grandes penalidades cometidas em 78 jogos, o que resulta numa média de uma grande penalidade contra a cada seis jogos.

Melhor percentagem de penalties não convertidos contra si (mínimo de dez penalties)

50% Manchester City (5 em 10)
44% Olympiacos (8 em 18)
44% Shakhtar (7 em 16)
40% Celtic (4 em 10)

Joe Hart defende um penalty de Zlatan em 2016
Joe Hart defende um penalty de Zlatan em 2016©Getty Images

Os guarda-redes do City defenderam metade das grandes penalidades com que se depararam; os guarda-redes do Atlético defenderam três em cinco.

Pior percentagem de penalties não convertidos contra si (mínimo de dez penalties)

0% Dínamo Kyiv (0/11 penalties)
6% PSV Eindhoven (1/16)
7% Juventus (1/14)
10% Mónaco (1/10)

Os guarda-redes de PSV e Mónaco nunca defenderam uma grande penalidade na UEFA Champions League (a única grande penalidade falhada contra cada uma destas equipas não levou a direcção do alvo). BATE Borisov (9 penalties contra), CSKA Moscovo (7 penalties contra), Liverpool (5 penalties contra) e Basileia (5 penalties contra) têm também uma percentagem de 0% no que toca a grandes penalidades não convertidas contra si.

JOGADORES

Mais penalties convertidos

15 Cristiano Ronaldo (18 penalties cobrados)
11 Lionel Messi (14)
10= Ruud van Nistelrooy (14)
10= Luís Figo (11)
8 Sergio Agüero (11)

Melhor percentagem de eficácia (mínimo de cinco penalties cobrados)

Can Lewi kick it? Yes he can!
Can Lewi kick it? Yes he can!©Getty Images

100% Robert Lewandowski (7/7)
100% Alessandro Del Piero (7/7)
100% Cesc Fàbregas (5/5)
100% Kaká (5/5)

Pior percentagem de eficácia (mínimo de cinco penalties cobrados)

57% Eden Hazard (4/7)
60% Thierry Henry (3/5)
60% Hulk (3/5)
67% Andriy Shevchenko (4/6)
67% Antoine Griezmann (4/6)

Mais penalties defendidos

Petr Čech trava o penalty de Lionel Messi em 2012
Petr Čech trava o penalty de Lionel Messi em 2012©Getty Images

5= Petr Čech (11 penalties enfrentados)
5= Iker Casillas (19)
4= Manuel Neuer (10)
4= Gianluigi Buffon (11)

Outros guarda-redes com registos assinaláveis: Marc-André ter Stegen 3/5, Joe Hart 3/5, Kevin Trapp 2/4, Jan Oblak 2/2

Casillas não defendeu nenhuma das oito últimas grandes penalidades que enfrentou; a última grande penalidade por ele defendida na competição data de 8 de Dezembro de 2009.

2 penalties convertidos num só jogo

15/09/2015 Cristiano Ronaldo (Real Madrid 4-0 Shakhtar)
21/10/2014 Luiz Adriano (BATE 0-7 Shakhtar)
27/11/2013 Arturo Vidal (Juventus 3-1 FCK)
03/04/2012 Lionel Messi (Barcelona 3-1 Milan)
18/10/2011 Wayne Rooney (Oţelul Galaţi 0-2 Man. United)
29/09/2010 Roman Pavlyuchenko (Tottenham 4-1 Twente)
23/11/2005 Levan Kobiashvili (Schalke 3-0 PSV Eindhoven)
20/10/1999 Vladimír Labant (Willem II 3-4 Sparta Praga)
15/09/1999 Andrei Tikhonov (Willem II 1-3 Spartak Moscovo)
01/04/1998 Alessandro Del Piero (Juventus 4-1 Mónaco)
22/10/1997 Davor Šuker (Real Madrid 5-1 Olympiacos)

As duas grandes penalidades convertidas por Cristiano Ronaldo contra o Shakhtar surgiram no espaço de apenas nove minutos na segunda parte do encontro. Em ambos rematou para o mesmo lado (esquerda).

OUTRAS CURIOSIDADES

Primeira grande penalidade da história da competição

25/11/1992 Marco van Basten (Milan 4-0 IFK Göteborg)

Grandes penalidades mais rápidas

1:45 Johan Micoud (Bremen 5-1 Panathinaikos) 07/12/2005
2:08 Gaizka Mendieta (Bayern 1-1 Valência) 23/05/2001

2001: a
2001: a

A grande penalidade de Mendieta teve lugar na final de 2001, conhecida como "a final dos penalties". Mehmet Scholl viu uma grande penalidade sua ser defendida apenas cinco minutos mais tarde, antes de Stefan Effenberg restabelecer a igualdade no início da segunda parte, também de grande penalidade. O Bayern acabou por erguer o troféu ao vencer - como não podia deixar de ser - no desempate por penalties por 5-4.

Guarda-redes que converteram penalties

29/09/2010 Vincent Enyeama (Hapoel Telavive 1-3 Lyon)
08/12/2009 Jörg Butt (Bayern 4-1 Juventus)
12/03/2002 Jörg Butt (Leverkusen 3-1 Juventus)
13/09/2000 Jörg Butt (Hamburgo 3-3 Juventus)

Jörg Butt converteu grandes penalidades por três equipas alemãs diferentes na competição, curiosamente sempre contra a Juventus! Sinan Bolat é o único guarda-redes a ter marcado um golo na UEFA Champions League de bola corrida, a facturar de cabeça, à beira do fim, o golo do empate do Standard Liège contra o AZ Alkmaar em 2009, golo que valeu à turma belga um lugar na UEFA Europa League.

DESEMPATES POR PENALTIES

Melhores momentos da final de 2005
Melhores momentos da final de 2005

22/05/1996 Juventus 4-2 Ajax (final)
23/05/2001 Bayern 5-4 Valência (final)
28/05/2003 Milan 3-2 Juventus (final)
13/04/2005 PSV Eindhoven 4-2 Lyon (quartos-de-final)
25/05/2005 Liverpool 3-2 Milan (final)
01/05/2007 Liverpool 4-1 Chelsea (meias-finais)
04/03/2008 Fenerbahçe 3-2 Sevilha (oitavos-de-final)
05/03/2008 Schalke 4-1 Porto (oitavos-de-final)
21/05/2008 Manchester United 6-5 Chelsea (final)
11/03/2009 Arsenal 7-6 Roma (oitavos-de-final)
07/03/2012 APOEL 4-3 Lyon (oitavos-de-final)
25/04/2012 Bayern 3-1 Real Madrid (meias-finais)
19/05/2012 Chelsea 4-3 Bayern (final)
17/03/2015 Atlético 3-2 Leverkusen (oitavos-de-final)
15/03/2016 Atlético 8-7 PSV Eindhoven (oitavos-de-final)
28/05/2016 Real Madrid 5-3 Atlético (final)

Mais vitórias em desempates por penalties

2= Bayern
2= Liverpool
2= Atlético

Mais derrotas em desempates por penalties

2= Chelsea
2= Lyon

Topo