Robben termina a carreira: quão brilhante era ele?

Arjen Robben pendurou as chuteiras após quase duas décadas ao mais alto nível e mais de 100 jogos nas competições europeias.

Nobody is better at cutting in on their left foot and finding the back of the net than Bayern star Arjen Robben. Watch his goal against Arsenal and see four more special strikes from the Dutch winger.

Com fintas e golos que são uma verdadeira imagem de marca, Arjen Robben deu dores de cabeça às defesas adversárias na UEFA Champions League desde 2002. O UEFA.com honra o seu brilhantismo no dia em que anunciu o fim da carreira.

O que dizem dele
"Como treinador, se pudesse escolher entre Messi, Ronaldo ou Robben, eu escolheria Robben."
Bert van Marwijk, antigo seleccionador da Holanda

"Os nossos avançados parecem tão bons porque temos alguém tão forte no um para um como Robben. Nos últimos tempos, os melhores momentos do Bayern surgem quando ele está em campo. Com as suas fintas é capaz de tirar de posição toda uma defesa."
Josep Guardiola, antigo treinador do Bayern

Arjen Robben e Robert Lewandowski
Arjen Robben e Robert Lewandowski©Getty Images

"Basta olharmos um para o outro para sabermos o que o outro vai fazer. Isso é fantástico. Ele sabe o que eu quero e vice-versa. Arjen é um grande jogador e uma pessoa fantástica."
Robert Lewandowski, avançado do Bayern

"Lembro-me de um jogo em Enschede, a 13 de Maio de 2000. Ao intervalo Robben já tinha marcado seis ou sete golos e disse-me: 'Treinador, nunca marquei dez golos num jogo.' E eu respondi-lhe: 'Vá, então faz isso hoje.' Depois de marcar o nono, fintou uma série de jogadores e tinha tudo para fazer o décimo, mas acabou por oferecer o golo a um jogador que raramente marcava. Isso mostra o seu carácter."
Barend Beltman, antigo treinador das camadas jovens do Groningen

Registo final
Selecção holandesa: 96 jogos, 37 golos
Competições de clubes da UEFA: 114 jogos, 32 golos
Competições internas: 490 jogos, 177 golos

Caminho para a fama
Groningen
• Robben formou-se nas camadas jovens do Groningen, seguindo o Método Coerver – um estilo de treino pioneiro que visa aperfeiçoar ao máximo a técnica individual.

• Eleito melhor jovem jogador do Groningen em 2000/01, sua primeira época como sénior, rumou logo de seguida ao PSV.

PSV Eindhoven
• Sagrou-se campeão holandês em 2002/03 pelo PSV, partilhando com o colega Mateja Kežman o prémio de Melhor Jogador Jovem da Época. A dupla formada pelos dois ficou conhecida como 'Batman e Robben'.

• Cobiçado pelo Manchester United, o presidente do PSV recusou a oferta: "Com o valor da proposta só conseguiam comprar uma camisola autografada por ele." O Chelsea fez uma oferta mais aceitável.

Chelsea
• Uma lesão e um cancro nos testículos atrasaram a sua estreia pelo Chelsea. "É algo que pode acontecer a qualquer pessoa a qualquer altura. Agora que estou 100 por cento saudável não tenho problemas em falar sobre isso."

Em conversa com José Mourinho no Chelsea
Em conversa com José Mourinho no Chelsea©Getty Images

• Campeão inglês nas suas duas primeiras épocas no Chelsea, ganhou ainda duas Taças da Liga inglesa e conquistou a Taça de Inglaterra no seu último jogo pelos "blues".

• Adorou jogar sob as ordens de José Mourinho, "um verdadeiro gigante", mas a mudança do Chelsea para um sistema táctico sem extremos levou-o a decidir mudar-se para o Real Madrid."

Robben no Real Madrid
Robben no Real Madrid©Getty Images

Real Madrid
• Alinhou ao lado dos compatriotas Wesley Sneijder, Ruud van Nistelrooy e Royston Drenthe em 2007, com Rafael van der Vaart e Klaas Jan Huntelaar a chegarem em 2008.

• Ajudou o Real a sagrar-se campeão em 2007/08, a primeira das duas temporadas que passou nos "merengues". Ainda assim, em 2014 afirmou: "Deixar Madrid foi a melhor decisão que tomei na vida."

Resumo: Como o Inter de Mourinho bateu o Bayern
Resumo: Como o Inter de Mourinho bateu o Bayern

Bayern
• Assinou o primeiro "hat-trick" da carreira numa vitória por 7-0 sobre o Hannover, em Abril de 2010.

• Foi o melhor marcador do Bayern quando o clube ganhou a Bundesliga sob as ordens de Louis van Gaal em 2009/10. Deu, assim, seguimento ao registo de ser campeão em todos os países por onde passou.

