Treinadores da Champions League quando eram jogadores

O UEFA.com escolhe a táctica 3-5-1-1 para o seu melhor "onze" de actuais treinadores da UEFA Champions League quando eram jogadores. Seria uma equipa capaz de causar estragos!

©UEFA.com

Guarda-redes: Şenol Güneş (Beşiktaş)
Em 15 épocas no Trabzonspor, sagrou-se campeão seis vezes e ganhou três Taças da Turquia. Foi também internacional turco e inclusive capitão de equipa.

Lateral-direito: Sérgio Conceição (Porto)
Bicampeão pelo Porto, rumou à Lazio, onde ganhou Taça dos Clubes Vencedores de Taças, SuperTaça Europeia da UEFA, Taça de Itália e Serie A. Marcou 12 golos em 56 jogos por Portugal, incluindo um "hat-trick" frente à Alemanha no UEFA EURO 2000.

Defesa-central: Mauricio Pochettino (Tottenham)
Defesa duro e implacável, foi colega do lendário Diego Maradona nos argentinos do Newell's Old Boys, antes de deixar marca no Espanyol, por quem ganhou a Taça de Espanha.

Massimo Carrera, com a camisola da Atalanta, vai tentar frustrar Francesco Totti, da Roma
Massimo Carrera, com a camisola da Atalanta, vai tentar frustrar Francesco Totti, da Roma©Getty Images

Defesa-central: Massimo Carrera (Spartak Moscovo)
Destacou-se na Juventus e ajudou o clube a ganhar a Taça UEFA em 1993 e a UEFA Champions League em 1995/96. Terminou a carreira com impressionantes 44 anos.

Defesa-central: Darko Milanič (Maribor)
Com um início de carreira recheado de títulos nacionais com o Partizan, notabilizou-se nos austríacos do Sturm Graz, com quase 200 jogos. Foi ainda internacional por dois países (Eslovénia e Jugoslávia).

Veja o resumo da final da Champions League de 2006
Veja o resumo da final da Champions League de 2006

Lateral-direito: Giovanni van Bronckhorst (Feyenoord)
Com início e fim de carreira no Feyenoord, pelo meio registou passagens de sucesso por Rangers, Arsenal e Barcelona, neste último conquistando a UEFA Champions League de 2006.

Médio: Josep Guardiola (Manchester City)
Centrocampista de classe, formou-se no Barcelona e aí, para além de títulos nacionais, venceu a Taça dos Clubes Campeões Europeus e a Taça das Taças. Na selecção, ganhou o ouro olímpico.

Antonio Conte foi capitão durante grande parte da sua passagem bem-sucedida pela Juventus
Antonio Conte foi capitão durante grande parte da sua passagem bem-sucedida pela Juventus©Getty Images

Médio: Antonio Conte (Chelsea)
Médio incansável, tornou-se figura emblemática da Juventus, onde passou 13 épocas e foi capitão, ganhando cinco campeonatos, a UEFA Champions League (1995/96) e a Taça UEFA (1992/93).

Médio: Diego Simeone (Atlético)
Jogador batalhador e competitivo, passou por alguns clubes de renome e notabilizou-se com a conquista da Taça UEFA (Inter), da SuperTaça Europeia (Lazio) e da Liga espanhola (Atlético).

Veja o remate memorável de Zidane na final da Champions League de 2002
Veja o remate memorável de Zidane na final da Champions League de 2002

Médio-ofensivo: Zinédine Zidane (Real Madrid)
Majestoso No10, ganhou reputação na Juventus e tornou-se no jogador mais caro do Mundo quando rumou ao Real Madrid, onde ganhou a UEFA Champions League. Sagrou-se campeão mundial e europeu pela França.

Avançado: Ernesto Valverde (Barcelona)
Conhecido como "Txingurri" (formiga trabalhadora) enquanto jogador, marcou 44 golos em 170 jogos durante seis anos no Athletic Club, contando ainda no seu currículo com uma passagem pelo Barcelona.

Topo