Dortmund empata a dois em Madrid e vence Grupo F

Um bis de Karim Benzema deu vantagem ao Real Madrid, mas Pierre-Emerick Aubameyang e Marco Reus, este nos últimos minutos, marcaram na segunda parte e empataram para o Dortmund, que venceu o grupo.

See Karim Benzema's two goals against Borussia Dortmund and the German side's remarkable comeback as they finished top of Group F.

O Borussia Dortmund conquistou o Grupo F da UEFA Champions League ao empatar no terreno do Real Madrid, que assim concluiu o grupo no segundo posto e também se apurou para os oitavos-de-final, em partida realizada no Santiago Bernabéu e na qual os campeões europeus chegaram aos 34 encontros consecutivos sem conhecerem a derrota. 

No tira-teimas para apurar o vencedor do grupo, o Dortmund dispôs da primeira ocasião de perigo, com André Schürrle a rematar de primeira por cima, após boa descida do lateral Marcel Schmelzer pelo lado esquerdo.

O Real Madrid sentiu o aviso, assentou o seu jogo e partiu para o ataque. Karim Benzema deu, logo aos 10 minutos, um primeiro aviso do que estava para vir, rematando na passada para defesa com os pés do capitão Roman Weidenfeller - que retomou a titularidade após a lesão do suíço Roman Bürki - e que voltou a brilhar gorando, oito minutos volvidos, a tentativa de chapéu a James Rodríguez e novo remate do colombiano praticamente de imediato.

Chegou, então, aos 28 minutos, o primeiro golo de Benzema, que, depois de oito encontros em branco para a Champions League, passou a marcar pelo terceiro jogo consecutivo, surgindo em zona frontal a emendar um precioso cruzamento rasteiro de Dani Carvajal.

Rapidamente o Dortmund foi atrás do empate, mas não o conseguiu antes do intervalo, mal-grado os esforços de Christian Pulisic, Schürrle e Gonzalo Castro, para claro desespero do técnico Thomas Tuchel.

Também não o conseguiu no primeiro lance perigoso do segundo tempo, quando Moussa Dembelé finalizou slalom com remate em esforço ligeiramente ao lado, nem no seguinte, quando Castro rematou enrolado em posição frontal.

Ao invés, foi Benzema quem bisou e chegou aos 50 golos na UEFA Champions League, ultrapassando os 49 de Zlatan Ibrahimovic e Alfredo Di Stéfano, mas só depois de ter falhado uma vez à boca da baliza. No lance seguinte, acorreu de cabeça a um belo cruzamento de James Rodríguez do lado esquerdo.

Entretanto, a vencer por 2-0, Zinédine Zidane retirou Luka Modric e o Borussia aproveitou a ausência do croata para passar a dominar a meio-campo e a sair daí para o ataque com cada vez mais perigo. Sete minutos após o segundo tento de Benzema, Pierre-Emerick Aubameyang apontou o seu quarto golo desta época na prova, desviando, à boca da baliza, um passe de primeira de Schmelzer.

E, a dois minutos do final, o veloz franco-gabonês fez a assistência da qual resultaria o tento da igualdade do hoje substituto Marco Reus, que entrara juntamente com Emre Mor logo após o primeiro golo germânico, que valeria a conquista do grupo.

Jogador-chave: Julian Weigl (Borussia Dortmund)
Para além de ter sido dos seus pés que saiu o primeiro golo do Dortmund, com um passe longo para Schmelzer que Aubameyang emendou, o jovem saiu-se a contento numa luta titânica a meio-campo com Luka Modric e Casemiro.

Momento do jogo
Aos 77 minutos, já depois de o Dortmund ter reduzido, Cristiano Ronaldo surgiu isoladíssimo, com tempo para finalizar, mas acertou no poste. O posterior tento de Reus fez com que esta falha do português tivesse custado o primeiro lugar.

Topo