Jogo 600 de Sergio Ramos pelo Real Madrid: até onde chega o seu brilhantismo?

O UEFA.com presta tributo a Sergio Ramos por ocasião do jogo 600 pelo Real Madrid.

Sergio Ramos com um velho conhecido
Sergio Ramos com um velho conhecido ©Getty Images

Sergio Ramos é um dos mais titulados jogadores, vencedor de quatro Ligas espanholas e outras tantas UEFA Champions League, duas vezes campeão por Espanha no UEFA EURO 2008 e 2012 e no Mundial 2010, entre outros galardões.

Defesa da Época da UEFA Champions League em 2017 e 2018, e oito vezes escolhido para a Equipa do Ano dos utilizadores do UEFA.com – a última das quais há menos de um mês – o capitão do Real Madrid não mostra sinais de querer abrandar. O UEFA.com presta tributo na sequência do jogo 600 pelo clube.

O que dizem dele

"O Sergio é um guerreiro, um líder."
Santiago Solari, treinador do Real Madrid

"Ramos são me surpreende. Tem uma grande personalidade... está sempre presente, a encorajar os jogadores, e nunca baixa a guarda. Ele nunca desiste."
Zinédine Zidane, antigo treinador do Real Madrid

"Há defesas com extraordinárias qualidades técnicas, outros têm capacidades defensivas únicas, como Cannavaro, que era brilhante nas marcações. Outros, como Baresi, podem comandar uma linha defensiva, enquanto outros influenciam o colegas através de fortes personalidades. Mas se pensarmos em todas estas qualidades em conjunto, então Sergio Ramos é o defesa mais completo."
Carlo Ancelotti, antigo treinador do Real Madrid

"Sergio Ramos é o adversário mais difícil que já enfrentei. É muito forte, possui muita experiência e é um jogador muito competitivo."
Luis Suárez, avançado do Barcelona

Números actuais*

Selecção: 161 jogos, 17 golos
Provas de clubes da UEFA: 128 jogos, 14 golos
Provas nacionais: 511 jogos, 80 golos

*Realizou também seis jogos no Campeonato do Mundo de Clubes pelo Real Madrid

Curiosidades

Ramos em acção na estreia pela Espanha em jogos oficiais
Ramos em acção na estreia pela Espanha em jogos oficiais©Getty Images

Espanha
• Tornou-se no mais jovem internacional sénior por Espanha em 55 anos, quando se estreou quatro dias antes de completar 19 anos, aniversário que celebrou com a primeira titularidade em jogos oficiais – num jogo de apuramento do Campeonato do Mundo de 2006, ante a Sérvia e Montenegro.

• Com David de Gea opção em vez de Iker Casillas, Ramos capitaneou Espanha no UEFA EURO 2016 e manteve-se capitão desde então.

• Ramos marcou golos pela 15ª época seguida na Liga espanhola – recorde para um defesa.

Sevilha e Real Madrid
• A sua transferência do Sevilha para Madrid por 27 milhões, em 2005, aos 19 anos, é um recorde para um jovem espanhol.

• Os seus três golos pelo Real Madrid, em Fevereiro de 2018, significam que Ramos marcou em 14 edições seguidas da Liga espanhola – registo recorde para um defesa.

• Integra um grupo de elite de defesas que marcaram em duas finais diferentes da Taça dos Clubes Campeões Europeus e é o único que o fez no actual formato da UEFA Champions League. Os seus golos nas finais de 2014 e 2016 ante o Atlético colocam-no a par de Tommy Gemmell (1967 e 1970) e Phil Neal (1977 e 1984).

O que pode não saber

Ramos no UEFA EURO 2016
Ramos no UEFA EURO 2016©AFP/Getty Images

• É dono do título pouco abonatório de ser o maior coleccionador de cartões vermelhos do Real Madrid, tendo sido expulso em 24 ocasiões em todas as provas. Foi expulso cinco vezes no "Clásico" frente ao Barça, mais recentemente na derrota do Real Madrid, por 3-2, em casa, em Abril de 2017.

• Adepto de arte corporal, tem quatro tatuagens nos seus dedos – os números 35, 32, 19 e 90+. O primeiros representam os dois primeiros números que usou no Sevilha, o 19 é o número que usou quando capitaneou Espanha pela primeira vez, enquanto 90+ representa o golo do empate em período de descontos frente ao Atlético, quando o Real Madrid conquistou a sua décima Taça dos Campeões, em Lisboa, em 2014.

O que ele diz

Ramos com o troféu da UEFA Champions League em 2014
Ramos com o troféu da UEFA Champions League em 2014©Getty Images

"Todos os anos quero melhorar, esquecer o que ganhei e estabelecer novos desafios. Vou continuar enquanto o corpo me deixar."

"O meu avô e o meu pai sempre me disseram que, mesmo restando apenas um segundo, há sempre esperança. Temos de ter essa atitude, e essa sempre foi a atitude do nosso clube."

"Quero continuar a jogar [por Espanha] durante muitos anos. Se for preciso, irei ao Qatar [para o Mundial 2022] com uma barba grisalha."

O que ainda pode alcançar

Ramos (à direita) com o troféu no UEFA EURO 2012
Ramos (à direita) com o troféu no UEFA EURO 2012©AFP/Getty Images

• O seu jogo 601 irá fazê-lo igualar Fernando Hierro e Paco Gento na quarta posição na lista de mais partidas disputadas pelo Real Madrid, atrás somente de Manolo Sanchís (710), Casillas (725) e Raúl González (741).

• Segundo jogador mais internacional por Espanha, Ramos está perto do recorde de Casillas, 167. Contudo, aos 32 anos, tem todas as hipóteses de ultrapassar o anterior companheiro de equipa.

• O segundo jogador que mais vezes foi capitão de Espanha, está a 17 do recorde de Casillas de 167.

• A sua apetência pelo golo e a relação do Real Madrid pela UEFA Champions League significa que poderá tornar-se no primeiro defesa a marcar em três finais.

• Conseguirá chegar aos 150 jogos na UEFA Champions League? Tem agora 118.

Topo