Sérgio Conceição renova: carreira e méritos no Porto

Sérgio Conceição renovou o contrato com o Porto por mais um ano, até 2020: olhamos para a carreira e para os méritos na conquista do título de campeão português.

Quatro vezes campeão português como jogador no Porto, Sérgio Conceição conquistou agora ao leme dos "dragões" o seu primeiro grande troféu como treinador
Quatro vezes campeão português como jogador no Porto, Sérgio Conceição conquistou agora ao leme dos "dragões" o seu primeiro grande troféu como treinador ©AFP/Getty Images

Sérgio Conceição renovou o contrato com o Porto por mais um ano, até 2020: olhamos para a carreira e para os méritos do treinador de 43 anos na conquista do título de campeão português em 2017/18.

"Quem representa esta casa sabe bem que, a cada ano que começa, o campeonato é o objetivo principal. Queremos chegar mais longe na Liga dos Campeões e ganhar as duas outras provas internas", afirmou após comprometer-se com o clube até Junho de 2020.

Primeiros tempos como treinador

Após uma notável carreira como jogador, Sérgio Conceição estreou-se como treinador principal em 2011/12, pegando no aflito Olhanense para o guiar a um impressionante oitavo lugar. Seguiu-se uma passagem pelo comando da Académica, que salvou da descida de escalão em 2012/13 e levou a novo assinalável oitavo lugar em 2013/14. Assumiu o leme do Braga na época seguinte, 2014/15, e guiou os bracarenses à final da Taça de Portugal. Em 2015/16 orientou o Vitória SC, onde, apesar do bom futebol praticado, os resultados ficaram aquém das expectativas.

Sérgio Conceição guiou o Porto ao primeiro título de campeão desde 2013
Sérgio Conceição guiou o Porto ao primeiro título de campeão desde 2013©Getty Images

Aventurou-se depois no estrangeiro, em 2016/17, no Nantes, a lutar desesperadamente pela permanência. Pegou no clube à 17ª jornada da Ligue 1, no 19º e penúltimo lugar da tabela, e levou-o a um fantástico sétimo posto final. Totalizou no clube francês 13 vitórias, cinco empates e oito derrotas em 26 jogos, recebendo elogios generalizados, antes de sair para o Porto, há quatro anos sem ser campeão.

Afirmação no Porto 2017/18

Muitos consideravam que o Porto, forçado a uma época de contenção financeira, "corria por fora" na luta pelo título na Liga portuguesa. Mas, sem possibilidade para grandes investimentos, Sérgio Conceição teve o mérito de recuperar jogadores de grande utilidade que estavam emprestados a outros clubes, casos de Diego Reyes, Moussa Marega, Vincent Aboubakar ou Ricardo Pereira, atletas que se revelaram de enorme importância ao longo da época.

Com a sede de vencer que sempre lhe foi reconhecida, Sérgio Conceição prometeu títulos aquando da sua apresentação e cumpriu. Conferiu identidade à equipa, defendeu-a e assumiu responsabilidades nos momentos menos felizes - como sucedeu aquando da primeira derrota da época, ante o Besiktas. Mostrou pulso e capacidade de liderança – visível no momento em que colocou o consagrado como Iker Casillas no banco de suplentes – e conseguiu lidar com os contratempos das lesões.

E, quando viu a equipa tremer e sair do primeiro lugar após a derrota no Estádio do Restelo, frente ao Belenenses, em Abril, soube mostrar seriedade, manter a calma e responder à altura com o decisivo triunfo na visita ao Benfica. A conquista do título de campeão por parte do Porto, cinco anos depois, espelha a afirmação definitiva de Sérgio Conceição como treinador.

O que os jogadores dizem dele

Iker Casillas e outros jogadores do Porto elogiaram publicamente Sérgio Conceição
Iker Casillas e outros jogadores do Porto elogiaram publicamente Sérgio Conceição©AFP/Getty Images

Yacine Brahimi, médio do Porto: "É uma pessoa que não está com meias palavras; diz as coisas directamente e tem sido assim desde que chegou. É um treinador com muito carácter e personalidade."

Ricardo Pereira, defesa do Porto: "Trouxe muita confiança ao grupo. Disse-nos que temos muitas qualidades, trouxe disciplina e é um treinador duro, no bom sentido. Um dos melhores da Europa."

Iker Casillas, guarda-redes do Porto: "É um treinador competitivo, um treinador com carácter forte, que tem ambição e quer fazer as coisas bem. Conhece bem o FC Porto e a necessidade que este clube tem de ganhar títulos."

Alex Telles, defesa do Porto: "É chato, mas pela positiva, levando cada um a dar sempre o máximo. É rigoroso e obriga-nos dar o nosso melhor em todos os treinos, sem baixar o nível técnico e táctico."

Discurso directo

"O título neste clube não tem de ser um sonho. É um sonho para os clubes que não estão habituados a vencer. O nosso objectivo claro é vencer o campeonato"
Sérgio Conceição pouco depois da sua chegada ao comando técnico do Porto

"Temos consciência das dificuldades que vamos ter pela frente, mas também do nosso valor e capacidade. Não vai ser fácil derrubar esta equipa, porque temos um espírito verdadeiramente forte."
Sérgio Conceição no final da primeira volta

"Sou um eterno insatisfeito. Foi uma época muito boa, mas ando sempre à procura da perfeição."
Sérgio Conceição depois de confirmada a conquista do título por parte do Porto

Topo