Os destaques da sexta jornada da Champions League

O Dortmund conseguiu superar tanto o Real Madrid como o Barcelona, enquanto o Sevilha não se importou de desistir de um troféu: leia a nossa escolha da semana e conte-nos a sua usando #UCL.

©Getty Images

O que pensa das nossas escolhas? Quais foram os principais destaques no seu entender? Diga-nos usando #UCL no @ChampionsLeague

Resumo: Porto 5-0 Leicester
Resumo: Porto 5-0 Leicester

Grupo A
Paris Saint-Germain 2-2 Ludogorets Razgrad
Basileia 1-4 Arsenal

Grupo B
Dínamo Kiev 6-0 Beşiktaş

Benfica 1-2 Nápoles

Grupo C
Barcelona 4-0 Borussia Mönchengladbach
Manchester City 1-1 Celtic

Grupo D
Bayern München 1-0 Atlético Madrid
PSV Eindhoven 0-0 Rostov

Watch Arda Turan's treble for Barcelona
Watch Arda Turan's treble for Barcelona

Grupo E
Tottenham Hotspur 3-1 CSKA Moscovo
Bayer Leverkusen 3-0 Mónaco

Grupo F
Real Madrid 2-2 Borussia Dortmund

Légia Varsóvia 1-0 Sporting CP

Grupo G
Porto 5-0 Leicester City

Club Brugge 0-2 Copenhaga

Grupo H
Lyon 0-0 Sevilha
Juventus 2-0 Dínamo Zagreb

Sorteio dos oitavos-de-final: transmitido em directo às 11h00 (de Portugal continental) na segunda-feira

Veja como o Dortmund surpreendeu o Real Madrid
Veja como o Dortmund surpreendeu o Real Madrid
  • Dortmund superou Real Madrid e Barcelona

A recuperação após o 2-0 na visita ao Real Madrid para chegar ao empate quando faltavam apenas dois minutos deu ao Borussia Dortmund o primeiro lugar no Grupo F e o direto a ser cabeça-de-série no sorteio dos oitavos-de-final, na segunda-feira. O golo do empate de Marco Reus foi o 21º do clube na fase de grupos, um novo recorde da prova.

Treze jogadores partilharam os 21 golos do Dortmund enquanto a vitória por 8-4 sobre o Légia Varsóvia foi o jogo com mais tentos na história da UEFA Champions League. O total de 51 golos no Grupo F fixou um novo recorde na competição, apesar de Cristiano Ronaldo apenas ter apontado dois deles

Veja: Sevilha apura-se
Veja: Sevilha apura-se
  • Sevilha não se importou por ter sido destronado

O Sevilha não vai poder ir além das três vitórias consecutivas na UEFA Europa League após o empate 0-0 na visita ao Lyon, na quarta-feira, o ter deixado no segundo lugar no seu grupo e garantido o apuramento para a fase a eliminar da UEFA Champions League, pela primeira vez desde 2009/10.

Descarregue o podcast da UEFA Champions League

Veja o brilhante
Veja o brilhante
  • Londrinos quebram enguiço

Quando o Arsenal, há duas semanas, desperdiçou uma vantagem de dois golos para empatar 2-2 com o Paris, pareceu que os “gunners” tinham perdido a possibilidade de vencer o seu grupo pela primeira vez desde 2011/12. Mas o surpreendente empate do Ludogorets na capital francesa permitiu ao Arsenal ultrapassar o Paris com a vitória em Basileia, e ser cabeça-de-série no sorteio de segunda-feira, na tentativa de acabar com seis eliminações consecutivas nos oitavos-de-final. 

A noite seguinte não bastou para os “spurs” se manterem na UEFA Champions League mas recuperando de uma desvantagem para bater o CSKA conseguiram o apuramento para a UEFA Europa League e saborear uma vitória na sua casa temporária, nas provas europeias, em Wembley, depois das dolorosas derrotas com Mónaco e Leverkusen.

Resumo: Légia 1-0 Sporting
Resumo: Légia 1-0 Sporting
  • Perdão presidencial do Légia

Tendo igualado o máximo de golos sofridos (24) numa fase de grupo antes do início do jogo com o Sporting, o Légia tinha razões para estar preocupado e algo ansioso. Em vez disso, a equipa não só não sofreu golos como ganhou por 1-0, ultrapassando o conjunto leonino e ficando no terceiro lugar, assegurando um final feliz na sua primeira fase de grupos em 21 anos.

Vote no golo da semana

Ludogorets surpreende Paris
Ludogorets surpreende Paris
  • Cabeças-de-série com vida difícil

Enquanto o Dortmund e o Arsenal e os demais tiveram o direito de festejar a chegada ao primeiro lugar esta semana, tal não garante uma eliminatória fácil nos oitavos-de-final. Não apenas o BVB e os “gunners” superaram o Real Madrid e o Paris, respectivamente, como o Manchester City e o Bayern estão entre as equipas segundas classificadas que não serão cabeças-de-série na segunda-feira

O Paris bem pode ser a equipa a evitar, não tendo sido cabeça-de-série nas duas épocas anteriores, eliminou em ambas o Chelsea. Isso não constitui problema para o Mónaco (as regras definem que equipas do mesmo país não se podem defrontar nesta fase), que à quarta tentativa terminou no topo o seu grupo.

O que pensa das nossas escolhas? O que constituiu destaque para si? Diga-nos usando #UCL no @ChampionsLeague

Topo