Faltam duas jornadas na Champions League: têm pontos suficientes?

Barcelona e Beşiktaş quase garantidos, Atlético, Nápoles e Dortmund podem ainda sonhar, tal como as três equipas portuguesas: olhamos para o registo de pontos nesta altura e até que ponto perspectivam o apuramento.

O Barcelona ainda não garantiu o apuramento para os oitavos pela 14ª temporada seguida
O Barcelona ainda não garantiu o apuramento para os oitavos pela 14ª temporada seguida ©AFP/Getty Images

Barcelona ou Beşiktaş ainda não estão apurados, mas estão perto, enquanto Atlético Madrid, Nápoles e Borussia Dortmund, embora em dificuldades, ainda podem sonhar: fomos ver os pontos somados à quarta jornada e em que medida nos podem indiciar quem vai passar aos oitavos-de-final, sendo que há boas possibilidades para o Porto, algumas para o Sporting e apenas matemáticas para o Benfica.

São ainda, ao todo, 12 as possibilidades de pontos que as equipas ainda não apuradas que seguem na luta pelo apuramento poderão somar a duas jornadas do final: tudo, desde zero a 12, sendo 11 a excepção. Eis as possibilidades ponto por ponto tendo em conta o que se verificou no passado desde que o actual formato da prova começou, em 2003/04 ...

©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©Getty Images
  • 12 pontos: Paris Saint-Germain e Manchester City estão já nos oitavos-de-final e, apesar de o Manchester United ainda não estar matematicamente apurado, todas as 18 equipas em 18 analisadas e que venceram os primeiros quatro jogos do grupo apuraram-se. O United é a primeira equipa de sempre a não estar ainda apurada para os oitavos-de-final a duas jornadas do fim depois de quatro vitórias nos quatro primeiros jogos; todos os seus antecessores nesse registo acabaram mesmo por ganhar o respectivo grupo.

  • 10: Boas notícias para Barcelona e Beşiktaş – mesmo antes do Tottenham Hotspur ter esta época garantido já o apuramento com esse registo, 40 das 41 equipas com três triunfos e um empate ao fim de quatro jornadas apuraram-se para os oitavos-de-final e 33 terminaram mesmo no primeiro lugar do respectivo grupo. A excepção foi o Porto, que em 2015/16 perdeu 2-0 com o Dínamo de Kiev e Chelsea nas duas derradeiras jornadas, acabando ultrapassado por ambos.

  • 9: Um pequeno aviso para Shakhtar Donetsk: não contando ainda com o Bayern de Munique esta temporada, 39 das 41 equipas avançaram rumo à fase seguinte (22 delas como vencedoras do grupo). O Nápoles, em 2013/14, levava nove pontos ao fim de quatro jornadas e caiu com o número máximo de pontos que é possível um terceiro classificado somar – 12 – num desempate a três com Borussia Dortmund e Arsenal. Foram também os "gunners" que suplantaram o Olympiacos em 2015/16 depois de estarem, a duas jornadas do final, seis pontos atrás da formação grega, que somava então nove pontos .

  • 8: Com duas vitórias e dois empates, como Liverpool e Roma somam esta época ao fim de quatro jogos, 28 das 31 equipas apuraram-se, 17 delas ficando em primeiro. As excepções foram CSKA Moskva (2006/07), Juventus (2009/10) e Manchester United (2011/12), a única das três que nem mais um ponto somou.

  • 7: Muita esperança para Chelsea, Juventus, Sevilha e Real Madrid, com 39 equipas a seguirem em frente e 12 eliminadas depois de começarem com duas vitórias, um empate e uma derrota. No entanto, apenas dez delas terminaram primeiras do grupo.

  • 6: Começam a complicar-se as coisas, pelo que Basileia, CSKA Moscovo e Porto terão de estar alerta, ainda que haja considerável esperança, visto que 24 das 42 equipas com seis pontos somados ao fim de quatro jornadas acabaram por seguir em frente – seis delas mesmo como vencedoras do grupo. E metade dessas seis estavam mesmo fora dos dois primeiros lugares da classificação do respectivo grupo por esta altura. Por outro lado, Ajax e Dínamo Kiev, em 2003/04, e Shakhtar, em  2007/08, acabaram por não ir além do quarto lugar depois de seis pontos somados nas primeiras quatro jornadas.

  • 5: Uma vitória, dois empates e uma derrota ditam este pecúlio e o Spartak Moscovo ficará aliviado por saber que 20 equipas com esse registo passaram à fase seguinte, enquanto 18 foram eliminadas. Três acabaram mesmo em primeiro no respectivo grupo: AC Milan (2005/06), Barcelona (2009/10) e Mónaco (2014/15).

  • 4: Este total é alcançado com uma vitória, um empate e duas derrotas – como Sporting RB Leipzig têm esta época – ou com quatro empates e os sinais não são animadores. Das 57 equipas que, desde 2003/04, somavam quatro pontos nesta altura, apenas 13 sobreviveram. Mas duas até conseguiram ficar em primeiro lugar no seu grupo: o Panathinaikos em 2008/09 (depois de perder os primeiros dois jogos) e o Arsenal em 2003/04.

  • 3: Conseguirão Atlético Madrid ou Nápoles contrariar as probabilidades? (o Celtic, também com três pontos somados até agora, já está eliminado). Apenas duas das 46 equipas com três pontos em quatro jogos desde 2003/04 se apuraram: o Estugarda, depois de três empates e uma derrota em 2009/10, venceu os últimos dois jogos contra Rangers e Unirea Urziceni, e o Arsenal, que em 2015/16, se tornou na primeira equipa de sempre a apurar-se após somar uma vitória e três derrotas nos quatro primeiros jogos.

  • 2: Qarabağ, Mónaco, Borussia Dortmund e APOEL podem ainda apurar-se mas apenas duas equipas em 28 conseguiram até hoje passar depois de somar dois empates e duas derrotas nas quatro primeiras jornadas: o Porto, na altura campeão europeu em título, em 2004/05, e Manchester City em 2014/15.

  • 1: Olympiacos e Maribor terão de fazer história, pois todas as 31 equipas que no passado tinham apenas um ponto em quatro jogos foram eliminadas. E apenas oito terminaram em terceiro (três delas conseguiram-no na época passada: Ludogorets, Rostov e Légia Varsóvia).

  • 0: O Benfica, ao contrário de Anderlecht e Feyenoord, que também ainda não somaram qualquer ponto nos primeiros quatro jogos, não está ainda matematicamente eliminado, mas nenhuma das das 26 equipas sem qualquer ponto nesta altura desde 2003/04 se apurou. E nenhuma delas evitou o último lugar. Quinze delas sofreram seis derrotas, mas seis ganharam um jogo.
Topo