• Esteve nas derrotas do Bayern nas finais de 2009/10, frente ao Inter de Mourinho, e de 2011/12, frente ao Chelsea, falhando aí um penalty no prolongamento.

Resumo: Veja a vitória de 2013 do Bayern em Wembley
Resumo: Veja a vitória de 2013 do Bayern em Wembley

• Redimiu-se na final da edição seguinte, com uma grande exibição no triunfo do Bayern sobre o Dortmund no jogo decisivo, onde fez uma assistência e assinou um golo.

• Atingiu os 100 jogos nas competições europeias na primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League, contra o Real Madrid, em Abril de 2017. O seu antigo clube viria a ganhar essa eliminatória, bem como o embate das meias-finais na época seguinte. Apesar disso, Robben despediu-se em grande da competição, bisando no seu derradeiro jogo, frente ao Benfica, em Novembro de 2018.

• A sua última partida pelo Bayern foi sinónimo de novo troféu, com o Bayern a bater o Leipzig, por 3-0, na final da Taça da Alemanha em 2019. O extremo conquistou, ao serviço do Bayern, os seguintes títulos: oito campeonatos, cinco Taças da Alemanha, uma UEFA Champions League e uma Supertaça Europeia.

Holanda
• Internacional pelos Sub-16, Sub-19 e Sub-21, estreou-se pela selecção principal com 19 anos, num amigável frente a Portugal, em Abril de 2003. Esteve no UEFA EURO 2004, a primeira de três fases finais de Campeonatos da Europa da UEFA que disputou.

Dirk Kuyt e Robben com a medalha de bronze em 2014
Dirk Kuyt e Robben com a medalha de bronze em 2014©Getty Images

• Foi eleito Melhor em Campo em dois jogos do Campeonato do Mundo da FIFA de 2006 e ajudou depois a Holanda a atingir a final do Mundial de 201, na qual se viu derrotado pela Espanha. Esteve também na caminhada da Holanda até ao terceiro lugar no Mundial de 2014.

• Retirou-se da selecção a 10 de Outubro de 2017, quando a Holanda falhou o apuramento para o Campeonato do Mundo apesar de ter batido a Suécia, por 2-0, no último jogo da fase de apuramento - Robben marcou os dois golos.

O que talvez não saiba
• Admite que, em criança, "tinha muito mau perder" e que chorava quando os resultados não lhe sorriam.

Robben é casado com Bernadien Eillert
Robben é casado com Bernadien Eillert©Getty Images

• Nas camadas jovens começou por jogar a médio-centro. Depois passou a jogar como extremo-esquerdo e só começou a actuar com regularidade como extremo-direito na sua segunda época no Real Madrid, sob as ordens de Juande Ramos.

• Tem dois filhos e uma filha com Bernadien Eillert, sua namorada de longa data, com quem casou em 2007.

• É um bom jogador de ténis. "É um dos meus passatempos preferidos. Para fugir à pressão do futebol gosto de ir para um court de ténis trocar umas bolas."

• Sobre o futuro a longo-prazo, afirma: "Quando deixar de jogar, a minha família será a minha prioridade. Para já, não tenho qualquer ambição de me tornar treinador, mas às vezes penso que, depois de toda a experiência que adquiri sob as ordens de tantos treinadores fantásticos, devia partilhar esses conhecimentos."

Robben equipado à Bayern
Robben equipado à Bayern©Getty Images

Discurso directo
"É preciso surpreender os adversários, deixá-los a adivinhar o que vamos fazer. Não variar as jogadas não resulta, há que procurar sempre soluções diferentes no ataque, com movimentações variadas. Se umas vezes não passar ou fintar para a linha, cortar para dentro deixará de resultar."

"Há alguns, poucos, grandes treinadores que tornam um jogador melhor individualmente. A maior parte dos treinadores olha para a equipa no seu todo, por isso há que saber melhorar sozinho."

"[Sobre as suas muitas lesões] Adoro jogar futebol e custa-me muito quando não posso jogar e tenho de assistir nas bancadas."

"Quando a situação o exige, uso o pé direito, mas o esquerdo já me ajudou a ganhar muitos jogos. O direito não está lá só para me segurar em pé, mas a verdade é que o esquerdo raramente me deixa ficar mal."

Wesley Sneijder
Wesley Sneijder©AFP/Getty Images

O que ainda pode alcançar
• Robben está a um jogo de chegar aos 100 nas provas de clubes da UEFA e a quatro de chegar aos 100 apenas na UEFA Champions League – um feito até hoje só alcançado por 39 jogadores (dois deles holandeses: Clarence Seedorf e Edwin van der Sar).

• Participar numa quarta fase final de Campeonatos do Mundo da FIFA, tornando-se, juntamente com Wesley Sneijder, no primeiro jogador holandês a fazê-lo. As coisas, porém, não estão a correr da melhor forma à Holanda na Qualificação Europeia para o Mundal 2018.

Topo