Perfil das equipas dos quartos-de-final: Bayern

O campeão da Bundesliga começou de forma discreta a UEFA Champions League, mas sob a liderança tranquila de Carlo Ancelotti, ganhou nova dinâmica nos oitavos-de-final, com duas goleadas ao Arsenal.

Robert Lewandowski tem estado em excelnte forma pelo Bayern esta época
Robert Lewandowski tem estado em excelnte forma pelo Bayern esta época ©Getty Images

História até ao momento
O campeão alemão nunca chegou a mostrar todo o potencial na fase de grupos, qualificando-se a duas jornadas do fim apesar de ter perdido por 1-0 com o Atlético. Uma derrota inesperada por 3-2 com o Rostov fez com que os adeptos de rivais mais cotados pensassem em fragilidades, mas um resultado total de 10-2 nos oitavos-de-final, frente ao Arsenal, acabou com essas esperanças. Segue-se o Real Madrid.

Registo esta época: J8 V6 E0 D2 GM24 GS8

Como o Bayern chegou sem dificuldades aos quartos-de-final
Como o Bayern chegou sem dificuldades aos quartos-de-final

Momento crucial
Apesar de todo o sucesso recente, as exibições menos positivas do Bayern fora de casa têm sido exploradas pelos adversários europeus. A viagem de Novembro a Eindhoven, na altura com 11 meses seguidos sem vitórias como visitante, parecia ir pelo mesmo caminho quando a equipa holandesa se adiantou no marcador, mas dois golos de Robert Lewandowski selaram o fim do jejum. Depois, os 5-1 em casa do Arsenal acabaram com as dúvidas.

O porquê de este poder ser o ano do Bayern
Há uma razão pela qual o Bayern, com todos os problemas que sente a jogar fora, chegou sempre às meias-finais nas três temporadas anteriores: em Munique a equipa é avassaladora. Nas últimas três épocas, os bávaros ganharam todos os jogos caseiros na UEFA Champions League, estabelecendo um recorde da competição com 16 triunfos seguidos. Esse facto, aliado à recente subida de produção como visitante, significa que serão difíceis de bater.

Principal atracção: Robert Lewandowski – O avançado polaco marcou 42 golos pelo Bayern na época passada e na actual está a caminho de superar esse registo. Na UEFA Champions League, marcou golos em 17 jogos e a equipa bávara ganhou 16 deles.

Estrela em ascensão: Joshua Kimmich – Considerado o sucessor a longo-prazo de Philipp Lahm no clube e na selecção, o internacional alemão, de 22 anos, já é uma certeza, seja como lateral-direito, defesa-central ou no meio-campo.

Herói discreto: Thiago Alcántara – Após três épocas de utilização intermitende no "onze" inicial do Bayern, o antigo jogador do Barcelona evoluiu sob a orientação de Carlo Ancelotti. Muitos dos movimentos ofensivos passam por ele e só dois jogadores fizeram mais passes até agora na competição, revelando uma percentagem de acerto de 94 por cento.

Mais pontos no Fantasy Football: Robert Lewandowski (50)

Topo